GOVERNO MUNICIPAL

GOVERNO MUNICIPAL
PREFEITURA DE GARANHUNS

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

FOLHA DE SÃO PAULO DESTILA PRECONCEITOS CONTRA NORDESTINOS POR CONTA DAS ELEIÇÕES DESTE ANO


Por Junior Almeida

É sempre assim: basta ter eleições, principalmente para presidente da república, que os xenófobos aparecem arrotando suas mágoas e preconceitos contra o povo do Nordeste. Aconteceu, por exemplo, há quatro anos, quando Dilma Roussef ganhou “em campo” as eleições e, as redes sociais foram invadidas pelos que não aceitavam perder mais uma para o PT. Dá até para entender. Se Aécio que foi o candidato que perdeu para a mulher não aceitou a derrota e, com sua turma sabotou o Brasil, não surpreende que seus seguidores fizessem o mesmo.

Até nordestinos que moram no Sudeste do país, imbecilizados pela mídia e para se sentirem aceitos por lá, com a dor da derrota, foram às redes para falar mal dos seus irmãos. Teve cabra nascido por essas bandas até que disse que “os nordestinos fizessem o favor de não ir mais a São Paulo, que ficassem em sua terra seca comendo palma e calango”. A postagem recebeu centenas de curtidas e comentários de pessoas que pensam igual ao autor da postagem. Parece até castigo, mas, recentemente foi feita uma reportagem dizendo que essa figura e várias da sua família perderam o emprego depois do golpe, mas que ainda acham que a culpa dos seus infortúnios é do Partido dos Trabalhadores.

O alvo dos auto denominados “cidadãos de bem” são sempre os nordestinos, que no entendimento dos que se acham superiores, não sabem votar. É incrível como essas pessoas não conseguem entender e nem respeitar os motivos que cada pessoa tem para votar em candidato A ou B, querendo por meio da força e constrangimentos impor a sua vontade.

O portal Brasil 247 de hoje noticia que o jornal Folha de São Paulo diz que no Nordeste o povo não sabe nem pronunciar o nome Haddad, deixando subentendido nas entrelinhas da matéria que se “não sabem chamar o nome do seu candidato, que dirá, saber votar”. Parece piada, mas não é. O jornal da família Frias quer por fina força incutir na cabeça dos seus leitores que os nordestinos são todos ignorantes ao ponto de não saberem nem pronunciar o nome de seu candidato Fernando Haddad. Ignorância pura, deles, é claro!

A reportagem do jornal paulista diz que Haddad por aqui é apenas um número. Ué?!  E não é assim, ou será que na urna eletrônica se digita o nome de alguém? O candidato do PT pode ser chamado de Haddad, Adraike, Radarde ou Alade, como diz a Folha, ou ser também Zé, Mandrake, Pedro, Migué ou Mané, mas o detalhe que eles não percebem é que independente no nome que dão no Nordeste ao ex-prefeito de São Paulo, uma coisa é certa por aqui: Haddad é Lula, e Lula é muito mais do que uma simples pessoa. É uma ideia, uma forma de pensar e governar que o povo não esquece. Haddad é o 13, e dificilmente, por mais ignorante que seja o eleitor, ele não vai esquecer desse número. As pesquisas no Nordeste que o digam.

*A reportagem do 247 está aqui e a da Folha de São Paulo aqui.

2 comentários:

  1. Vc que arrota contra Lula e a Família dele, que considero como minha, aproveita agora e manda brasa.
    Lula e Dilma ajudaram a transformar o Nordeste!!!

    Eleitor que não é dono do seu voto, vive tentando denegrir a imagem das nossas Famílias.
    Eleitor que é como barata, aonde passa deixa o fedô e o Povo se afasta.
    Bola pra frente!!!
    Haddad Lula da Silva 13
    Humberto 130
    Silvio 700.
    Para Pernambuco e o Brasil Felizes de Novo.

    ResponderExcluir
  2. Quem despreza o povo não entende que não há país sem alma
    POR FERNANDO BRITO · 24/09/2018 (RECOMENDO A LEITURA DESTE ARTIGO) WWW.TIJOLACO.COM.BR

    ResponderExcluir