domingo, 28 de janeiro de 2018

MARÍLIA ARRAES EMPOLGA MILITÂNCIA EM SERRA TALHADA


O lançamento da candidatura de Marília Arraes (PT), neste sábado à tarde, em Serra Talhada, superou as expectativas dos organizadores do ato político.

Cerca de quatro mil pessoas estavam no local do evento e nos arredores, acompanhando o tempo todo, com muito entusiasmo os discursos dos petistas e aliados, todos pregando mudanças reais em Pernambuco.

Representantes de 70 diretórios municipais do Partido dos Trabalhadores se fizeram presentes e outros 10 enviaram nota de apoio à pré-candidata.

Prestigiaram Marília, além dos integrantes do partido e simpatizantes, lideranças como a deputado Tereza Leitão, Dilson Peixoto (que representou o senador Humberto Costa, o ex-deputado federal por cinco mandatos Fernando Ferro e o prefeito anfitrião, Luciano Duque (PT).

A neta de Arraes marcou posição, deixando claro que hoje representa a verdadeira mudança em Pernambuco.

Paulo Câmara teve a sua chance e fracassou, enquanto o outro grupo que se diz oposição é integrado por políticos que quatros anos atrás estavam com o governador e outros servem ao governo de Michel Temer.

Embalada pelos bons números obtidos nas pesquisas, Marília Arraes sabe que o jogo ainda está começando e que a partir de agora, vencidas algumas resistências internas, a candidatura tem tudo para decolar e chegar no período eleitoral com a vereadora liderando as intenções de voto.


“Se o pernambucano dizia que não tinha opção para votar agora tem. Vamos votar na neta de Miguel Arraes”, defendeu o petista Eraldo Ferreira, um dos garanhuenses que prestigiou o lançamento da candidatura em Serra Talhada.

2 comentários:

  1. Tem muito chão pela frente... Muitas pedras no meio do caminho... Mas, pra frente é que se anda !!!

    ResponderExcluir
  2. Essa jovem tem uma militância aguerrida composta de trabalhadores rurais cujos movimentos foram esquecidos pelos últimos governos de Pernambuco.0s sindicatos Rurais,a Fetape com a Cut e as outras centrais sindicais estão sendo discriminados e derrotados pelos Deputados Federais e Senadores que tem votado contra os trabalhadores.Vocês querem ver esses trabalhadores se manifestarem a todo vapor a uma temperatura de 100ºC prendam o Lula e façam e aprovem a reforma da previdência acabando com as aposentadorias e façam conforme o fez a polícia federal com a operação lava jato com o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral que exibiram acorrentado como se ainda vivêssemos a era da escravidão e das torturas!

    Essa jovem ainda vai passar as pernas nesses caciques da política pernambucana. Tem candidato totalmente perdido em se aliar aos algozes de Dilma e Lula.

    ResponderExcluir