Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ESCOLA DE SAMBA DO RIO PROTESTA NA SAPUCAÍ

Por Junior Almeida

A segunda feira de carnaval amanheceu com o Brasil falando nas redes sociais do desfile da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti. O motivo? Um soco no estômago do golpe e de sua mídia aliada. A quarta agremiação a entrar na avenida veio a Marquês de Sapucaí para falar da escravidão e perguntar se ela tinha acabado, e foi justamente nesse questionamento que a escola de samba protestou, deixando numa tremenda saia justa a emissora detentora dos direitos de transmissão da festa, a Rede Globo, que mostrava o desfile ao vivo. O constrangimento estava estampado na face dos seus apresentadores.


Uma das alas da Tuiuti ironizou as pessoas que foram às ruas vestindo verde e amarelo para pedir a saída da presidente Dilma Roussef, os chamados coxinhas ou patos amarelos. Com o nome de MANIFESTOCHES (foto acima) a representação mostrou que as pessoas foram manipuladas, pela mídia e capital, fazendo as pessoas pensar que estavam protestando contra a corrupção. Também se pode ver pessoas vestidas com carteiras de trabalho, enlameadas pela retiradas dos direitos dos trabalhadores e a corrupção. Outra coisa que a escola mostrou, foi uma coisa difícil de ver no Brasil real: tucano preso. No meio dos componentes da escola, uma gaiola com o famoso pássaro encarcerado pedia punição para as pessoas desse partido que parecem estarem imune à lei. Lógico que a grande mídia não mostrou.


Outro destaque da Escola foi um sósia do presidente Temer retratado como vampiro, exterminador dos direitos dos trabalhadores. Mesmo com esse protesto explícito, o programa Bom Dia Brasil de hoje, ao fazer um resumo dos desfiles das escolas, resolveu falar que o carro alegórico que levava o Michel Temer vampiro, representava o carro das “classes dominantes”, apenas isso, achando melhor destacar na notícia uma senhora de 92 anos que desfilava numa cadeira de rodas.



Antes de começar os desfiles, funcionários da emissora carioca foram aos barracões das escolas fazer uma espécie de triagem para decidir o que mostrar ou não ao seu “país maravilhoso”, mas, com certeza a Paraíso da Tuiuti guardou a sete chaves os segredos do seu desfile. As redes sociais no díade hoje o desfile/protesto estava entre os assuntos mais comentados, mostrando que mesmo com tanta censura prévia e manipulação de informações, nos dias atuais é difícil esconder os anseios do povo.

Um comentário: