segunda-feira, 31 de agosto de 2015

DISPUTA PELO CONSELHO TUTELAR SERÁ ACIRRADA

Quinze candidatos concorrem em Garanhuns a um dos cargos do Conselho Tutelar. A eleição, que promete ser das mais acirradas,  acontece no dia quatro de outubro e podem participar do processo os moradores da cidade, sítios ou distritos que têm domicilio eleitoral no município. Na oportunidade o cidadão (ou cidadã) deve apresentar o título e um documento de identificação com foto.

São cinco vagas para o Conselho e o mandato será ampliado de três para quatro anos, com trabalho remunerado. Os eleitos tomarão posse no dia 10 de janeiro de 2016.

O Conselho Tutelar é um órgão que visa garantir os direitos de crianças e adolescentes, procurando agilizar o atendimento prestado à população infanto-juvenil, criado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Em cada município existe uma sede do Conselho, que atua com apoio da prefeitura e em parceria com a Polícia Militar, o Ministério Público e o Poder Judiciário.

Dentre as funções de um conselheiro estão: atender crianças e pais, aplicando medidas de proteção; encaminhar ao Ministério Público noticia ou fato que constitua infração administrativa ou penal; tomar providências para que sejam cumpridas medidas de proteção aplicadas pela justiça, entre outras.

Os 15 candidatos que disputam as cinco vagas em Garanhuns são os seguintes: Cida da Cohab II; Cintia Danielle; Eliane Silva; Elvécio Espinhara; Genoveva; Isabel Chalegra; Josicleide; Julia Patricia; Luciano da Funase; Manoel Moretson; Mário do conselho; Pr. Ricardo dos Anjos; Pr. Samuel Vitorino; Socorro Carvalho e Stoni Costa. 

3 comentários:

  1. A vida de um Conselheiro Tutelar não é uma tarefa fácil e quase todas as pessoas que eu conheci não desejam jamais continuarem nas suas funções.Algumas delas e deles desistiram pelo caminho.Outras tiveram tantas decepções que preferiram ser qualquer coisa menos conselheira (o).

    Já chegaram a colocar no Conselho pessoas sem a menor noção da função de um conselheiro principalmente na relação com as autoridades civis e militares. Um conselheiro precisa estar preparado psicologicamente para conviver com os pais e filhos no sistema em que alguns veem o CONSELHO TUTELAR como um intromissão de seus filhos.

    Uma certa vez uma filha minha foi abordada por um menor que queria lhe roubar a bolsa na porta de casa.Sai pela rua a procura do sujeito e pelas informações e pistas tomei conhecimento de que se trata de um fulano de tal de menor.

    Procurei o Conselho Tutelar e falei com 3 conselheiros.Todos me aconselharam a procurar a Polícia Militar.Os policiais abordados por mim me aconselharam a procurar a polícia civil. Fui depor na polícia sobre a vida do jovem adolescente infrator.Depois de aberto o boletim de ocorrência o agente da polícia civil disse que o caso seria enviado ao promotor e ao juíz para as devidas averiguações e interrogações dos fatos e dos fenômenos ocorridos.Até hoje nunca fui chamado.

    Passado um certo tempo chamei minha esposa e lhe disse o seguinte: você vai conversar com a mãe e eu vou conversar com o pai.A conversa com a mãe foi de que ele era um rapaz que não tinha jeito, não queria estudar e a vida era mexer no alheio.

    A conversa que eu tive com o pai foi de 2 horas. Ele chegou a dizer a mim de que teria conversado com um dos conselheiros pedindo que tirasse o seu filho da cidade antes que houvesse qualquer coisa negativa ou tragédia. Ele me disse que fez uma ameaça do filho dizendo que o prefeito da cidade iria mandar matá-lo. Ele disse que não daria uma pisa nele porque no outro dia ele iria dar parte de mim e a polícia viria me prender com cassetete e tudo.

    O caso de Poção foi de fato a pior tragédia que aconteceu na vida dos conselheiros e que teve repercussão no mundo todo. Portanto, como é difícil ser um conselheiro tutelar numa sociedade ignorante diante de pais e mães mal educados.

    Uma certa vez uma filha relatou para mim que o próprio pai teria agredido a filha querendo manter um relacionamento sexual com ela e outras irmãs. Outra vez uma parente minha que fora conselheira me contou que fora numa casa em que os pais batiam demais nos filhos e filhas e ao chegar no local o dono da casa saiu com facões e pôs todas para correr.

    Faço um apelo aos eleitores que vão votar para Conselheiro Tutelar que façam um exame de consciência antes de votar procurando dar o seu voto em pessoas qualificadas e preparadas psicologicamente para assumir uma função espinhosa ,todavia que é nobre, cuidar das crianças e dos adolescentes!

    PALAVRA DE UM PROFESSOR DE QUÍMICA E MATEMÁTICA.

    ResponderExcluir
  2. VOU TER A HONRA DE VOTAR EM GENOVEVA, MULHER DE ZÉ PREGUINHO. VOU ENCARCAR O DEDO NA URNA ELETRÔNICA NO NÚMERO 20 E CORRER PRO ABRAÇO. NO ÚLTIMO PLEITO ELA FOI ELEITA(COM MEU VOTO), ATINGINDO A MARCA DE MAIS DE 800 VOTOS. DESTA VEZ, PELO ANDAR DA CARRUAGEM, ELA CHEGARÁ, TRANQUILAMENTE, AOS DOIS MIL VOTOS. QUEM TEM UM CABO ELEITORAL COMO O BOA PRAÇA ZÉ PREGUINHO, NÃO PERDE ELEIÇÃO NEM QUE A VACA TUSSA!!!

    ResponderExcluir
  3. PASTOR RICARDO DOS ANJOS
    VOTO 11
    ESSE TEM TRABALHO PRESTADO COM AS CRIANCAS E SUAS FAMÍLIAS

    ResponderExcluir