Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

BATATA LUTA POR MAIS SEGURANÇA PARA CAPOEIRAS

Carlos Batata e Alberto Feitosa com o 
Secretário de Defesa Social de Pernambuco

Este ano em Capoeiras já ocorreram nove homicídios. Além disso a cidade e todo o município enfrentam uma onda de assaltos jamais vista no lugar, que já foi um dos mais tranquilos do Agreste Meridional. Para o leitor ter uma ideia do que anda acontecendo na minha terra natal lá em apenas uma semana foram contabilizados 11 assaltos. O medo está instalado entre os moradores, quer vivam eles na zona urbana ou rural.

O clima de terror e violência que assusta os moradores de Capoeiras levou o ex-prefeito e ex-deputado Carlos Batata (DEM) a uma audiência com o Secretário de Defesa Social do Estado, Alexandro Carvalho. Acompanhado do deputado estadual Alberto Feitosa (PR), o democrata relatou ao representante do Governo o que está acontecendo no município vizinho a Garanhuns e pediu providências para que a criminalidade seja reduzida. 

Na audiência Batata conseguiu do Secretário autorização para que o GATI(grupo de apoio tático da Polícia Militar) desenvolva nos próximos dias algumas ações em Capoeiras. É uma boa notícia para os moradores, que ao mesmo tempo deve de colocar de sobreaviso os bandidos.

O ex-prefeito enviou um e-mail ao blog com mais detalhes sobre a sua luta por mais segurança no município que governou de 1989 a 1992:

Estive na última 6ª feira (23.10), juntamente com o deputado estadual Alberto Feitosa, numa audiência com o secretário de defesa social, Dr. Alessandro Carvalho de Mattos, ocasião em que fizemos um breve relato da situação em que se encontra a segurança pública no agreste meridional e, em especial, o município de Capoeiras.

A população da zona rural e da cidade se encontra sitiada, sem poder exercer plenamente o seu direito constitucional de ir e vir, dado o medo que se instalou pela onda de violência no município (Em apenas uma semana, ocorreram 11 assaltos, um atentado homicida que resultou em dois feridos e um homicídio. Os meliantes assaltaram dois mercados, farmácia, caminhão, motocicleta e carro de feirantes que se dirigiam da zona rural para a feira, na cidade. Chegaram, inclusive, a agredir fisicamente mulheres, por não possuírem dinheiro ou pertences).

Durante a reunião com o secretário, entregamos um documento solicitando providências urgentes para que o Estado se faça presente, a fim de garantir a segurança da população do município, e a designação de um delegado especial para apurar os crimes ocorridos.

De imediato, ele autorizou a ida do GATI (Grupo de Apoio Tático Itinerante da PM) ao município de Capoeiras, para realizar ações em parceria com o serviço de inteligência da Secretaria de Defesa Social. Comunicou, ainda, o 9º BPM (Garanhuns) da necessidade de ações policiais mais frequentes, principalmente nos dias em que é realizada a feira da cidade.

Sabemos que a segurança pública é um dever do Estado (governo federal, estadual e municipal). É importante que cada um dos entes federativos cumpra a sua parte. Cabe ao município, portanto, promover ações para promover a segurança de seus habitantes, pelo menos, celebrando convênios com a SDS, para assumir despesas emergenciais como: combustível e manutenção de viaturas, alimentação adequada dos policiais etc. e, ainda, formar uma guarda municipal treinada para dar suporte às polícias civil e militar; instalar sistema de segurança com câmeras nas vias públicas e manter um bom serviço de iluminação pública.

O que é grave é que, pelas informações que se têm, essas iniciativas não existem por parte da atual gestão municipal.

Como cidadão e membro das oposições ao atual governo do município, temos a consciência de que estamos cumprindo com o nosso dever e vamos continuar acompanhado para que as ações do governo estadual e municipal sejam colocadas em prática.

CARLOS BATATA

Nenhum comentário:

Postar um comentário