SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

quarta-feira, 24 de junho de 2015

APÓS AMEAÇA DE MORTE JÔ SOARES TEM SEGURANÇA REFORÇADA

É cada vez mais comum pessoas demonstrarem um ódio visceral contra as pessoas ligadas ao PT, ou mesmo aquelas que não combatem abertamente o Partido dos Trabalhadores. Em São Paulo, que parece ser a capital brasileira dessa da intolerância política, chega a ser perigoso uma pessoa sair de casa com uma roupa vermelha, como aconteceu como apresentador Guga Noblat, que mesmo com o filho pequeno nos braços foi xingado e até empurrado por alguns manifestantes mais exaltados que protestavam contra o governo na Avenida Paulista. Foi assim também com o escritor Fernando Moraes, que foi chamado de lixo humano por um internauta que também pediu que o matassem. A bola da vez do ódio dos extremistas agora parece ser o apresentador Jô Soares, pelo simples fato de "ousar" dar voz a autoridade máxima do país, a presidente Dilma Roussef. Jô, que logo após a eleição presidencial disse em seu programa que a tentativa de derrubar uma presidente recém eleita era puro golpe,  vem sendo odiado por pessoas que paqueram com intervenção militar, nazismo e as medidas mais extremas contra minorias. Desde o dia da exibição da entrevista que foi gravada no Palácio da Alvorada, Jô Soares vem sendo vítima dos mais baixos ataques na internet, de anônimos e até mesmo de famosos, como o pseudo humorista Danilo Gentili, que comparou o apresentador a um cachorrinho,  até mesmo questionando seu lado culto. Na semana passada o asfalto da rua em que Jô Soares mora em São Paulo amanheceu pichado com intimidações, pedindo a morte dele. Depois desse episódio a Globo, que age como se não tivesse culpa de incitar esse ódio nas pessoas, resolveu reforçara segurança do artista, que agora tem segurança particular até nas gravações do seu programa.

A Rede Globo está preocupada com o clima hostil, que em certos lugares do país se assemelha com o das torcidas organizadas, que consideram como inimigos quem não torce pelo seu time, chegando a matar apenas por discordar do pensamento do outro. Jô Soares, que parece não se importar com os xingamentos e ameaças, brincou dizendo que "ainda bem não marcaram hora e data de sua morte".

9 comentários:

  1. A Homofobia não é diferente do sexismo,da misoginia,ou da xenofobia. É uma aversão irreprímivel, repugnante, medroso, odioso e preconceituoso, contra aqueles que espondo suas opiniões, ou atos, são condenados as masmorras, porque eles querem. Onde chegamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa quanta besteira. O cara não sabe de bista nenhuma e já quer dizer do que se trata diversas coisas de areas diversas qualifucando-as como sendo a mesma coisa. Eu só aceitaria uma afirmação como discutivel se viesse de alguém com PHD em psicologia, filosofia, biologia e antropologia.

      Excluir
  2. Que reportagem mais tola. Quem alimenta esse ódio e essas bobagens como golpe ou impeachment e vocês blogueiros vermelhos. Está faltando notícia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLHA AÍ MAIS UM ALIENADO PELA MÍDIA. PELA EXPRESSÃO "VERMELHO", JÁ SE SABE QUE É MAIS UM IGNORANTE.

      Excluir
  3. Eu disputei 8 eleições e perdi 6 delas para os verdadeiros compradores de votos e nunca fui para uma rádio qualquer ou pela imprensa censurar,odiar,perseguir ou ameaçar quem quer que seja.

    Todas as minhas derrotas foram faltando apenas 3 dias paras eleições.Sou político desde os meus 17 anos e vejo a nossa política totalmente desfigurada quando os compradores de votos ainda permanecem vivos entre nós praticando todo tipo de estripulia com o pobre povo brasileiro.

    Esses partidos safados,políticos inescrupulosos, verdadeiros compradores de votos que vem atuando no Brasil há mais de 50 anos , pois já tenho 57 anos e, muitos deles entrando ontem na política para nos roubar escandalosamente.

    Quando um homem do quilate de um Jô Soares que conhece todas as mazelas dos políticos brasileiro e sabe que todos eles fazem parte desse complô para derrubar a Presidente da República uma mulher que recebeu um Brasil emborcado e no fundo do poço por duas vezes graças ao GOLPE que 280 picaretas e achacadores praticaram dando para si aumento de R$ 21.000,00 em 12 anos.

    Bateram o quando pode porque a gasolina não subiu e quando sobe todos continuam batendo. Quando a presidente reduziu o IPI para 0% todos ficaram calados. Foram 6 anos em que quase todos puderam sim comprar os seus automóveis e eletrodomésticos e agora quando ela assume o seu mandato e é obrigada a subir o IPI ,a energia e função das duas grandes secas Nordeste e Sudeste e pelos aumentos que os DEPUTADOS FEDERAIS DE TODOS OS PARTIDOS deram para si e os companheiros políticos INCLUSIVE O PT que foram irresponsáveis juntamente com o PSDB, PMDB e PSB fora os outros também.

    Não votei nesse mulher em 2014, mas não comungo com os ataques que foram feitos até agora pelo senador Aécio Neves cujo partido foi irresponsável ao lado do PFL/DEM que criaram uma reeleição sem regra nenhuma e que contribuiu para os postulantes fossem para as ruas e os sitios comprar o eleitorado brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como um homem com esse kilate todo recebe 5 milhões do minustério da Cultura, uma semana anres de fazer a entrevista com a Mulher Sapiem?

      Excluir
  4. José Fernandes Costa24 de junho de 2015 21:10

    Os paulistas e paulistanos são o eleitorado mais atrasado do país. - É o povo menos politizado ou mais despolitizado. - Eles elegeram seguidamente Paulo Maluf e sua corja. - Elegeram Aline Corrêa, filha do vigarista Pedro Corrêa, que hoje está preso. - Elegem a cambada do PSDB que, seja no governo do Estado (Alckmin e Zé Serra), seja na prefeitura, com Zé Serra ou com Gilberto Kassab, essa gente tem histórico de malversação dos dinheiros públicos. - Os escândalos dos trens e metrôs; do material escolar, com o secretário de educação de Serra etc., nada disso foi apurado. – E esse povo sem-vergonha ainda nos vem com radicalismo, extremismo etc. (?!) - Ora, tenha santa paciência. - Quem estiver mal satisfeito com o governo Dilma, pode mudar-se pra Faixa de Gaza! - Sem problema. /.

    ResponderExcluir
  5. O que garante que não foi a propria militancia petista que fez isso para causar.

    ResponderExcluir
  6. "Toda esta crise petista tem a ver com Lula, foi ele quem levou o partido para acordos políticos deletérios, em nome de um pragmatismo político que cobra seus custos".

    Quero discordar do MERVAL PEREIRA neste quesito e neste parágrafo.Toda esta crise petista tem a ver,CATEGORICAMENTE, com o CONGRESSO NACIONAL composto de Deputados Federais e Senadores.

    Em 1982 o ex-governador,senador e vice presidente da República, Dr. Marco Antônio de Oliveira Maciel, criou o voto vinculado.Todos da direita e da esquerda foram contra.O eleitorado teria que votar de cabo a rabo nos candidatos do mesmo partido.Era uma fidelidade partidária forçada.Se tinha ideologia.

    Em 2002 o Tribunal Superior Eleitoral criou a VERTICALIZAÇÃO DAS ELEIÇÕES EM TODO O BRASIL. As coligações teriam que serem iguais do Planalto Central aos Estados e Municípios . Mais uma vez o Congresso Nacional derrubou a resolução do TSE.A direita e a esquerda foram contra sim.

    Em 2007 o STF criou a FIDELIDADE PARTIDÁRIA. O político eleito por um partido perderia o mandato se mudasse para outro partido com exceção de fosse criado um outro partido ou houvesse fusão entre eles.O Congresso Nacional foi o primeiro a esculhambar tudo.

    Em 2007 o Congresso Nacional se vendeu mesmo e aprovou a reeleição do poder executivo sem regra eleitoral nenhuma. Ora, para se candidatar a um simples vereador o servidor público municipal, estadual ou federal tem que se afastar faltando 3 meses.Se for secretário por 6 meses. Se for prefeito ou governador por 6 meses. E por que o poder executivo com a máquina de fazer dinheiro e de se comprar cabos eleitorais permanece no exercício do poder?

    Bush , FHC,Lula e Dilma mostraram ao mundo e estão mostrando que a máquina pública fora usada por todos para se reelegerem ficando uma herança maldita tanto falada por Collor (Sarney),FHC (Collor), Lula( FHC) e Dilma (Lula) aqui no Brasil e hoje Dilma (Dilma).

    Infelizmente nós temos um congresso nacional medíocre.Os dois homens de Pernambuco que mais questionaram todas as coligações partidárias foram Dr. Marco Maciel e Dr. Jarbas Vasconcelos. As amarelinhas de VEJA em 2005 assim que estourou o mensalão trouxe a preocupação de Dr. Jarbas Vasconcelos sobre o FIM DAS COLIGAÇÕES PARTIDÁRIAS que não tem sentido PORRA NENHUMA.

    Mas o que faz a MAIORIA DOS DEPUTADOS FEDERAIS agora em Pleno Século da Luz (século XXI) aprovam a continuidade das coligações partidárias. Não entendo como é que o PMDB que tem um VICE PRESIDENTE DA REPÚBLICA , 6 MINISTÉRIOS quando foi e é governo desde 1985 com José Sarney, Itamar, FHC, Lula e Dilma e fica brigando e esculhambando o governo trabalhando contra?

    Não entendo também como é que o PMDB de Pernambuco apoia o PSDB enquanto que em Brasília o partido fez uma coligação com o PT e nada acontece? É assim que se pede ao eleitorado para ser fiel, honesto e digno?

    A operação lava jato nada mais é do que uma amostra para o povo brasileiro de que todos os grandes partidos estão envolvidos sim direta ou indiretamente. As empresas ganham licitações de todos os governos e doaram milhões de reais para todos eles.Todos receberam sim,mas o que faz os DEPUTADOS FEDERAIS com a aprovação do EDUARDO CUNHA e com o apoio total do PSDB apoiam as doações empresariais como sendo legais.

    Hoje os DEPUTADOS E SENADORES podem tudo inclusive acabar com tudo o que estar errado neste país. Mas como se todos eles aprovaram a ISONOMIA SALARIAL ENTRE OS TRÊS PODERES EM 2010 e agora em 2014 eles mesmos quebraram a ISONOMIA SALARIAL aprovando os seus salários para R$ 33.763,00 e para a Presidenta R$ 30.924,00 e para os Juízes R$ 35.900,00 ? Afinal, acreditar em quem?

    O contraditório é muito importante para nos lembrar de um passado recente e que ainda hoje mexe com a vida de todos nós.Sem ódio e sem medo de ser feliz! Parabéns sim por trazeres textos que nos levam a reflexão.

    ResponderExcluir