ALEPE

ALEPE
ALEPE

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

PREFEITO ROSSINE BLESMANY INAUGURA EM LAJEDO A REFORMA E AMPLIAÇÃO DA CRECHE CECÍLIA VILAÇA

A Creche Cecília Vilaça no bairro do Planalto em Lajedo foi construída há 24 anos e foi reformada e adequada pela Secretaria Municipal de Educação, órgão público que mantém a instituição educacional. Na próxima sexta-feira, 25 de setembro, às 16h será entregue à população os reparos feitos na estrutura que fica localizada na Travessa Manoel Pereira Matos, s/n.
Pátio completamente calçado, salas climatizadas, construção de novas salas, banheiro e reparo no banheiro existente, além de pintura e reparos na instalação. A Creche Cecília Vilaça funciona em horário integral, das 7:30 às 16:30 de segunda a sexta, e atende atualmente 205 crianças. Elas dispõem de assistência médica e odontológica e atendimento com uma psicopedagoga.
CURSOS - O CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) em parceria com o PRONATEC formaram a aula inaugural de 5 cursos gratuitos para 130 inscritos na noite desta quinta-feira (17) no Centro de Treinamento. O objetivo é assegurar a autonomia econômica social das famílias.
Favorecidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social, os cursos serão oferecidos de segunda a sexta-feira das 19h às 22h na Escola Pe. Antônio Barbosa. Serão 6 turmas que cumprirão a duração do curso de 3 meses. Através do Governo Federal, Lajedo está sendo contemplada com os seguintes cursos: Agricultor orgânico, Horticultor orgânico, Bovinocultor, Forragicultor e Cuidador infantil.
Para explicar como funcionam os cursos, o supervisor César Augusto Badji e Alcides Miletão coordenador do Pronatec na região, ressaltaram as exigências que compreendem 85% de frequência dos alunos, os quais receberão bolsa de estudos (por dia de frequência) pagas pelo próprio Pronatec. “A ausência de mais de 20% da carga horária acarreta proibição de até 1 ano em qualquer outro curso federal”, frisou o coordenador.

Uma preocupação dos ofertantes e da secretária de assistência social Marconeide Félix é o atraso das apostilas por parte do Pronatec, uma vez que todo material obedece à licitações. Pensando nisso, a Prefeitura adiantará o material xerocado para os 130 alunos, evitando prejuízos. Da mesma maneira, como 50% do alunado são da zona rural, a Secretaria Municipal de Educação fornecerá transporte para volta dos estudantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário