ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sábado, 27 de janeiro de 2018

CANDIDATURA DE MARÍLIA É LANÇADA EM SERRA TALHADA

Depois de aparecer em mais de uma pesquisa política com forte potencial eleitoral, embolando a disputa pelo Governo do Estado com Armando Monteiro e Paulo Câmara, a vereadora Marília Arraes vai tornando sua candidatura inevitável, mesmo que alguns medalhões do PT, como o senador Humberto Costa, demonstrem nítida má vontade em relação às pretensões da neta do ex-governador de Pernambuco.
Neste sábado, dia 27, Marília terá seu nome lançado para concorrer à sucessão estadual, com apoio da militância jovem, vereadores da região metropolitana e interior, além de alguns prefeitos, como Luciano Duque, de Serra Talhada, e Luiz Aroldo, de Águas Belas.
Aqui na região a petista tem um grupo expressivo de simpatizantes, dispostos a vestir e suar a camisa para levá-la ao Palácio das Princesas.
Em Garanhuns, Saloá, Brejão, Bom Conselho, Caetés, Capoeiras, Paranatama e outros municípios lideranças jovens, que pregam a renovação política no Estado, estão fechadas com a “neta de Arraes”, que já ganhou a simpatia também de pessoas simples das cidades pequenas e zona rural.
O lançamento neste sábado acontece em Serra Talhada e o ato tem total apoio do prefeito do município sertanejo, Luciano Duque.
Na última pesquisa divulgada em Pernambuco, realizada pelo Instituto Múltipla, Armando Monteiro (PTB) lidera as intenções de voto, com 20,5% da preferência dos eleitores. Paulo Câmara (PSB) está em segundo lugar com 16% e Marília em terceiro, somando 14,5%.
Mesmo sem a estrutura do petebista e do socialista, a vereadora está empatada tecnicamente com Paulo e a seis pontos de Armando.

O sobrenome Arraes reforça a candidatura, resta saber a influência que a condenação de Lula terá no pleito estadual de 2018.

2 comentários:

  1. Essa arrumou um padrinho bandido condenado já no começo da carreira. A vereadorazinha filhinha de "oligarquia" já começou bem né não?

    KKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  2. No município de Lagoa do Ouro como se comportaram as duas lideranças que hoje disputam as eleições municipais.

    Quem é governo em 2006 estavam com Mendonça Filho do PFL e Jarbas Vasconcelos do PMDB.Quem é oposição estavam com Eduardo Campos PSB e Humberto Costa PT.

    Em 2010 quem é governo estavam com com Eduardo Campos,Humberto Costa e Armando Monteiro.E quem é oposição estavam com Eduardo Campos ,Humberto Costa e Armando Monteiro.A única diferença eram os Deputados Estaduais e Federal.

    Em 2014 até 09 de setembro quem era governo estavam com o PSB do Paulo Câmara calados.Quem é oposição estavam engajados totalmente na campanha de Armando Monteiro e Humberto Costa.Houve um comício de Armando Monteiro na quarta feira e na outra quarta -feira quem era governo foi para oposição e quem era oposição foi para o governo do ex-governador Eduardo Campos. As bandeiras do Senador Armando Monteiro foram todas rasgadas e tocadas fogo.


    Em 2018 não sei como se comportarão quem é governo e quem é oposição.0 governador que nunca foi a Lagoa do Ouro e em matéria de obras nada fez no município e quem o governo em 2014 não se pronuncia e quem é governo faz do PSB e assim ninguém sabe se o filme de 2014 será repetido em Lagoa do Ouro.

    0 que existem mesmo é muita fofoca o que já dura 26 anos com as idas e vindas dos políticos feito a roda gigante,uma hora tá de cima e outra hora tá debaixo e o eleitorado fica na corda bamba.

    Portanto, existe um espaço entre as duas retas e entre os dois pontos com uma interrogação no meio.Quem é quem em 2018? Somente o tempo dirá!Esta é cara da política estadual e federal,os partidos sem ideologia e sem consideração a ninguém,totalmente perdidos!

    ResponderExcluir