quarta-feira, 30 de setembro de 2015

CAPOEIRAS TAMBÉM VAI GANHAR PARQUE EÓLICO DE PORTE COM INVESTIMENTO DE 1 BILHÃO DE REAIS

Capoeiras terá um parque eólico quase do mesmo porte do que foi inaugurado em Caetés, no último dia 28.

A empresa Casa dos Ventos, com sede em São Paulo, vai investir mais de R$ 1 bilhão no empreendimento, que será construído nas imediações dos sítios Fidelão e Roçadinho, já na divisa com o município de Pesqueira.

Segundo o blogueiro Raimundo Lourenço, de Capoeiras, a prefeita Neide Reino (PSB) é só felicidade com a chegada do complexo, que poderá proporcionar maior desenvolvimento econômico para o município.

Proprietários poderão alugar suas terras por um bom preço para a empresa Casa dos Ventos, como aconteceu em Caetés, onde mais de mil empregos foram gerados com a construção da “usina de energia limpa”.

Em Capoeiras o parque será chamado de São Clemente e este funcionará impulsionado pelas 127 torres a ser instaladas no município.


A Casa dos Ventos está montando o complexo eólico do Agreste Meridional em três etapas. Quando tudo estiver terminado será o maior sistema de produção de energia de Pernambuco, utilizando a força dos ventos.

Na última segunda-feira a prefeita Neide Reino participou da inauguração do parque Santa Brígida, em Caetés, quando teve oportunidade de conversar com Mário Araripe (foto), presidente da Empresa Casa dos Ventos

Um comentário:

  1. Roberto, extrai essas informações com a assessoria de imprensa da Casa dos Ventos, espero que publique:

    O segundo projeto da Casa dos Ventos a ser inaugurado em Pernambuco, Ventos de
    São Clemente, está localizado nas proximidades do complexo eólico Santa Brígida e
    pode ser interpretado como uma segunda fase de um grande conglomerado de
    parques eólicos. Este projeto está em fase de obras civis e terá início de operação
    comercial no segundo semestre de 2016. O complexo eólico Ventos de São Clemente
    é formado por oito parques eólicos, que totalizam 216.1 MW, localizados nos
    municípios de Caetés, Pedra, Venturosa e Capoeiras. Este projeto, quando somado a
    Ventos de Santa Brígida, fará desta região um dos maiores polos de geração de
    energia eólica do país.

    ResponderExcluir