ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

CAMPANHA ESQUENTA COM ATAQUES DE CIRO E DE BOULOS


A campanha presidencial “pegou fogo” hoje, com Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL) subindo o tom dos discursos.

Numa entrevista em São Paulo, o ex-governador do Ceará atacou de forma dura o candidato Jair Bolsonaro (PSL): “Ele é um projeto de Hitler tropical, mas muito mal elaborado”.

Ciro tem entre 10 e 12 pontos nas pesquisas eleitorais, atrás de Bolsonaro (entre 26 e 28% das intenções de votos) e Fernando Haddad (22 a 24%).

O outro “tiro” dado hoje na campanha aconteceu agora há pouco, num debate entre os presidenciáveis promovidos pelo SBT e Portal UOL.

Programa já começou quente, quando o esquerdista Guilherme Boulos perguntou ao ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) onde estava o dinheiro da merenda que foi desviado em São Paulo.

O tucano rodou, rodou e não respondeu à pergunta.

Quando a palavra voltou a Boulos ele nocauteou Geraldo. Lembrou outros escândalos dos governos paulistas, como o trensalão e a roubalheira nas obras do metrô e bateu pesado: “Você é o Sérgio Cabral que não está preso”.

Traduzindo: chamou o ex-governador de ladrão e ele teve de engolir a provocação.

*Numa foto de arquivo da Carta Capital, Ciro, Manuela D´Ávila e Guilherme Boulos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário