ALEPE

ALEPE
ALEPE

sexta-feira, 16 de março de 2018

AÉCIO NEVES, O PROFETA DO CAOS


O senador Aécio Neves (PSDB) foi irresponsável e profético, ao prever tudo que aconteceria no Brasil do final de 2014 até este começo de 2018.

“Vamos obstruir os trabalhos até quebrar o país e a presidente Dilma ficar incapaz de governar”, disse o político tucano ao ser derrotado nas urnas.

Não deu outra. Aécio teve apoio do seu partido, depois juntaram-se outras legendas, a grande (na verdade pequena) imprensa, setores do Judiciário e Ministério Público, empresários e os que levam a “vida de gado”, os que fazem o que a classe dominante quer.

O Brasil saiu dos eixos, retira direitos dos trabalhadores, quer acabar com a aposentadoria, a violência explode em todos os estados, as liberdades são suprimidas, a censura está de volta em alguns setores, o país perde o respeito internacional e muitos da classe média e média alta trocam sua terra pelos Estados Unidos, Portugal, França, Inglaterra, Alemanha, Argentina...

Dilma não era política como Temer, não fazia concessões aos deputados salafrários que infestam o Congresso.

Não deu aumentos estratosféricos à casta do Judiciário, não aumentou em proporções gigantescas as verbas publicitárias de jornais e revistas que hoje pouca gente lê.

Não roubou, mas cometeu erros, não teve jogo de cintura para lidar com um parlamento na contramão dos interesses populares.

Saiu a mulher honesta, sem muito traquejo político, e a casa foi ocupada por uma quadrilha de nobres, bem vestida, que fala bonito e rouba com classe.

Os patos caíram no conto, acreditaram em William Bonner, Miriam Leitão e no racista Willian Wack.

E toda essa turma, os quadrilheiros e seus porta vozes, continuam distorcendo, omitindo, mentindo, manipulando e o Brasil vive uma espécie de “Idade da Trevas”.

O desemprego aumenta, cai o poder aquisitivo, os pedintes que haviam desaparecidos voltam às ruas.

Temos um governo ilegítimo, voltado para os interesses dos ricos e dos grandes oligopólios internacionais.

Os pobres são espremidos, ficam se perspectiva, têm esperança na volta do Lula, mas este é transformado em bandido pelos que querem um país de ricos e escravos.

Não importa as consequências. Que o Brasil seja achincalhado na Espanha ou em Portugal, que o nosso povo tenha menos qualidade de vida que na Argentina, Peru ou Uruguai.

Que os jovens estejam perdidos. Que roubem o futuro das crianças.

Em 2014 a gasolina custava pouco mais de R$ 2,50, o gás de cozinha R$ 32,00. Hoje o primeiro item passa dos quatro reais e o botijão do gás está por R$ 65,00 nos lugares mais baratos

No fim das contas, Aécio venceu. Dilma foi derrotada, Lula e o PT foram feridos de morte.

Isso só acabará quando o povo acordar,  se rebelar e derrotar nas ruas os manipuladores, os políticos profissionais, os reacionários, os bandidos de colarinho branco.

Por enquanto, está de parabéns o Aécio Neves, o profeta do caos.

*Clique na imagem para melhor visualiza-la.

3 comentários:

  1. Esse sujeitinho interpretou muito bem a tática vulgar de o ladrão sair correndo a gritar “pega ladrão”, a prática perversa de transformar a vítima em culpada.

    P.S.: - POR SER UM SUJEITO TÃO DESONESTO QUANTO O LULA, AECINHO DO PÓ É O TIPO DO COXINHA QUE VIVE DE MORTADELA...

    ResponderExcluir
  2. 0 senador Aécio Neves e Marina Silva que eu votei em 2014 aplicaram o quanto pior,melhor.Hoje parece que um tem vergonha um do outro.

    ResponderExcluir
  3. Quando nós vimos os juízes do Brasil pararem para os seus auxílios-moradia permanecerem mesmo para aqueles que tem imóveis próprios onde moram mostrou a cara da elite do Brasil.

    Quando um juiz da qualidade do Dr. Sérgio Moro parcial e seletivo nestes 4 anos veio a público e disse que recebe hoje auxílio -moradia porque ele não teve aumento salarial mostra a cara das elites brasileira.

    Um juiz ganhava uma média salarial em 2002 de R$ 12.748,00.
    Em 2016 foi para R$ 16.509,12.Em 2010 foi para R$ 26.723,12.Em 2014 foi para R$ 33.763,00 e em 2016 após o impeachment foi para R$ 39.293,00.E vem o juiz e diz publicamente que não teve aumento,sinceramente,parece que nós somos uns trouxas mesmo!

    ResponderExcluir