Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

MORRE O FUNDADOR DA REVISTA PLAYBOY

Por Altamir Pinheiro

A revista masculina PLAYBOY, sem o menor farelo de dúvida foi o talismã, o amuleto, o prazer artificial dos MASTURBADORES desse mundão de my God.    
Criada em 1953, teve um papel importante na mudança de atitude a respeito da sexualidade registrada no século XX. Seu fundador, HUGH HEFNER, que morreu no último dia 27 aos 91 anos de idade, de causas naturais em sua residência de Beverly Hills, a famosa Mansão Playboy, onde celebrou festas lendárias para as celebridades do mundo inteiro. Hugh Hefner era uma lenda, foi um inovador, ele foi  único e sempre será lembrado como alguém que teve um impacto positivo nas mudanças dos VALORES SEXUAIS SOCIAIS de sua época. Para a macharada, Hugh Hefner, levou a imagem de mulheres nuas ao imaginário coletivo americano e posteriormente ao redor do  planeta.

Mestre do marketing, a habilidade de Hefner para a autopromoção tornou impossível separar a sua própria imagem da de seu império. Porém, a exatamente dois anos, outubro de 2015, A revista Playboy anunciou que deixaria de publicar fotografias de MULHERES COMPLETAMENTE NUAS, indicando que este tipo de imagem não tinha mais razão de ser na era da INTERNET, já que a pornografia está cada vez mais disponível.

Segundo se lê na imprensa americana e mais precisamente no jornal The New York Times, quando afirma que  ele definiu um estilo de vida e uma  característica comum a um grupo de indivíduos pertencentes a uma mesma sociedade. Toda aquela sexualidade sempre esteve presente no coração da marca Playboy, uma das mais reconhecíveis e duradouras da história. Mesmo assim, o  clima político e sexual de 1953, o ano em que Hugh Hefner introduziu a Playboy ao mundo, já não se parece com o atual. Agora estamos ou vivemos apenas a um ‘'CLIQUE’' de todos os atos sexuais imagináveis de forma gratuita.

Para abrilhantar a vida pessoal desse  inovador no campo da sexualidade através de fotos de mulheres nuas, consta de sua  folha corrida sexualmente falando, que mais de mil mulheres, em suas nove décadas de vida  teria dormido com ele.  Não é à toa que, Nos últimos anos de sua vida, também frequentou clubes noturnos e manteve um grupo de jovens namoradas, um estilo de vida que ele garantia que o mantinha jovem. Sua atual namorada tinha pouco mais de 30 anos.

Como particularidade, em meados de 2016, a MANSÃO PLAYBOY, cenários das festas organizadas por Hefner, foi vendida a um empresário americano. A propriedade com uma piscina com cavernas e cascatas simboliza os excessos de Hollywood. Durante suas festas épicas, os convidados conviviam com as célebres ''COELHINHAS''. Conta-se que, Elvis Presley teria dormido com oito ''coelhinhas'' ao mesmo tempo na casa de 12 quartos, enquanto John Lennon queimou um quadro ao largar um cigarro de modo negligente.

Mudando de um polo ao outro, mas  sempre a procura do prazer, seria de bom alvitre frisar que, para se ter ideia da importância da revista PLAYBOY  na iniciação do sexo na ala jovem  masculina, pois pensou PLAYBOY, pensou punheta!!!  Para os sexólogos, a adolescência é uma etapa do ciclo vital onde são vivenciadas inúmeras mudanças, de cunho biológico, social e psíquico. Portanto, a masturbação possibilita ao jovem maior conhecimento acerca de sua porção sexual proporcionando que ingresse em um relacionamento a dois mais satisfatório e pleno. Além disso, a masturbação alivia o estresse através da produção de hormônios que aumentam o bem estar.

Masturbação é bom em qualquer lugar, mas no banheiro de portas fechadas e a revista  PLAYBOY em posição privilegiada, além daquela água caindo do chuveiro nos traz outro ambiente e até mesmo uma forma de sair daquela rotina de masturbação só no quarto e na cama. A masturbação feminina é muito diferente da masculina, de fato. Pois para as mulheres sentirem prazer, é um pouco mais difícil; então necessita um pouco mais de concentração. No entanto, conforme pesquisa efetuada pela própria PLAYBOY no ano de 1994, 60% de todos os homens de 16 a 59 anos se masturbavam com uma certa freqüência.


A foto acima que ilustra este texto é a primeira revista PLAYBOY que está sendo folheada pelo seu criador, HUGH HEFNER, que vem na capa A SEX SYMBOLS Marilyn Monroe.  O fato curioso é que, Em 1949, sem dinheiro, ela concordou em posar nua para um calendário. O sucesso foi tão grande que a famosa atriz que personificou o glamour Hollywoodiano acabou ilustrando a PRIMEIRA CAPA DA REVISTA PLAYBOY EM 1953. Pois bem!!! Há quem diga que uma das causas do hoje, cinqüentão,   sofrer de artrose nas mãos seria por causa de, na juventude, ter "FOLHEADO" muitas revistas que tinha como símbolo uma bela  coelhinha. Fazer o quê?!?!?! A masturbação é assim. Um fenômeno universal, que não respeita fronteiras, atravessa gerações e transcende civilizações.  Todos a praticamos. Todos a conhecemos. Mas raramente conversamos sobre o assunto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário