SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

GOVERNO SABIA SOBRE PLANO DE FUGA DE DETENTOS

Em um sistema prisional saturado, o mais abarrotado do Brasil, que de acordo com o Ministério da Justiça, Pernambuco tem 32 mil detentos para cerca de 11 mil vagas, que dá quase três presos por vaga. Isso quer dizer que o Estado está com uma superlotação de 265%.Desde janeiro do ano passado, o governo decretou estado de emergência no sistema prisional durante um período de seis meses. A medida foi anunciada uma semana após o término de uma rebelião que resultou na morte de dois detentos e um policial militar no Complexo do Curado. Os detentos pediam celeridade quanto aos processos referentes à concessão de benefícios e denunciavam a superlotação.

Passado esse tempo, o quadro não mudou, e a segurança pública de Pernambuco continua caótica. Para piorar a situação, na segunda feira (25) o governador Paulo Câmara afirmou que não existem recursos para construção de novas unidades carcerárias no Estado, em uma eventual substituição ao antigo Aníbal Bruno, que o Ministério Público (MP-PE) recomendou sua desativação. A recomendação foi feita após duas das maiores fugas da história do sistema prisional do estado acontecerem em um intervalo de três dias. Ao todo, 93 presidiários fugiram tanto no presídio, denominado atualmente como Complexo Prisional do Curado, quanto na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em na Ilha de Itamaracá, Norte do Grande Recife. 

A respeito da última fuga, o que parece inacreditável é saber que há pelo menos um mês o secretário-executivo de Ressocialização de Pernambuco, Éden Vespaziano, recebeu uma mensagem pelo WhatsApp informando que os detentos da Penitenciária Barreto Campelo iriam realizar uma fuga em massa, inclusive com apoio de pessoas do lado de fora da unidade prisional. Essa mensagem foi repassada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco, mas nenhuma providência foi tomada para evitar a fuga.

Um total de 53 detentos fugiram do Presídio Frei Damião após o muro da unidade ser aberto, na quarta-feira (20), segundo os Peritos do Instituto de Criminalística. Entre os presidiários que fugiram, após trocarem tiros com policiais, ao menos dois são considerados de alta periculosidade e lideravam facções dentro da unidade.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, confirmou que as suspeitas de fuga eram de conhecimento da secretaria. "Sempre vai acontecer tentativa de fuga. Tentativa de fuga tem todo dia. A secretaria sempre sabe. Temos um núcleo de inteligência muito bem instalado", disse o secretário à TV Jornal.

De acordo com a Secretaria Estadual de Ressocialização (Seses), R$ 2 milhões serão investidos pela reformar a unidade. As obras devem durar cerca de 180 dias. A pasta informou que será construído um muro de concreto na penitenciária, com dispensa de licitação para dar celeridade à obra.

O muro atual, originalmente de tijolos e erguido na década de 70, passará a ter uma estrutura de dois metros de altura e 15 centímetros de espessura de concreto armado. 


*Com informações do PE 247.

3 comentários:

  1. Tudo mintira. Blog 247 do PT kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Quando esse cidadão assumir o Estado, e poder ser q a segurança, saúde e educação melhore, ao invés de só querer aumentar e criar impostos nesse Estado, que é infelizmente o q ele só fez.

    Felipe Soares- Lacerdópolis

    ResponderExcluir
  3. Paulo câmara "COMPETÊNCIA EM ARRECADAR" e o povo voto num cara com um slogan desse vcs queriam o que?

    ResponderExcluir