ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

A AMÉRICA LATINA E A CORRIDA PELO OSCAR


Um filmaço que está no catálogo da Netflix é “A História Oficial”, produção argentina de 1985 que foi simplesmente o primeiro longa de toda a América Latina a ganhar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em Hollywood.

A História Oficial teve direção de Luiz Puenzo, com a atriz Norma Aleandro se destacando no principal papel do longa.

Filme foi feito nos estertores da ditadura argentina e conta a história de uma professora de história, burguesa alienada, que ignorava os horrores do regime militar instalado em seu pais, em 1976.

Mais de 30 mil pessoas desapareceram na Argentina, no período da ditadura, que acabou em 1983. Muitas dessas eram crianças, filhos ou filhas de pessoas assassinadas pelos militares, adotadas ou compradas por casais que compactuaram com o regime.

Norma vai aos poucos descobrindo a verdade, inclusive que sua filha adotiva foi roubada de prisioneiros políticos, tendo seu marido participado desse jogo sujo, pois esteve envolvido com o governo autoritário argentino.

Depois da Argentina outros países da América do Sul e Latina conseguiram a estatueta mais famosa do cinema: O México, a Colômbia e o Chile estão dentre eles.

O Brasil ainda não ganhou nenhum Oscar em sua história, apesar de já ter sido indicado para o prêmio em mais de uma ocasião, com boas realizações como “O Pagador de Promessas” (1963), Central do Brasil (1998) e Cidade de Deus (2002)).

“A História Oficial”, o filme argentino, além do Oscar recebeu mais 16 prêmios internacionais, em países diferentes como França, Alemanha, Cuba e Rússia.

Lançado há mais de 30 anos, o longa não envelheceu. É um olhar sobre a história da Argentina e da América do Sul. Ao saber um pouco mais do que foi a ditadura no país vizinho, os brasileiros podem se conscientizar de que regimes arbitrários são um mal e lembrarem que também já passamos por momentos terríveis na história.

O Pagador de Promessas com Anselmo Duarte e Glória Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário