ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

domingo, 31 de março de 2019

MANUELA D´ÁVILA LANÇA "REVOLUÇÃO LAURA" NO RECIFE


Ex-deputada Manuela D´Ávila (PC do B), que foi candidata a vice-presidente do Brasil, na chapa encabeçada por Fernando Haddad (PT), estará no Recife, nesta segunda-feira, dia 1º de abril, para lançamento do livro “Revolução Laura – Reflexões sobre a Maternidade & Resistência”.

Neste seu primeiro trabalho publicado, a líder comunista narra momentos de sua história política, principalmente quando percorreu o país, em 2018, como companheira de chapa de Haddad.

Em muitas das viagens, Manuela levou a filha pequena, Laura (atualmente com três anos), aliando militância política, maternidade e resistência, que consistem em temas básicos do livro.

Escritora já lançou “Revolução Laura” em cidades do Sul e Sudeste e no Nordeste esteve em João Pessoa, Natal e Salvador, chegando agora à capital pernambucana.

Lançamento no Recife será no auditório G da Universidade Católica de Pernambuco, às 18h30. Haverá sessão de autógrafos, bate papo e venda dos volumes.

Numa entrevista ao site dos Jornalista Livres, Manuela disse o seguinte sobre “Revolução Laura”:

“Então esse livro  é sobre os espaços que eu pude ocupar. Sobre os privilégios que eu tenho. Eu sou uma mulher que tem muitos privilégios né, sou uma mulher branca, sou uma mulher que tenho um companheiro que divide 100% das responsabilidades, eu sou uma mulher que a filha tem creche, eu sou uma mulher que tem casa pra viver, que a filha não tem problema se vai comer ou se não vai comer, mas diante de todos os meus privilégios eu ainda consigo perceber a força das correntezas que me jogam para o outro lado. Então também é sobre isso, sobre imaginar o que é ser uma mulher no Brasil. A maior parte das mulheres não são privilegiadas como eu. “

OS CABOS ELEITORAIS


Por Junior Almeida

Se política hoje em dia é coisa acirrada, quase uma guerra, imagina antigamente, nos tempos dos votos de cabresto. Nos dias de hoje vemos pessoas se intrigarem de outras por política, deixar de comprar em determinado comércio ou mesmo partir para as vias de fato, tudo por conta que vota em um candidato diferente do outro. Para o eleitor, o candidato adversário é ladrão, fresco e corno, e quanto mais chance ele tem de ganhar, aí é tudo isso multiplicado várias vezes. Particularmente acho de certa forma engraçado o fanatismo e as arengas de alguns, mas dentro do limite da civilidade, se é que existe isso em política.


Até 1963 Capoeiras pertencia a São Bento do Una, e todas as decisões que afetavam a vila, vinha da sede distante trinta quilômetros. Nomeações para os mais diversos cargos eram feitos pelos que estavam no poder, no caso daquela época, os Valença que consideravam Capoeiras uma vila rebelde. Esse desalinhamento com a vontade dos mandatários de São Bento se dava pela força de Heronides Borrego, herdeiro político do seu pai, o Coronel João Borrego, então chefe da mais importante família de Capoeiras daqueles tempos. Quem sempre tinha mais voto na vila era quem “Seu” João e depois Heronides quisessem, e isso incomodava. Dispostos a mudar isso, três jovens idealistas da família Valença resolveram tomar à frente da política no distrito: Ilo, Clávio e Ênio. Depois de combinar tudo com os parentes mais velhos, em um sábado, ainda amanhecendo resolveram ir para Capoeiras angariar votos para os seus candidatos.


Quando ainda estavam para visitar a primeira casa, por volta das sete horas, receberam um recado que “Seu” Heronides estava os chamando para conversar. O trio se olhou, como se esperassem uma explicação para tal recado. Não entendiam como tinham acabado de chegar na vila, e o mandatário local já sabia das presenças deles. Um pouco receosos por não saber o que os aguardavam, de pronto foram com o portador do recado à casa do chefe político local.


No percurso um dos jovens cochichou que eles estavam desarmados, o que gerou certa tensão. Pensando melhor, não era para tanto um pensamento desses. Ao chegar à casa se “Seu” Heronides, todo clima tenso desapareceu, pois ele já aguardava os rapazes com um largo sorriso na frente da sua residência. Cumprimentou um por um, e os convidou pra entrar. Na sala de copa, uma farta mesa de café da manhã estava posta. Cuscuz, charque, carne de sol, café, leite, pães, bolachas, geleias, mungunzá, queijo de coalho e de manteiga e mais de cinco tipos de sucos, além de frutas. O trio se olhou sem entender nada. 


      -Sentem aí meninos. Vamos comer. Não fica bem sair por aí atrás de votos de barriga vazia. Disse o anfitrião.



Meio constrangidos o trio pensou em recusar, mas como ainda não tinham comido nada, os rapazes aceitaram o convite. Durante o café da manhã conversaram muito, com os três revelando suas ideias políticas e pessoais para as melhoras do planeta, a começar por sua terra. O velho político, com a experiência dos anos, ouvia tudo atentamente, e incentivava os rapazes a falar, sempre elogiando as suas ideias. Ao terminar o café, e alguns cigarros, continuaram a conversa na sala de entrada da casa. Pareciam que todos eram amigos de longa data, tal forma a conversa fluía.


Seu Heronides sempre fumando, acendia um cigarro na brasa do outro que estava acabando, era acompanhado do jovem Ênio, que também fumava muito. Sem notar o tempo passar, já passava um pouco de onze da manhã, quando uma empregada trouxe numa bandeja inox quatro copos com caldinho de feijoada, dois limões cortados ao meio, formando quatro bandinhas e mais uma garra de vidro com pimenta caseira. A moça serviu um a um os rapazes, que pegavam os copos com o caldo bastante quente e cheiravam, enchendo a boca d’água. Heronides Borrego percebeu que os rapazes gostaram.


-Uma delícia dessas só presta com o que? Quis saber o dono da casa.


Um dos jovens de pronto falou que um caldo daquele só combinava com uma caninha. Era o que “Seu” Heronides queria ouvir. Levantou-se e foi em um dos quartos da casa, voltando debaixo do braço com um pequeno barril de madeira com uma torneira de metal, e segurando quatro copinhos de vidro na mão. Ele falou para os rapazes que era cachaça com mel de uruçu, ou cachimbo, como também era chamada aquela mistura.


A bebida que já estava e guardada a um bom tempo, só iria ser aberta agora para celebrar os novos amigos. Os jovens se sentiram lisonjeados. Apressaram-se em pegar os copos, encher de cachaça e tomar, com o caldinho como tira gosto. A caninha estava tão curtida que parecia que tinha só o mel. Heronides tomou uma dose, pigarreou e tomou o caldinho em seguida.  O resto do pequeno barril ficou por conta dos três jovens.


Perto de acabar a bebida, o dono da casa levantou e trouxe mais, dessa vez numa garrafa de vidro transparente tampada com uma cortiça. Os rapazes que já estavam se sentindo em casa tomaram mais meia garrafa, quando Dona Nanú, esposa de Heronides veio avisar que o almoço estava servido. Os rapazes se levantaram sem cerimônias, pegaram a bebida e os copos e foram pra copa para comer novamente. Novamente na mesa, além de uma saborosa feijoada os rapazes tinham ao seu dispor galinha caipira, porco e bode guisado e assado, farofa d’água e xerém.


Os três agora só queriam entre um cigarro e outro, saber de beber e falar dos seus planos em Capoeiras, usufruindo do banquete apenas como tira gosto. Já passava de quatro da tarde, e já tinham tomado mais três garrafas da cachaça com mel além do barril, quando os três rapazes da família Valença bastante alterados, resolveram voltar para São Bento do Una, sem fazer uma única visita e sem pedir um voto sequer.


Heronides com um riso irônico no rosto agradeceu pela visita dos jovens, mandou lembrança aos seus pais e se despediu. Poucos dias depois a eleição confirmara o que sempre acontecia: em Capoeiras tinha voto quem a família Borrego queria. Os três jovens questionados por pessoas em São Bento, o que poderia ter acontecido em Capoeiras, já que os mesmos foram designados a mudar o quadro, ou pelo menos diminuir a diferença de votos, simplesmente desconversavam, e só depois de muito tempo é que se soube o que eles realmente fizeram em Capoeiras.


HAROLDO ELOGIA TRABALHO DO PREFEITO DE GARANHUNS

Na inauguração das reformas de um lado da Praça Jardim, esta semana, um dos oradores da solenidade foi o vice-prefeito Haroldo Vicente, nome mais cotado para disputar a prefeitura com o apoio de Izaías, no próximo ano.

Em seu pronunciamento, Haroldo não economizou elogios ao atual prefeito, que segundo ele ama muito Garanhuns. O vice enfatizou ainda que não tem um bairro da cidade sem pelo menos uma obra de Izaías Régis.

Foi tanta emoção, que em determinado momento as palavras quiseram faltar ao orador.

Confira o vídeo com um pequeno trecho do discurso:



PREFEITURA CADASTRA PARA ARAÇÃO DE TERRAS



O Governo de Calçado,  através da Secretaria Municipal de Agricultura,  informa a todos os agricultores familiares do Município que já está sendo realizado o cadastramento para aração das terras.

Os agricultores interessados deverão comparecer à Secretaria Municipal de Agricultura, que fica localizada no prédio da Prefeitura, de segunda a sexta no horário das 7 às 13 horas.

À frente da gestão, o prefeito Expedito Nogueira, que diz sempre aos seus comandados: “Aqui o trabalho não pode parar.

GIVALDO CALADO SEGUNDO WAGNER MARQUES


SIVALDO DIVULGA O TRABALHO COMO DEPUTADO



Com pouco mais de um mês que assumiu o mandato de deputado estadual, o garanhuense Sivaldo Albino já começa a desenvolver ações importantes aqui na cidade e outros municípios do Agreste Meridional.

Parlamentar começa a utilizar a força da internet para divulgar o trabalho, feito através da Assembleia Legislativa. No vídeo acima, a ênfase é para construção da Barragem no Sítio Camará, uma solicitação do deputado do PSB.

LAJEDO TERÁ ESPETÁCULO DE PAIXÃO DE CRISTO


POLÍCIA APREENDE 54 VEÍCULOS NO AGRESTE


Uma operação intitulada Impacto Integrado resultou no recolhimento de 54 veículos irregulares, na sexta-feira (29), nos municípios de Caruaru, Agrestina, Cupira e Panelas,  no Agreste de Pernambuco. Participaram da ação as polícias Militar,  Rodoviária Federal e Civil.

Durante a operação, foram fiscalizados 143 veículos e 164 pessoas, sendo emitidas 286 autuações por diversas irregularidades, como falta da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV),  ausência de equipamentos obrigatórios e 12,2 toneladas de mercadorias com excesso de peso.

A fiscalização a motocicletas flagrou 14 pessoas sem o capacete. A infração é gravíssima, no valor de R$293,47 e sete pontos na CNH, além de prever a suspensão do direito de dirigir. (Da Assessoria de Imprensa da PRF).

sábado, 30 de março de 2019

FERNANDO RODOLFO ESTÁ DESCRENTE COM BOLSONARO


Apesar de ter apoiado Bolsonaro no primeiro e segundo turnos da eleição do ano passado, o deputado federal Fernando Rodolfo (PR), está descrente com os rumos do governo e vê o presidente, por enquanto, perdido e sem encontrar o rumo do que fazer.

Rodolfo deixou claro em conversa com o editor do blog que a decepção com o presidente da República, na Câmara dos Deputados, é geral e que se a reforma da Previdência fosse votada hoje o governo corre o risco de não ter 50 votos. “No momento é mais fácil passar a proposta do ex-presidente Temer”, afirmou.

O jornalista garanhuense acha que Bolsonaro não estava preparado para governar o Brasil, tendo chegado à vitória de 2018, por conta de ter sido vítima de uma facada e da má vontade de amplos setores da população com PT. “Todo mundo tem um projeto político, um projeto de poder, mas o nosso presidente não tem”, observou o parlamentar.

Fernando Rodolfo não vê muita perspectiva de recuperação do governo, uma vez que os ministros escolhidos também não ajudam a gestão. Na sua opinião, o responsável pelo setor da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues,  só não caiu ainda para evitar maior desgaste, mas em Brasília se comenta que ele está com os dias contados.

GARANHUNS – Deputado esteve hoje circulando pelo centro da cidade e quando desceu do carro por alguns instantes, nas proximidades da loja de Ferreira Costa, recebeu cumprimentos de populares que demonstraram satisfação tanto por sua eleição quanto pela atuação na capital federal,  até o momento.

Apesar do carinho do povo, Rodolfo descartou para o repórter disputar tanto a prefeitura de Garanhuns quanto a de Caruaru. Ele disse que na capital do Agreste poderá até caminhar com a prefeita Raquel Lyra, que já está se recuperando do desgaste inicial. Na Suíça Pernambucana, pretende apoiar um dos nomes do seu grupo, citando como pré-candidatos o vereador Zaqueu Lins, o Coronel Campos, o empresário Givaldo Calado e o ex-secretário municipal Alfredo Gois.

Avaliação do parlamentar é que Garanhuns precisa de mudanças, o atual prefeito já deu o que tinha que dar e a população agora precisa apostar no novo, em quem tenha um projeto para fazer o município avançar e se desenvolver muito mais.

Rodolfo acha importante que os pré-candidatos da oposição se entendam e tracem uma estratégia comum para enfrentar o candidato de Izaías, possivelmente alguém obediente ao gestor, que atuará como uma espécie de “laranja”.

sexta-feira, 29 de março de 2019

COELHO ESCREVE CONTRA AS COMEMORAÇÕES DO GOLPE


Escritor Paulo Coelho escreveu um artigo para o jornal americano The Washington Post se contrapondo à ordem do presidente Jair Bolsonaro para que os militares celebrem o golpe de março de 1964.

Segundo o jornalista Maurício Meireles, colunista da Folha de São Paulo, o texto do autor de “Brida” e outros best sellers é contundente e conta em detalhes as torturas que sofreu nos porões do regime ditatorial.

“É um período assim que Bolsonaro pretende comemorar”, escreve Paulo Coelho.

O assunto é polêmico e hoje à tarde a juíza Ivani Silva da Luz, da 6ª Vara da Justiça Federal, em Brasília, proibiu que os 55 anos do golpe militar fossem comemorados no próximo domingo, como era a intenção inicial do presidente.

DESEMPREGO NO BRASIL CRESCE NO BIMESTRE



Dados do IBGE divulgados hoje revelam que nos dois primeiros meses do Governo Bolsonaro o Brasil ganhou mais de um milhão de desempregados. O número total de pessoas fora do mercado de trabalho voltou a ultrapassar os 13 milhões. Além disso, a renda continua caindo para quem tem emprego, a gasolina voltou a subir e os preços dos alimentos dispararam nos supermercados.

Em meio a tantos problemas graves, o presidente da República está preocupado em comemorar o golpe militar de 1964. O regime que durou 20 anos, torturou e matou centenas de pessoas, restringiu a liberdade de imprensa, censurou músicas, livros, peças de teatro, filmes, além de jornais, revistas emissoras de rádio e televisão.

A ditadura deveria ser página virada e acreditamos que não cabe mais, a esta altura, ser motivo de discussão à direita ou à esquerda.

Mas quando o próprio presidente da República resolve retomar a discussão, por motivos ideológicos, aí fica complicado.

Melhor seria tentar resolver as questões econômicas, que afetam a vida de todo mundo.

*Foto: Portal R7

PROCURADORIA DIVULGA NOTA SOBRE PROCESSOS


O Governo Municipal de Garanhuns, através da sua Procuradoria, vem se manifestar acerca da matéria intitulada: “Prefeito Izaías responde a 20 Processos na Justiça”, nos seguintes termos:

O Município de Garanhuns é representado pelo prefeito e pela procuradoria municipal em todas as suas ações, ou seja, o Prefeito é o representante do Município de Garanhuns e por esse motivo ele sempre vai figurar como parte nas ações civis e mandados de segurança, ou ser apontado como autoridade do ato omissivo ou comissivo, ou ainda, no caso das Ações Civis, ser o titular do ente responsável pela política pública objeto da ação. Assim, os prefeitos são os representantes de seus respectivos municípios. 

É bastante normal e corriqueiro que as demandas que possuam teses contrárias sejam discutidas no âmbito do judiciário, diante de conflitos de interesses, sejam pelo Ministério Público, pessoas físicas e jurídicas, os quais demandam diariamente ações contra a fazenda pública.  

Em relação às ações de improbidade, nenhuma destas ainda foram recebidas pelo juízo da Vara da Fazenda Pública, eis que muitas estão ainda na fase preliminar de recebimento.  Os advogados já apresentaram suas manifestações e têm a certeza que não há a configuração de nenhum ato de improbidade, já que se discutem teses sobre aplicações de princípios administrativos, com fundamento no artigo 11 da Lei de Improbidade Administrativa, o que aliás, em nenhuma destas foi apontado dano ao erário, conforme jurisprudência dos tribunais pátrios. 
O prefeito tem a total confiança no Poder Judiciário, que sempre agiu de forma imparcial e justa.

MOVIMENTO LULA LIVRE PROMOVE ATO EM CAETÉS


No próximo dia 7 de abril vários atos em todo mundo irão pedir a liberdade do melhor presidente da história do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

No Agreste Meridional, toda a militância e organizações sociais de esquerda estão convocadas para comparecer em Caetés para um ato em frente à casa en que Lula nasceu.

A programação distribuída pelos organizadores é a seguinte:

6:30h - concentração no Relógio das Flores, Garanhuns 
7:30h - saída para Caetés 
8h - chegada a Escola Municipal Severino Girino (café da manhã)
10h - romaria ao sítio que Lula nasceu e ato ecumênico 
12- encerramento.

 *Organizações participantes do evento: FETAPE, PT, Frente Brasil Popular, Coletivo Motirõ, Marcha Mundial das Mulheres, MST, STR, ADUFERPE.

Até o meio dia de hoje o prefeito de Caetés, Armando Duarte, não tinha sido comunicado oficialmente do ato nem sido convidado para participar. Ele disse ao blog que se for chamado e se não tiver compromisso agendado no horário irá estar presente.

*Na imagem da Gazeta Web réplica da casa em que Lula nasceu, no Sítio Várzea Comprida. 

PREFEITURA DE CAETÉS ANTECIPA PAGAMENTO


Prefeito de Caetés, Armando Duarte (PTB), informa que hoje, dia 29, foi depositado o pagamento dos funcionários efetivos, comissionados, contratados, aposentados e pensionistas do município.
Desde que assumiu o primeiro mandato, em 2013, o gestor caeetense paga rigorosamente em dia servidores e fornecedores. Muita vezes o pagamento é antecipado o que garante tranquilidade aos trabalhadores públicos e fortalece também o comércio da cidade.
*Foto: Blog de Fagner Athos

PREFEITO IZAÍAS RESPONDE A 20 PROCESSOS NA JUSTIÇA


Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, alvo de denúncias e acusações, por parte de lideranças políticas, professores e blogueiros da cidade, está processando alguns dos que,  segundo ele,  tentam destruir a sua imagem de homem público.

Dentre os processados pelo gestor estão a professora Ana Paula, presidente do Conselho de Fiscalização do Fundeb; o blogueiro Kleber Cisneiros, o servidor da Câmara Municipal Luizinho Roldão e o militante político Rafael Peixoto, atualmente ligado ao deputado estadual Sivaldo Albino.
Ana Paula denunciou o mau uso de recursos do Fundo da Educação e Kleber replicou as informações numa participação no Programa do Bocão, na Rádio Clube do Recife. Rafael tem feito várias acusações ao Governo Municipal de Garanhuns e Luizinho sofre processo por ter divulgado um áudio de Rinaldo Passarinho fazendo revelações sobre a Associação dos Artesãos de Garanhuns, que segundo ele era formada por laranjas que obedecem cegamente às ordens de familiares do prefeito.
Se Izaías leva à Justiça os seus acusadores, os opositores, que acreditam em irregularidades na gestão municipal, também não têm lhe dado trégua.
Por conta disso, o prefeito já responde a 20 processos na Justiça, cinco deles levados à frente pelo Ministério Público caracterizados como “Ação Civil de Improbidade Administrativa”. Esses são os casos mais graves, porque se houver condenação pode dar perda do mandato.
Processos contra Izaías Régis ou o Município de Garanhuns são de domínio público e podem ser checados através do site do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE).
Existem ações de 2017, 2018 e já deste ano de 2019. Essa última se refere ao processo de número 0000173 34 2019.8.17 2640. O caso está na Vara da Fazenda Pública da Comarca de Garanhuns, tendo como “polo ativo” a 2ª Promotoria de Justiça e Cidadania de Garanhuns.
Esses processos de Ação Civil Pública, Ação Civil por Improbidade Administrativa ou mandado de segurança, estão na esfera do MP. Podem existir outras ações, por conta de denúncias feitas no Tribunal de Contas do Estado ou no âmbito federal.
Há, por exemplo, um caso complicado envolvendo um ex-funcionários do atual prefeito, que fez uma série de denúncias contra o ex-patrão no Ministério Público. Advogados que parecem saber algumia coisa garantem que "o negócio é pesado", mas ninguém revela exatamente do que se trata porque o processo "corre em segredo de justiça".
Por enquanto nada foi julgado contra o prefeito Izaías Régis, nem tampouco processos relacionados a Kleber Cisneiros, Ana Paula, Rafael Peixoto e Luizinho Roldão.
O que se sabe é que tudo isso dá “dor de cabeça” em quem precisa se defender na Justiça, além dos custos com advogados, que na maioria das vezes são altos.

AGRICULTORES DE SÃO PEDRO LUTAM POR POSSE DE TERRA


     Uma parte das famílias de São Pedro

Há quase 40 anos,  agricultores moram e trabalham numa área de pouco mais de 500 hectares de terra no distrito de São Pedro, em Garanhuns. 

Inicialmente, em 1983, eram 45, mas hoje são 150 famílias vivendo da agricultura familiar, sem que nenhum deles tenham recebido ainda a posse da área.

Os agricultores ocuparam a terra por conta de um programa de regularização fundiária realizado pela Sudene, três décadas e meia atrás.

Mas a propriedade foi colocada indevidamente, segundo a advogada Priscilla Jordão, em nome da Cooperativa Coorpegal, que, “na qualidade de interveniente, deveria ter passado os títulos de propriedade para os beneficiários e não o fez”.

Priscilla disse que, ao contrário, a Cooperativa garanhuense contraiu diversos empréstimos, colocando o imóvel como garantia, sem a anuência e o conhecimento dos agricultores, gerando um processo de execução fiscal do imóvel.

Na localidade existem pessoas que começaram a trabalhar a terra aos 25 anos, hoje são pais e avós e estão vivendo a angústia de perder tudo que construíram durante toda uma vida.

REUNIÃO – A luta encampada pelos que fazem a Associação Itacatu, entidade que luta pela posse da terra pelos seus legítimos donos, foi reforçada nesta quinta-feira, numa reunião realizada em São Pedro, com a presença de representantes do governo do Estado, de vereadores de Garanhuns, advogados e, claro, dos agricultores.

Também o deputado estadual Claudiano Filho, que mandou sua assessoria ao distrito de Garanhuns, está apoiando inteiramente a luta dos agricultores e vai tentar junto ao governador Paulo Câmara uma solução para o problema.

Na reunião realizada ontem à tarde em São Pedro, Cleodon Ricardo de Souza esteve presente pelo Iterpe e Welllington Gleybson Maciel representou a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, os dois pelo Governo do Estado.

Tanto os dois, quanto os advogados Giorgio e Priscila Jordão discutiram a questão e se pronunciaram a favor do direito das 150 famílias que há tanto tempo moram e trabalham na propriedade de São Pedro.

Vereadores Betânia da Ação Social, Gil PM e Zaqueu Lins, que apoiaram Claudiano Filho na eleição passada, também foram prestar solidariedade aos agricultores e deixaram claro que estavam ao lado deles, lutando junto ao governo para que a terra fosse assegurada às famílias garanhuenses.

Ainda na reunião, o Dr. Giorgio disse que em 2014 houve uma decisão favorável aos camponeses,  por parte do juiz federal de Garanhuns, que anulou a penhora sobre o imóvel. “Mas infelizmente o TRF renovou a decisão e determinou a continuidade da execução”, lamentou.

Durante o encontro no distrito garanhuense,  diversas vozes da comunidade foram ouvidas e seus anseios considerados, ficando o Estado comprometido a tratar a situação conjuntamente,  na busca por uma solução justa e efetiva. “Afinal, o que é justo e necessário é garantir efetivamente a propriedade aqueles querem na terra seu suor e seu sustento há quase quatro décadas de luta e sobrevivência”, comentou Priscilla Jordão.
                      Reunião de lideranças com os agricultores

POSTO DE SAÚDE EM ÁGUAS BELAS ESTÁ ABANDONADO


Jeremias de Leu, morador de Águas Belas, reclama da Prefeitura do Município por não concluir uma unidade de saúde que estava sendo construída no povoado Peba.

Segundo ele, a obra foi iniciada no início de 2014, e devia ter sido concluída em 2018, com um custo aos cofres públicos de R$ 434 mil.

No momento, contudo, o trabalho está paralisado, o prédio abandonado, cheio de infiltrações e o que foi feito até agora pode ser perder totalmente, pois há risco de algumas paredes caírem.

“A comunidade precisa de médico, de remédios de uma melhor assistência à saúde e a prefeitura está desperdiçando quase meio milhão de reais enquanto o povo sofre”, lamentou Jeremias, que gravou até um vídeo registrando o descaso com a Unidade Básica de Saúde.

ALUNOS DE ANGELIM RECEBEM FARDAMENTO ESCOLAR



Prefeito de Angelim, Douglas Duarte, iniciou nesta quinta-feira (28) a distribuição de fardamento escolar dos alunos da rede municipal de ensino.
Os uniformes foram comprados pelo Governo Municipal, através da Secretaria de Educação, com recursos próprios.

A entrega do material aos estudantes foi feita pelo prefeito e equipe no prédio da Escola Municipal Miguel Calado Borba, durante reunião de pais e mestres.

Alunos do 9º a foram os primeiros a receber a farda. Depois, todas as turmas, das escolas da cidade e zona rural, receberam os uniformes. 

Crianças e adolescentes vibraram ao receber suas blusas e os pais demonstraram a maior satisfação. "Com esse fardamento nós vamos economizar bastante e nossos filhos frequentarão a escola com roupas novas e bonitas”, comentou uma mãe.

No final, o prefeito Douglas destacou sobre a importância do fardamento escolar, a identidade estudantil que ele representa para cada aluno e prometeu investir mais e mais no ensino, inclusive dotando a Escola Miguel Calado Borba de mais conforto e segurança, já que se trata da maior escola do município.

Além do prefeito de Angelim,  estavam presentes ao momento o vereador Robério Conrado, a Secretária de Educação,  Djane Maria, a primeira Dama do município,  Samille Ramos, o assessor da prefeitura Josenildo Ferreira, professores e  diretora Célia Alves.

*Com informações do blog do Sr. Cariri.

quinta-feira, 28 de março de 2019

BOM CONSELHO CONTINUA COM RACIONAMENTO D´ÁGUA



Os 30 mil moradores de Bom Conselho, no Agreste do Estado, estavam esperançosos que as chuvas dos últimos dias mudassem o cenário de estiagem que o município enfrenta. Mas, de acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa, das seis barragens que abastecem o município, quatro estão em colapso (Baixa Grande, Mata Verde, Caborge e Caixa d’Água) e uma em pré-colapso (Bulandim), devido à seca dos últimos anos. 

Apenas um manancial está abastecendo a cidade, o de Bálsamo. Com isso, o calendário de abastecimento foi ampliado, na última terça-feira, 26. “Quando todas estavam cheias, não havia rodízio em Bom Conselho que recebia uma vazão de cerca de 100 litros por segundo. Em janeiro, implantamos um calendário de um dia com água e três sem. Esta semana, fomos obrigados a ampliar o cronograma de distribuição”, informou o gerente de Unidade de Negócios, Igor Galindo.

A cidade foi dividida em três setores, em um rodízio de três dias com água e seis dias sem. Em algumas áreas, nos pontos mais altos, o rodízio de água poderá ser de um dia com água e oito dias sem água. A vazão atual é de quarenta e oito litros por segundo. “A barragem de Bulandim só tem água para mais dois meses de abastecimento. Estamos na expectativa de um bom período chuvoso para que todas as barragens acumulem água e possamos voltar a abastecer Bom Conselho em sua plenitude”, concluiu o gerente.

*Foto reproduzida do Blog de Cláudio André

ESSE RELÓGIO ME ENCANTA



Givaldo Calado de Freitas*
Nos meus dias a dia na minha cidade, contemplo o Relógio de Flores pelo menos quatro vezes nas minhas idas e vindas da minha residência ao meu escritório.
Um dos símbolos de Garanhuns, conta com permanentes visitações públicas, quer da gente da cidade, que parece que vai ali conferir o seu estado, quer daqueles que para lá acorrem na intenção de conhecê-lo nessas suas vindas à “Cidade de Simôa”, em busca do nosso clima; de nossa água; aquele o melhor do Brasil e esta a mais mineral do planeta; de nossas belezas e de nosso patrimônio cultural.
Outro dia parei por lá para caminhar por seus jardins. Hoje, repeti o caminho, depois da solenidade em homenagem aos 52 do nosso 71.
Tomei um susto quando o Coronel Goyanna dissertava sobre sua trajetória. Eu, criança ainda, com meus pais, sem entender, por certo, a razão daquela efeméride.
Fui ao Relógio, correndo, Quem sabe até na ilusão de que seria atendido por ele.
Disse aos meus botões, assustado com o vai e vem dos veículos: “Reloginho, reloginho, faça o tempo parar. Ou pelo menos diminua sua pressa. O 71 com 52 anos? Parece que foi ontem."
* Empresário. Acadêmico. Figura Pública.

GOVERNO VAI RECUPERAR ESTRADAS DO AGRESTE


Quebra Santo, Fernandha Batista e Claudiano Filho

Finalmente parece que o Governo do Estado vai recuperar as estradas do Agreste que estão “em petição de miséria”.

Deputado estadual Claudiano Filho esteve com a secretária de infraestrutura de Pernambuco,  Fernandha Batista e reivindicou que fosse feito o serviço de recuperação da PE- 300, ligando Águas Belas a Inajá; da PE-270, no trecho Itaíba/Arcoverde e da PE-187, entre Angelim e Palmeirina.

Além disso, o parlamentar solicitou a recuperação da estrada de Lagoa do Ouro e o acesso à cidade de Paranatama.

Pleitos foram bem recebidos e a representante do governo acenou que o pedido será atendido e ainda este ano as obras poderão ser iniciadas.

CIRO GOMES SOLTA O VERBO, CHAMA MORO DE OPORTUNISTA E JAIR BOLSONARO DE DE IMBECIL


Omisso no segundo turno da eleição presidencial de 2018, ausente no recente encontro de líderes de esquerda para defender a democracia brasileira, Ciro Gomes resolveu em entrevista ao jornal português Diário de Notícias Online se posicionar em relação ao Governo Bolsonaro.

E o fez no seu estilo bombástico, às vezes verborrágico, batendo duro: chamou o presidente brasileiro de “imbecil”, criticou a atuação do ministro Sérgio Moro, que a seu ver foi convidado para a equipe do capitão como uma jogada de marketing e considerou a prisão de Michel Temer uma aberração jurídica. “Temer era para estar preso há 20 anos, mas a operação Lava Jato não pode agir rasgando a Constituição”, pontuou o ex-ministro.

Ciro Gomes lembrou que logo no início do governo aconteceram fatos graves. Lembrou que o ministro-chefe do governo, Onyx Lorenzoni, confessou ter feito fraude com dinheiro de campanha que é basicamente a razão pela qual a Lava-Jato começa a entrar na política. “E Moro relativizou completamente, chegando a dizer que dinheiro fraudulento numa campanha não é assim um crime tão grave quanto achava no passado que era”, frisou o pedetista.

Ainda na entrevista ao jornal português, o ex-candidato a presidente recordou que o filho de Bolsonaro e o próprio presidente e a esposa começam a envolver-se com milícias. “Isto é uma coisa completamente constrangedora, com muito dinheiro público envolvido, dinheiro subtraído do salário de funcionários-fantasmas. E o Moro permanece absolutamente calado, lavando as mãos, como se não houvesse responsabilidade dele nisso. E há responsabilidade dele nisso. Na medida em que se está erodindo muito rapidamente essa imagem publicitária e está semeada aí uma tensão: ele vai preservar a sua imagem e vai-se demitir do governo ou vai afundar junto com o governo? Me parece que é muito mais o tipo oportunista e agarrado na mídia, nos holofotes da publicidade. A tendência é sair do governo”, concluiu.