ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quarta-feira, 18 de março de 2015

GARANHUNS SEDIA FÓRUM SOBRE SEGURANÇA

Tem início nesta terça-feira em Garanhuns uma série de fóruns comunitários que têm o objetivo principal de discutir, junto à população, questões relacionadas à Segurança Pública. Esses fóruns depois serão realizados em outras comunidades do Agreste.

Ao todo, 10 localidades receberão a ação itinerante – polos escolhidos por conta de risco social pelo 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), comandado pelo tenente-coronel João Emmanuel Leite. Nesta quarta-feira, a comunidade Manoel Chéu é quem recebe a caravana. O encontro de hoje começa às 19h30min, em frente à Associação de Moradores, localizada na rua Oscar Francisco.

A ação conjunta é resultado da parceria entre a Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). Também participarão outros órgãos que integram o Sistema de Segurança e Justiça:  Polícia Civil do Estado (PCPE), Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE), poder Judiciário e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), bem como representantes dos poderes Executivo e Legislativo municipais. 

De acordo com a presidente da AMSTT, Ana Rossini, a iniciativa servirá, também, para compreender as causas da violência nos pontos de maior incidência de crimes e identificar as necessidades urgentes de cada comunidade. "Nós vamos ouvir as comunidades e articular ações multissetoriais que venham impactar na prevenção à violência e ao uso de drogas de acordo com as demandas locais. Vamos dialogar com a população para que haja um esforço conjunto entre as instituições públicas e a sociedade civil por meio do desenvolvimento das políticas públicas, não apenas de segurança pública, mas também de outras áreas como infraestrutura, educação, juventude, assistência social, mulher, dentre outras.  É muito positiva essa iniciativa considerando a amplitude que os fóruns alcançarão”, destaca a titular da pasta.

 A Polícia Militar, um dos órgãos que está à frente, informou que a ideia é que os encontros sejam uma vez por semana. “Nossa expectativa é que possamos concluir esse cronograma em dois meses e meio e assim possamos, em seguida, atuar de forma direta com a necessidade de cada lugar por meio de um plano de ação”, pontua o tenente-coronel do 9º BPM, João Emmanuel Leite.

Os eventos também servirão para sensibilizar a população quanto a importância da participação social na política de prevenção à violência, culminando na formação do Conselho Municipal de Segurança Pública Comunitária. (Cloves Teodorico).

Nenhum comentário:

Postar um comentário