ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

GLOBO DEMITE JORNALISTA POR ATO DE RACISMO

Pouco mais  de um mês após aparecer num vídeo fazendo comentários racistas, o jornalista William Waack foi demitido da TV Globo.
A informação foi divulgada pela empresa em um comunicado divulgado nesta sexta-feira, dia 22.  A nota é assinada pelo diretor de jornalismo da TV Globo, Ali Kamel e pelo ex-âncora do "Jornal da Globo".
"A TV GLOBO e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham", diz o comunicado divulgado pela emissora.

O jornalista nega que teve o objetivo de fazer ofensas raciais, embora o vídeo, amplamente divulgado não deixe dúvidas disso.
De todo modo, a Globo tomou as providências necessárias desde o primeiro momento, afastou Waack da apresentação do noticiário das 23h e agora rescinde o seu contrato.
Já o Governo Federal continua devendo à opinião pública. Após o episódio envolvendo William Waack, o presidente da Empresa Brasileira da Notícia, Laerte Rimoli, também adotou uma postura racista ao comentar de forma jocosa um discurso feito pela atriz negra Taís Araújo.

O fato teve repercussão nacional e internacional, denúncias foram feitas em várias instância, mas Michel Temer até hoje  nem ao menos se posicionou sobre o caso.

2 comentários:

  1. Parabéns à Rede Globo, pois o racismo não deve ser tolerado por ninguém. Jamais deve se admitir o que a putada ‘’INCARNADA’’ fez com o ministro Joaquim Barbosa, que fora tratado abertamente nos blogs sujos defendidos pela ralé petralha como MACACO ORANGOTANGO...

    ResponderExcluir
  2. Depois de demitir um dos poucos jornalistas de qualidade que ainda possuía, sugeriria à Globo colocar o travesti, Pablo Vittar, para apresentar o programa. Seria a cereja do bolo para o fim da Globo KKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir