domingo, 30 de agosto de 2015

GOVERNADOR PRESTIGIA O "GANHE O MUNDO"

Governador foi até o Aeroporto dos Guararapes 
 neste domingo desejar boa viagem aos alunos

Denis José da Silva, 17 anos, divide uma casa de três cômodos com os pais e três irmãos, no município de Ribeirão, na Mata Sul pernambucana. Uma realidade bem melhor do que já precisou enfrentar, não faz muito tempo, quando ele e a família sequer tinham um “teto” para se abrigar. A vida difícil não foi impedimento para que o jovem se dedicasse aos estudos. Na manhã deste domingo (30), o pernambucano, que sonha em ser médico, seguiu para o Canadá por meio do programa Ganhe o Mundo. O embarque de Denis e de outros 90 estudantes da rede estadual de ensino, que seguiram para o mesmo País, foi acompanhando pelo governador Paulo Câmara, no Aeroporto dos Guararapes.

Aluno do 2º ano da Escola Padre Américo Novais, Denis sonha com um futuro promissor. “Eu quero aprender inglês para, quando voltar, conseguir trabalhos melhores. Quero também conseguir uma bolsa de estudos lá, numa faculdade”, planeja o jovem. Quem também embarcou com muitos sonhos na bagagem foi Francielle Laís, 15, aluna da Escola de Referência João Pessoa Solto Maior, no município de Sairé. "Estou muito ansiosa e curiosa para conhecer a cultura de lá, como são as pessoas, a língua; interagir com outras pessoas de outra cultura. Eu vim de uma família muito humilde e a minha mãe não teria condições de pagar uma viagem assim desse tipo. O Governo está sendo maravilhoso dando essa oportunidade de graça para a gente conquistar nossos sonhos e nossos ideais fora do País”, disse, com um sorriso largo no rosto.

Ao destacar que o Ganhe o Mundo “transforma vidas” e “alimenta o sonho de que vale a pena estudar”, o governador assegurou a continuidade da iniciativa. “Esse programa, que começou com Eduardo, vai ser mantido. E queremos ampliá-lo dentro das possibilidades do Estado; porque ele tem feito a diferença, tem ajudado as pessoas a aprenderem uma nova língua e terem contato com uma nova cultura, com um novo País. Isso é fundamental para a formação desses jovens. Tenho certeza que, quando eles voltarem, saberão que podem realizar seus sonhos, e vão continuar estudando, vão fazer uma faculdade ou iniciar um curso técnico profissional. Ou seja, vão voltar muito mais determinados e focados a serem felizes. É isso que a gente quer”, afirmou.

O chefe do Executivo estadual também ressaltou que o programa abre “novos horizontes” para quem vivencia a experiência do intercâmbio. “Nossa alegria é ver, claramente, no rosto de cada um que eles estão satisfeitos e felizes em ver que seu esforço valeu a pena. Eles vão ter uma oportunidade que muita gente não teve e não vai ter; de conhecer um outro País, aprimorar uma segunda língua. Eles vão ter o inglês presente para o resto de suas vidas. Isso fará diferença em um mundo tão competitivo como esse em que nós vivemos. Esses meninos - muitos do interior do Estado, a grande maioria - vão poder sonhar mais alto, sonhar cada vez mais”, arrematou Paulo.

Com o coração dividido entre a alegria de ver a filha realizar um sonho e a saudade, a dona de casa Geane Fragoso, 42, não conteve a emoção. Os olhos marejados e um longo abraço marcaram o momento de despedida da filha Maria Luana Fragoso, aluna da Escola Técnica Estadual Cícero Dias. "O coração está dolorido, mas com a certeza de que essa experiência é tudo de bom para ela. É uma oportunidade maravilhosa que vai servir para o resto da sua vida. Eu não teria condições de proporcionar isso para ela. O Governo deu essa oportunidade maravilhosa; espero que ela aproveite tudo de bom que lá vai aprender”, aconselhou.

PARCERIA - À convite do governo canadense, o secretário de Educação, Fred Amâncio, também embarcou com os alunos para o País. Lá, o gestor estadual cumpre agenda oficial na província de New Brunswick. “Terei a oportunidade de ter uma reunião com o ministro da Educação da província. Vamos assinar um memorando de entendimentos, não só para oficializar as parcerias que já temos com o Ganhe o Mundo. Eles também estão disponibilizando a possibilidade de alunos de escolas públicas e privadas fazerem cursos de inglês lá na universidade da província, onde a gente também vai discutir parcerias na área de formação de professores de língua inglesa”, detalhou. “O Ganhe o Mundo está permitindo que a gente expanda as nossas parcerias na área de educação com o Canadá; ele está abrindo outras portas para o Estado”, comemorou Fred.


O PROGRAMA - Criado em 2011, o programa Ganhe o Mundo já beneficiou mais de 3,4 mil estudantes do ensino médio. Além de aprimorar um segundo idioma, os intercambistas pernambucanos vão desfrutar da cultura do país escolhido. Os selecionados têm todas as despesas pagas pelo Governo do Estado, desde a passagem aérea até a hospedagem em casa de família; matrícula em escola de ensino médio, seguro de saúde, além de uma bolsa mensal no valor de R$ 719. (Matéria produzida pela Secretaria de Imprensa do Estado).

Nenhum comentário:

Postar um comentário