GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Governo de Pernambuco

CEDRO É O 1º MUNICÍPIO A RECEBER O FEM 2015

O deputado estadual Claudiano Martins Filho (PSDB) esteve esta semana na Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, com o secretário Danilo Cabral (PSB) e com o prefeito do Cedro (Sertão), Negrinho de Zé Arlindo (PSB).  O município recebeu a 1ª parcela do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal - FEM 3 (2015). Para ter acesso ao dinheiro, as prefeituras precisam comprovar que finalizaram as obras planejadas com recursos do FEM de 2013 e 2014, somente o município do Cedro se encaixa nessa categoria.

Nessa terceira edição do programa, o governo estadual destinou R$ 263 milhões para os municípios e reservou 5% dos recursos repassados a cada cidade para que sejam utilizados na área de políticas públicas para as mulheres.

O prazo de execução dos planos de trabalho do FEM de 2015 é 31 de dezembro de 2016. A primeira parcela dos recursos (30%) só pode ser liberada 30 dias após a aprovação do plano de trabalho e está condicionada à apresentação da prestação de contas final dos repasses da edição de 2014. A segunda parcela (30%), por sua vez, só será paga depois que os municípios apresentarem a planilha contratada, a declaração de 30% de execução do objeto previsto no plano de trabalho, do boletim de medição e relatório fotográfico.

Já o pagamento da terceira parcela (20%) está condicionado à apresentação de declaração de execução de 60% do objeto previsto no plano de trabalho e dos boletins de medição e relatório fotográfico. Por fim, a quarta parcela (20%) será liberada com a apresentação do Termo de Recebimento da Obra ou de documento comprobatório da execução do objeto previsto no plano de trabalho e dos boletins de medição e relatório fotográfico.


(Texto e foto da Assessoria do Deputado).

Um comentário:

  1. O FEM foi uma ideia do ex-governador Dr. Eduardo Campos ao lado do seu ex-secretário de administração,de turismo e da fazenda, Paulo Câmara.

    Quando Dr. Eduardo Campos escolheu o Secretário foi porque sabia de que o homem iria representá-lo a altura pelos cargos assumido na administração estadual.

    Foi muito criticado pelas forças conservadoras e por aqueles que receberam essas obras e com a morte do ex-governador muitos mudaram de lado pensando que a eleição estava consolidada e que jamais ele venceria a eleição quando as pesquisas lhes davam 12% e Dr. Armando Monteiro com 40%.

    É verdade que a tragédia foi chocante, as obras e os mais de 150 prefeitos regaçaram as mangas e foram a luta e a virada veio subindo lentamente e na reta final o eleitorado pernambucano compreendeu os apelos dos filhos e da viúva Renata Arraes Campos e elegeu um governador simples e modesto que soube ganhar uma eleição quase perdida.

    Agora, ele retorna herdando o mesmo sentimento do Dr. Eduardo Campos de servir a todos dentro das possibilidades econômicas do Estado e do Brasil para servir a todos mesmo aqueles que lhes atiram pedras e colocaram espinhos na trajetória vitoriosa.

    Governar a coisa pública é ter um espírito público para servir a maioria que precisa do apoio do Estado para realização de algumas obras grandes que somente o Estado e a Federação podem construir.

    Portanto, aguardo que sua excelência, Governador Paulo Câmara, olhe para a PE-203 que liga Lagoa do Ouro a Garanhuns numa distância de aproximadamente 15 km e faça o recapeamento do asfalto que precisa urgente de reparo e que desde 2008 estamos sempre realizando operações tapa buracos.

    ResponderExcluir