Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

SÃO BENTO DO UNA GANHA AGÊNCIA DO INSS

Num final da manhã e início de tarde muito quente, em São Bento do Una, a 55 km de Garanhuns, foi inaugurada nesta segunda-feira (25), a agência do INSS na cidade. Estiveram presentes à solenidade a prefeita Débora Almeida (PSB), o vice-prefeito Alexandre Batité, o deputado federal e Secretário de Cidades do Estado, André de Paula, o ex-deputado Fernando Ferro, o empresário José Almeida, vereadores, secretário municipais, comerciantes e populares, além do Gerente Executivo do INSS na região, Francisco Alencar, e o Secretário Especial da Previdência Social, Carlos Eduardo Galba.
Débora Almeida lembrou a luta pela conquista da agência do Instituto de Seguridade Social para o município, quando ela atuava como procuradora e padre Aldo era prefeito. Agradeceu ao secretário Galba, ao ex-deputado Fernando Ferro e a presidente Dilma Rousseff pela obra e na oportunidade pediu aos representantes do Governo Federal que ajudassem na liberação de recursos necessários à construção da barragem de São Bento do Una.
Usaram da palavra ainda Francisco Alencar, o presidente da Câmara Municipal, Bruno Braga e o deputado André de Paula. Este reconheceu a importância da obra e fez rasgados elogios ao seu ex-colega de Câmara Federal, Fernando Ferro, fazendo questão de frisar que se trata de um político sério, que sempre soube honrar os seus mandatos.
Fernando Ferro foi o responsável por uma emenda parlamentar que garantiu R$ 400 mil para a construção da agência de São Bento do Una. Foi convidado pela prefeita do município para a solenidade, mas estranhamente o cerimonial não deu a palavra ao ex-parlamentar.
Foi preciso o secretário Galbas quebrar o protocolo e na hora do seu discurso chamou Ferro para se pronunciar.
Tanto um quanto outro fizeram uma defesa firme das gestões de Lula e Dilma, que segundo eles fizeram uma política diferenciada beneficiando os segmentos mais pobres da população e a região Nordeste.
Citaram programas como o Minha Casa, Minha Vida, a descentralização das universidades, o Bolsa Família e a expansão do INSS por todo o Brasil. Segundo Carlos Eduardo Galbas, desde a gestão do presidente Lula que municípios com mais de 20 mil habitantes vêm sendo contemplados com agências do instituto da previdência, com grandes benefícios para os moradores dessas cidades.
No momento em que Fernando Ferro e Carlos Eduardo fizeram a defesa do Governo do PT, foram ensaiadas algumas vaias a seus discursos. Segundo oposicionistas ligados ao advogado Washington Cadete, a hostilidade partiu de algumas pessoas que estavam na frente da plateia, que ocupam cargos de confiança na Prefeitura.
Além da agência do INSS de São Bento do Una, o Secretário Galbas inaugurou mais duas em Pernambuco, nesta segunda-feira: uma em Lajedo, também no Agreste, e outra em Buíque, no Vale do Ipanema, na região do Sertão de Arcoverde.

10 comentários:

  1. concordo plenamente com o texto desta matéria, pois está relatando a verdade dos fatos,que ocorreu na solenidade de inauguração, o cerimonial da Previdência Social não ter relacionado o Ex- Deputado Federal Fernando Ferro como orador foi uma grande injustiça.

    ResponderExcluir
  2. Carlos Eduardo Gabas, o secretário especial da Previdência Social.

    ResponderExcluir
  3. Peço perdão por não ter relacionado no comentário o nome de FRANCISCO ALENCAR (CHICO),que teve papel importantíssimo para viabilização da agência INSS São Bento do Una. Muito obrigado amigo Chico. Acacio Melo

    ResponderExcluir
  4. Não vi nenhuma hostilidade ou início de vaias, há pessoas que não compartilha com as falas de Ferro e de Gabas, que com muita sinceridade achei importantíssimas, pois relata o que estamos vendo no cenário nacional,uma oposição golpista que não tem projeto para melhorar o nosso País.Vamos contribuir para melhorar nosso BRASIL e quem tiver cometido delitos ou atos de corrupção, que seja julgado, condenado e pague na cadeia. Acacio Melo

    ResponderExcluir
  5. Roberto, só não ouvi vaias, principalmente na frente. Pelo contrário, o discurso de Ferro, assim como o de Gabas empolgaram a platéia. Houve sim, um burburinho, quando ele citou Washington, mas quando Lula e Dilma eram citados e muitas vezes o discurso era interrompido por aplausos.

    ResponderExcluir
  6. José Fernandes Costa26 de janeiro de 2016 00:07

    Fernando Ferro sempre foi um político digno, respeitado. - Com todo esse lamaçal no parlamento, nunca se falou nada que desabonasse a conduta de Fernando Ferro!! - E notem que a imprensa está sempre na marcação implacável contra os petistas. - Mas, nada falou contra Fernando Ferro. – Se nada falou contra, possivelmente, porque nada existe que o macule. – E talvez, por isso mesmo, o cerimonial da Previdência Social, não se dispôs a lhe conceder a palavra!! /. /.

    ResponderExcluir
  7. Francisco Alencar, os burburinhos vieram da troupe da Sra. Prefeita que levou todos os comissionados e alguns contratados. Acacio Melo, vc vive de aparências, seu PT não é o PT de Ferro, vc sempre apoiou a direitona conservadora de São Bento do Una, hoje vc tenta agradar ao grupo do Zé, procurando uma boquinha. Teresa Leitão, João Paulo, Humberto Costa e Ferro, defendem a candidatura de Washington Cadete, espera o momento e os verá no palanque dele. O que tem de melhor na tua família é teu irmão Carlão, aquele é o que é, faz o que faz e não procura viver de aparências. Espera mais um pouco que mandarei o currículo de Carlão.

    ResponderExcluir
  8. Uma celeuma criada tudo por causa da paternidade de uma obra federal. Falta de habilidade de quem pronunciou o nome de uns em detrimento do outros.

    O vereador pediu,o ex-prefeito pediu,a obra saiu na administração da Prefeita que teve seu pai vice do ex-prefeito Pe Aldo,assim,concordamos,todos pediram e agora a obra chegou.

    Lembro muito bem que quando o ex-governador Eduardo e Jarbas foram a várias cidades e subiram nos palanques dos adversários e deixaram os seus a ver navio.

    É um assessorando incompetente esses que acompanham essas autoridades de governo.No palácio do governo tinha um incompetente chamado Petrônio que veio com Jarbas e e escanteou os seus militantes.O troco foi dado em 2010 quando ele saiu candidato a governador e somente teve 112 votos.

    ResponderExcluir