Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

AÉCIO ACUSA PT DE DISCRIMINAR PERNAMBUCO

Entrevistado pelo radialista Geraldo Freire, da Rádio Jornal do Recife, o candidato Aécio Neves (PSDB) acusou o Governo Federal de discriminar a gestão de Geraldo Júlio na capital, por este ser filiado ao PSB. Ao criticar os petistas, o tucano “escorregou” na entrevista e praticamente admitiu sua derrota no próximo domingo. “Me assusta a forma como o PT vem tratando o prefeito da capital. Será que o governo do PT também vai tratar o governador mais votado no Brasil de forma discriminatória? Espero que não”, disse o ex-governador mineiro.

Na mesma entrevista, Aécio Neves explicou porque na época que a Fiat se instalou em Pernambuco lutou para que o empreendimento ficasse em Minas Gerais. Ele disse que lutava pelo seu Estado, como fez Eduardo Campos em Pernambuco, mas garantiu que é a favor da regionalização das ações do Governo Federal.


Em meio às críticas, o tucano se colocou como uma garantia de que o Palácio do Planalto dará continuidade às parcerias com o Estado. “Eu serei um grande parceiro do prefeito Geraldo Julio no Recife, do governado Paulo Câmara, cujo apoio eu agradeço aqui de público, tenho esse compromisso com o Pernambuco”, frisou Aécio, desta vez se posicionando como eleito.

3 comentários:

  1. É muita irresponsabilidade de certas pessoas quando bate o desespero. Parece que não estão bêbado de cachaça, mais EMBRIAGADO DE ÓDIO. Veja só essa: "Lula comparou os tucanos aos nazistas". Se Aécio fosse o meu pai, imagina o que eu faria com esse sapo barbudo......

    ResponderExcluir
  2. Além de bom sujeito, agradável e respeitador Aécio sabe reconhecer as pessoas por isso telefonou para o governador eleito Paulo Câmara (PSB) e o prefeito Geraldo Julio (PSB) convidando-os para assistirem, nesta sexta-feira (24), na TV Globo, ao debate entre ele e a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição. O tucano fez questão de salientar o seu reconhecimento ao apoio dos dois socialistas à sua candidatura, assim como o da família Campos.

    ResponderExcluir
  3. se por ventura a Dilma venha a ganhar esta eleição os pernambucanos estão lascado já mais o governo vai liberar as verbas suficiente para o estado.

    ResponderExcluir