SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

FILHA DE LULA ESCREVE SOBRE A INJUSTIÇA CONTRA O PAI


Um dos principais fatos do dia foi o desabafo feito por Lurian da Silva, filha do ex-presidente Lula, sobre o interrogatório do pai por parte da juíza Gabriela Hardt. Ela disse que viu uma “justiça cega, uma magistrada e um juiz com soberba", insensíveis perante um homem de 73 anos de idade, que está condenado injustamente.
Leia o texto na íntegra:
Ontem eu via a imagem de um homem forte, mas triste, num embate com uma juíza e um promotor soberbos….
Ontem eu vi a justiça agir de forma cega e insensível perante um homem, de 73 anos, inocente, que luta todos os dias para que desfaçam o mínimo da maldade atentada contra ele e sua família.
Ontem eu vi uma jovem mulher que poderia entrar pra história como digna e justa, tratar um inocente com desrespeito, intolerância e total parcialidade.
Ontem eu vi a dor de um homem que injustamente está sendo privado do convívio dos seus amigos, do seu povo, mas principalmente da sua família, das pessoas que ama, dos seus filhos, netos e bisneta…
Ontem eu vi um olhar de tristeza.
Ontem eu vi um olhar de indignação.
Ontem eu ouvi uma súplica: “me leva com você”.
Ontem meu coração partiu em mais pedaços, meu corpo se sentiu mais cansado…
Meu pai, meu amor, TODOS sabem da sua inocência, inclusive os que te julgam, condenam e maltratam.
A história vai cobrar… não estaremos mais aqui pra ver, mas num futuro, a história mostrará quem é quem…
Continuo aqui, com fé, com amor e com esperança.

2 comentários:

  1. A farsa existente na lava jato que o Lula tanto fala tem extratos, e-mails, depoimentos, fotos e até calcinhas e cuecas do casal que frequentava o sítio.

    P.S1.: – Essa juíza vai rachar o Lula ao meio!!!

    P.S2.: - O Lula ainda vai sentir muitas saudades do Moro...

    ResponderExcluir
  2. Quando eu vi uma pobre mulher mãe de 2 filhos vir a minha direção chorando com os seus filhos e eu lhe perguntei o que foi que aconteceu? 0 meu marido tentou me matar e pulei a janela senão eu teria me matado.Mandei que ele fosse ao destacamento policial e minha cunhada que presenciou a cena me disse,meu cunhado em briga de marido e mulher a gente não boca a colher no meio.Mesmo assim eu mandei que ela procurasse a delegacia e eu estava numa bicicleta lhe acompanhei e chegando no destacamento policial um policial disse a mim e a ela com os 2 filhos.

    Nós não vamos lá porque não é a primeira vez que ele tenta matar a senhora.Nós prendemos e levamos para Garanhuns e a senhora foi lá e tirou a queixa crime e ele foi solto.

    Mandei que ela fosse para casa.E eu lhe acompanhei e chegando na Cohab vi a janela quebrada.Mandei que fosse dormir na casa do vizinho. No outro dia levei ela para tirar a identidade e o emissor disse a mim amigo essa mulher é analfabeta e não vota.E eu disse amigo,tire a identidade que eu pago os R$ 10,00 porque eu não estou fazendo isto atrás de um voto e sim uma caridade para uma mulher pobre que foi ameaçada de morte e está passando fome.

    Depois tirei paguei R$ 5,00 e tirei o CPI dela. Fui na casa dela e a energia cortada, a água cortada e eu paguei. No outro dia fui a casa dela de novo e a mesma estava catando feijão pobre para comer.E ela me disse Professor eu prefiro catar feijão pobre para comer do que roubar.

    Procurei a secretária do trabalho e ação social da prefeitura de Lagoa do Ouro Vanderleia Simão do Nascimento e pedi que ele fizesse tudo para colocá-la programa bolsa família .Ela escreveu os 2 filhos no programa.

    Passados uns 15 dias o esposo dela foi no colégio municipal Jandira Pedrosa.E bateu na porta querendo falar comigo. E assim ele se expressou: "professor o sr. esteve na minha casa.E eu disse estive sim.Porque sua me procurou e me contou que você quer matar sua esposa.Não faça isso não porque você não estará matando uma pobre mulher e sim os seus 2 queridos filhos um de 6 e outro de 4 anos.Eu disse a ele vá embora de Lagoa do Ouro que não faltará mulher pra você em Macio e Recife, mas não mate sua esposa para não traumatizar os seus 2 filhos.

    Ele me agradeceu e foi pra casa. Com uns 4 meses o bolsa família da mulher saiu.Encontrei a mesma na praça em Lagoa do Ouro e ela vinha rindo ao meu encontro com os 2 filhinhos todos bem vestidos e felizes.

    E ela assim se expressou: "Professor,eu estou muito feliz porque minha bolsa família e o meu marido voltou".

    Esse testemunho de vida eu dedico a você "LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA" que estás preso por um juiz político impostor vingativo,condenado sem provas materiais,preso 2 vezes ilegalmente e coercitivamente violando a constituição federal em seu artigo 5º inciso LVII que lhe garante a presunção de inocência e o transitado em julgado que é cláusula pétrea que foi rasgada e jogada no lixo e tocada fogo pela ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Dra.Cármen Lucia com mais 5 juízes dos 11 que formam a suprema corte brasileira.Um dia Deus haverá de fazer justiça porque a justiça da terra não vale nada!


    ResponderExcluir