ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

terça-feira, 24 de novembro de 2015

ESCOLAS PAULISTAS ENSINAM ODIAR O PT

Que atos e matérias ditas jornalistas que estimulam o ódio ao Governo e ao Partido dos Trabalhadores são criadas todos os dias, não é novidade pra ninguém. Existem até os que lucram com isso,  como os que vendem camisetas estampadas com a mão de Lula faltando um dedo, e outros brindes odiosos, como um adesivo que tem a imagem vulgar da presidente Dilma, colada nas tampas dos tanques dos carros. A novidade agora, é que a satanização do PT foi feita por uma instituição pública no Estado de São Paulo. O caso é tão absurdo que o G1, portal das Organizações Globo, sempre tão pró oposição,  noticiou e o DCM, mais esquerdista, republicou. Abaixo a postagem dos citados portais:
"Estudantes de duas salas do 9º ano da escola municipal Antônia Antunes Arouca, no bairro Massaguaçu, em Caraguatatuba (SP), receberam durante a aula, neste mês, uma apostila que faz apologia contra o PT e a presidente Dilma Rousseff. A prefeitura informou que instaurou um processo administrativo para apurar a conduta do educador.
Os exercícios são relacionados sobre o uso correto da vírgula. Em um deles, por exemplo, é citado a sigla do Partido dos Trabalhadores. “O PT é ladrão, traidor e enganador (vírgula separando predicativos)”.
Em outro tópico, a apostila menciona o nome da presidente do Brasil para explicar o uso da vírgula. “Dilma, a presidenta, e seus 40 ladrões afundaram o país (aposto)”.
O jornalista Antonio Santiago, pai de um aluno do 9º ano do Ensino Fundamental, afirmou que seu filho mostrou o material enquanto estudava para fazer uma prova. “Meu filho foi fazer uma cirurgia em São Paulo e recebeu esse material para estudar enquanto se recuperava. Procurei a escola e me disseram que foi um grande engano do professor. Acredito que é papel da escola formar opinião, não doutrinar nossos filhos”, disse.
Caraguá atualmente é administrada pelo prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB). A coordenadora regional do PT, Rose Gaspar, classificou o caso como ‘infeliz’ e disse que estuda entrar com ação judicial. “Lamentável que a educação municipal permita que esse tipo de agressão ou intolerância ocorra dentro de uma escola. Acho infeliz. Estou aguardando as provas chegarem para sabermos quais seguimentos vamos dar junto ao nosso jurídico”, disse".


Um comentário:

  1. Roberto,
    Entendo que quem está ensinando o povo odiar o PT, são os seus próprios atos. Você não achoa que o Funcionalismo Publico Federal sem reajustes em todos os governos do Partido dos Trabalhadores, já não é uma boa lição?
    Sales - Garanhuns

    ResponderExcluir