Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

terça-feira, 24 de março de 2015

ABERTURA DOS 100 ANOS DO COLÉGIO DIOCESANO

Do advogado Thompson Pedrosa
Presidente da associação dos ex-alunos do Colégio Diocesano de Garanhuns:
Uma instituição que celebra 100 anos, não é uma qualquer, é celebrar um centenário de atividade, para quem, no mínimo, resistiu a passagem do tempo e à erosão destruidora.

No colégio Diocesano a passagem do tempo não o destruiu, ao contrário fortaleceu e fê-lo crescer.

A princípio, as vozes, que nos chegam do passado, arregimentam como outrora os valores do seu tempo, proclamam aos conterrâneos e sucessores a certeza da permanência do ensino e do livre curso do pensamento.

Avançando pelas frestas dos anos, elas instalam-se outra vez mais, o sonho que inventaram naquela noite de verão do ano de 1915, quando inaugurado o Colégio Diocesano de Garanhuns, dando início a uma fascinante jornada do espírito brasileiro. E, assim a sorte da comunidade intelectual eleva-se em meio às incertezas, à escassez de recursos.

Garanhuns, abençoada por Deus e bonita por natureza, foi agraciada com a presença do mons. Adelmar da Mota Valença, a frente o colégio Diocesano, de uma breve passagem do Pe. Ivo, e há mais de 30 anos como nosso admirável e querido prof. Albérico Fernandes, que continua e a ele desejamos que mais 30 anos permaneça a frente do nosso querido Diocesano.

Esta casa sempre buscou o cálice da tradição. Uma tradição apta a modernizar o presente. Uma tradição que nos ensinou a conviver com os impasses da história, a resistir aos tormentos da modernidade fátua. A ousar do futuro obstinada em realçar que a glória da instituição, repousando em tantas vitórias individuais, favorece o fervor coletivo.

O seu lema “ciência e fé”, educando a mente a pensar, o corpo a agir e o coração a sentir, com a metodologia de relação entre alunos e professores, catequizou seus alunos, hoje ex-alunos.

O colégio Diocesano como promotor da educação básica, tem a adolescência como prioridade absoluta, desenvolvendo a prática pedagógica caracterizada pela construção crítica, criativa, responsável e social do conhecimento. Atender às diferentes fases da educação escolar e de desenvolvimento integral do indivíduo e de suas relações, visando o convívio social baseado no respeito mútuo, na diversidade e no reconhecimento do valor do outro.

O colégio Diocesano, seguindo a premissa de como instituição que cultua a tradição e a história, tem como foco desta celebração ao seu centenário a memória do mons. Adelmar da Mota Valença, considerado por todos nós ex-alunos, líder imortal desta instituição de ensino.

O conceito da imortalidade há muito ronda esta instituição. Há um século devotamos inabalável amor ao Diocesano. Porque cremos na perenidade das coisas, na permanência desta instituição com o seu lema “ciência e fé”.

Sob o primado deste casarão de “luz e saber” o colégio Diocesano de Garanhuns, neste ano de 2015, celebra junto as instituições amigas, aos brasileiros de todas as gerações o seu primeiro centenário.

Integrada rigorosamente aos instantes constitutivos da história do brasil, ela reverencia a construção de um tempo que semeia sonhos, esperanças, a paisagem do futuro.

Agora secular, o colégio Diocesano percorre livre os espaços da memória. Não teme retroceder nos anos. E, por amor à cultura, está nos lugares onde nossos corações estiveram em tantos momentos. Em qualquer terra onde se deflagram no passado a aventura fabular. De narrar a história que os homens vêm escrevendo há milênios e cuja leitura, perturbadora, consola o humanismo de nossa instituição que ao longo de 100 anos exerce irredutível defesa da civilização brasileira.

A associação dos ex-alunos, congrega todos os ex-alunos no sentido de manter viva sua relação e vínculo com o Diocesano. Daí a grande importância do ressurgimento da associação dos ex-alunos do colégio Diocesano, com encontros para matar a saudade, mas também como instituição que pode alavancar atividades esportivas e culturais na nossa não menos querida cidade de Garanhuns. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário