sexta-feira, 23 de outubro de 2015

LULA NEGA ACORDO COM EDUARDO CUNHA

Desde que o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), caiu em desgraça perante a opinião pública, alguns setores da mídia familiar do país tenta associar a imagem de dele a Lula e ao governo da presidente Dilma, chegando a Revista Veja em uma de suas recentes capas colocar os três (Cunha, Lula e Dilma) juntos, como se um dependesse do outro para se salvar do tubarão da lava-jato.
Na manhã de hoje,  Lula negou um suposto acordo do governo com Cunha, alvo de inquérito por corrupção no STF.O ex-presidente Lula ratificou hoje (23) que  não tem acordo nenhum com Eduardo Cunha, até mesmo porque ele 'nem tem mandato para fazer acordo'.
 Lula disse: "Não tem acordo porque eu não tenho nem mandato pra fazer acordo, e não tenho mandato da presidente Dilma. Ao invés de afundar ele, eu quero que ele bote em votação as coisas e deixe o processo seguir naturalmente".
Lula está na Bahia para participar do seminário sobre o Plano Nacional de Educação (PNE) e de reuniões com a base aliada na capital. Na noite desta quinta-feira 22, ele participou, ao lado do governador da Bahia, Rui Costa (PT), do lançamento da "Caravana de Parlamentares em Defesa do PT e do Brasil", que pretende percorrer as principais cidades do Brasil realizando debates com a sociedade nos próximos meses.
"Eduardo Cunha tem o direito de defesa que eu quero pra mim, pra você, pra Dilma... tem o direito de se defender. E se for culpado, vai pagar como todo mundo desse país", ressaltou o ex-presidente.
Ao falar em 2018, disse que a oposição tem medo de seu retorno, mesmo que ele não tenha sido confirmado, e anunciou que vai "começar a bater asas". "Já estão preocupados com evitar a possibilidade – que eu nunca disse que vou voltar – de o Lula voltar. 'Temos que colocar um monte de bazuca e queimar fogo todo dia nesse bailinho pra ele não se meter a besta'. Vou ficar parado ouvindo? Não, vou conversar com o povo brasileiro que é o que eu sei fazer e mostrar por que esse ódio, por que essa intolerância."
"Eu perdi três eleições e voltava pra casa pra fazer outra. Eles perderam a quarta eleição e não se conformam. Porque eles tentam destruir a mandato de uma pessoa que nem começou. Vou começar a bater asas. Vou pro Nordeste, vou pra porta de fábrica. O país tem coisas muito mais importantes do que aquilo que aparece nas páginas e manchetes dos jornais", prosseguiu.
Sobre a tentativa da oposição de iniciar um processo de impeachment, criticou: "Não há nenhuma razão jurídica, nenhuma explicação a não ser a atitude irracional de querer fazer o impeachment. Eu não acredito, porque seria uma coisa tão irracional, de tanta instabilidade..."
"Eu não posso pedir impeachment teu porque não gostei de uma entrevista sua, ou porque você atrasou meia hora. Impeachment é um instrumento jurídico e político muito consequente, que tem que ser usado quando o presidente tenha desrespeitado a Constituição e a sociedade brasileira, que não é o caso da Dilma, que é uma mulher de uma moral e ética, que tem história nesse país", continuou.
Lula também negou ter pedido a saída de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda: "Não [pedi], seria desleal. Não tenho direito de fazer isso, não sou presidente". Sobre Aloizio Mercadante, atual ministro da Educação, descreveu como "quase um gênio de tão inteligente", mas com um "jeito de fazer política diferente do meu". Quanto ao baiano Jaques Wagner, que recentemente assumiu a Casa Civil, acredita que "ele pode ajudar muito a Dilma".
*Por Junior Almeida e informações BA 247.

3 comentários:

  1. O LULA NUNCA SOUBE DE NADA, NEGA TUDO!!! ESSA É QUE É A VERDADE. NUNCA NA HISTÓRIA DESTE PAÍS, UM PRESIDENTE CUNHOU TAL FRASE DIANTE DE ESCÂNDALOS MONSTRUOSOS LEVADOS A EITO POR ELE, COMO O PRÓPRIO PETROLÃO QUE É CONSIDERADO O MAIOR ROUBO DE UMA ESTATAL QUE SE TEM CONHECIMENTO AO REDOR DO MUNDO. MENSALÃO + PETROLÃO + LULA = EU NÃO SABIA DE NADA...

    P.S1.: - Dilma, Lula e o PT, mostram que não entenderam nada daquilo que as vozes roucas da rua entenderam: são eles o motivo da crise.

    P.S2.: - Cuidado, viu!!! Quando os lideres perdem a vergonha... Os liderados perdem o respeito...

    P.S3.: - Nos 13 anos do desgoverno petralha, O PT bateu todos os recordes, mas em números de bandidos...

    P.S4.: - Sejamos justos: a maior obra do governo petralha foi a degradação MORAL do país...

    ResponderExcluir
  2. Quando se trata de corrução, no meu entender para que Lula fizesse algum nexo das coisas que praticou, seria necessário que explicasse porque nomeou para as diretorias da Petrobras personagens apadrinhados por partidos com o propósito de assaltar a Petrobras. Mas não se deve esperar muito de Lula. Primeiro porque ele “não sabia” de nada. Segundo porque acha que não deve nada a ninguém. Muito menos explicações.

    ResponderExcluir
  3. Os partidos e os políticos em geral apenas precisam olhar para o seu próprio umbigo.Os roubos e os assaltos aos cofres públicos vem de muito longe.Vem de no mínimo do ano de 1987,exatamente,28 anos e bota anos nisso.

    O vício,a esculhambação é tão grande que vem de cima do Palácio do Planalto,espalhou pelo Congresso Nacional e veio descendo as SERRAS DAS RUSSAS e desceu mais AS SERRAS DAS PIAS e Santo Antônio do Tará indo desembocar em Palmeiras dos Índios Alagoas e Arcoverde em Pernambuco e chegando até a Capital de Pernambuco.

    E nos eixo de São Paulo , Rio de Janeiro e Minas Gerias aí que a coisa ficou feia mesmo.Foram 12 meses que as oposições batem,cospem,odeia,dão tapas na cara de uma mulher indefesa simplesmente porque mentiu e foi leviana.

    Mas o FHC não foi, o Aécio Neves também não?.E as privatizações,e as Furnas onde tinham mesadas de R$ 100.000,00 mensal?

    Tudo fizeram para golpear uma mulher do poder porque ela pedalou.E FHC e Lula também pedalaram e o Tribunal de Contas da União aprovou tudo.

    Criaram um ódio da besta fera de grande no país inteiro.As paneladas foram tantas que envergonharam muito gente, mas eu mesmo nunca tive medo e vergonha delas, porque já fiz um panelaço em Recife no ano de 1987 ao lado do grande Advogado Dr. Pedro de Assis,defendendo a Casa dos Estudantes de Pernambuco. Sai até na televisão fazendo comida e entrevistado por Magda da Rede Globo.

    E levei o apelido de "RASPADOR DE CAÇAROLA" pelo ex-prefeito da cidade (in memorian) em 1988 em praça pública e depois de eleito vereador o ex-prefeito veio a mim e perguntou se eu votava a favor das prestações de contas dele em 1989 e eu votei porque estavam corretas e aprovadas por unanimidade pelo TCE.

    Hoje eu vejo uma oposição envergonhada,mentirosa, leviana, corrupta e responsável por toda essa crise que aí estar fruto dos grandes aumentos de R$ 21.015,00 dados para as elites: DEPUTADOS FEDERAIS,SENADORES E JUÍZES além do efeito cascata que favoreceu aos PREFEITOS,GOVERNADORES E SEUS VICES, DEPUTADOS ESTADUAIS E VEREADORES.

    Poucos os prefeitos e governadores, vices,deputados e vereadores estão dando o exemplos de um Padre Jorge em Iati, Edimilson da Bahia em Correntes e Danilo em Bom Conselho cortando na própria pele as gorduras que foram aprovadas e criadas pelos 280 deputados federais em dezembro de 2010 e repetida em dezembro de 2014.

    ResponderExcluir