SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sexta-feira, 20 de março de 2015

GARANHUNS CONQUISTA PRÊMIO PREFEITURA AMIGA DAS MULHERES

Garanhuns recebeu uma das mais importantes premiações voltadas às políticas públicas de promoção à igualdade de gênero, o prêmio “Prefeitura Amiga das Mulheres”, que foi divulgado ontem (19), no Diário Oficial, pela Assembléia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A deputada Priscila Krause e a secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro, indicaram a prefeitura de Garanhuns para disputar a honraria que será concedida pela Alepe, em sua própria sede, localizada em Recife, em sessão solene, no dia 31 de março.

O prêmio, que tem como objetivo, a valorização de gestões que praticam políticas públicas de promoção à igualdade de gênero, avalia questões como os investimentos em políticas de educação e saúde para as mulheres e as ações de enfrentamento à violência contra a mulher.  Para a secretária da Mulher de Garanhuns, Eliane Vilar, a premiação é uma forma de incentivar a gestão a investir em políticas públicas voltadas às mulheres. “Ter nosso município selecionado para uma premiação dessas, nos fortalece e incentiva na continuidade dessa luta. Essa conquista não é apenas nossa, mas de todas as secretarias que estiveram envolvidas com as ações para as mulheres, a vitória é de Garanhuns”, completa a titular da pasta.

Reconhecendo o desempenho de cada prefeitura na luta pela igualdade de gênero, a seleção foi feita pela Secretaria da Mulher do Estado, junto à Comissão de Defesa da Mulher da Alepe. Questões ligadas à gestão, como a ocupação feminina nos cargos do primeiro escalão, a existência de Organismo Municipal de Políticas para as Mulheres, e de órgão voltado especificamente para a população feminina, foram alguns dos critérios para a avaliação. As ações de enfrentamento à violência contra a mulher, os programas em parceria com a secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social, voltadas para as mulheres, e programas de qualificação profissional também foram avaliados.

No relatório, apresentado pela Secretaria da Mulher de Garanhuns, constava a criação da Secretaria da Mulher, a criação do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), a existência do Centro de Testagem e Aconselhamento para HIV/Aids (CTA), uma maternidade e laboratório municipal, o Centro Especializado em Atendimento à Mulher e Criança (Cesmuc), bem como as campanhas periódicas de comunicação sobre os direitos da mulher e uma vida sem violência, as ações educativas nas escolas municipais, e as leis e decretos municipais referentes à mulher.

O prêmio, que contemplou um município por macrorregião do Estado, também selecionou as cidade de Barreiros (Zona da Mata), Ipojuca (Região Metropolitana do Recife) e Serra Talhada (Sertão).

Texto e foto: Ruthe Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário