quinta-feira, 17 de abril de 2014

IBOPE TAMBÉM DÁ VITÓRIA A DILMA NO 1º TURNO

O Ibope divulgou hoje a nova pesquisa eleitoral referente à disputa pela presidência da República. Dilma Roussef (PT) ficou em primeiro lugar com 37%, Aécio Neves (PSDB) vem em segundo somando 14% e Eduardo Campos (PSB) ocupa a terceira posição, tendo conquistado 5% das intenções de voto.

Mesmo somados os votos dos dois oposicionistas com o dos outros candidatos de partidos pequenos, Dilma ainda venceria no primeiro turno.

A pesquisa do Ibope não é muito diferente de outras divulgadas recentemente. A petista teve 38% no Datafolha e 40% no Vox Populi. A diferença entre os três institutos está dentro da margem de erro desses levantamentos estatísticos. 

14 comentários:

  1. O IBOPE de propriedade de Carlos Augusto Montenegro, que tem um contrato Bilionário com o governo federal de recepção e administração de pagamentos do Seguro DPVAT, além de ser dono da seguradora Lider que administra o próprio seguro DPVAT no Brasil inteiro? Ha esse com certeza é isento de qualquer tipo de favorecimento em favor do PT. É alguém acima de qualquer suspeita. Só que não, como dizem.

    ResponderExcluir
  2. Qualquer cidadão que pensa sabe muito bem que, as verdadeiras mudanças deste pais, depende única e exclusivamente, de um CONGRESSO NACIONAL composto de homens ÍNTEGROS, COMPETENTES, COMPROMETIDOS com o lado ÉTICO DA POLÍTICA, com as REFORMAS ( POLÍTICA,PREVIDENCIÁRIA, ADMINISTRATIVA E TRIBUTÁRIA).

    São eles sim os grandes responsáveis e irresponsáveis por tudo.Quem assistiu a IMPRENSA NOTICIAR que o governo Federal irá mandar o PROJETO DE LEI (LDO -Lei de diretrizes orçamentárias) e que prevê um aumento do SALÁRIO MÍNIMO para R$ 779,79 cujo porcentagem será de R$ 55,75 e taxa percentual de 7, 7% a partir de janeiro de 2015.

    Em 2011 o salário mínimo era de R$ 545,00.Hoje o salário mínimo é de R$ 724,00.Em janeiro segundo a Lei de Diretrizes Orçamentárias será de R$ 779,79.

    Em dezembro de 2014 conforme aconteceu em dezembro de 2010 os nossos Deputados Federais deram um aumento de 61,83%. O Deputado Federal passou de R$ 16.509,12 para R$ 26.723,13 com efeito cascata em todo o Brasil.

    Em dezembro de 2014 eles voltarão a se reunir de novo e depois das eleições para legislarem em causa própria e elevarão os seus salários em média 43% que a diferença entre o salário mínimo de $ 545,00 de 2011 e do próximo ano que é de R$ 779,79.

    Assim em Janeiro de 2015 os nossos Deputados Federais receberão em média R$ 38.214,07, isto é, uma porcentagem de R$ 11.490,94.

    Os três bonequinhos que se apresentam hoje a candidato a Presidente (Eduardo Campos-Aécio Neves e Randolf) são apenas o somatório dos erros e das falhas que o CONGRESSO NACIONAL cometem contra o povo pobre, pacato,humilde,trabalhador e honesto deste país.

    Tudo o que não presta eles jogam a culpa na PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF como se fosse ELA que tivesse o PODER de aprovar, rejeitar,criar as LEIS e tivesse o PODER de PROIBIR que os DEPUTADOS legislassem em causa própria.

    Por que o ex-governador Eduardo Campos e o Senador Aécio Neves não conseguem captar as grandes revoltas dos movimentos sociais e põe frente nos percentuais acumulados de 60% que querem MUDANÇAS ?

    Porque todos eles fazem parte de um SISTEMA POLÍTICO PARTIDÁRIO falido,corrupto e enganador. Eles estão assanhando os EMPRESÁRIOS a investirem muito dinheiro neles para serem distribuídos com os cabos eleitorais para comprarem o povo pobre e desinformado deste país e os letrados também.

    Depois eles darão o troco aumentando os seus salários para os pobres pagarem com o aumento de impostos, taxas, mercadorias, gasolina, energia, passagens, seguros e aumento da inflação, etc.

    Acorda povo brasileiro, somos roubados escandalosamente por uma elite que governa este país de costas para nós mesmos!

    ResponderExcluir
  3. OS MOVIMENTOS SOCIAIS DO ESTADO DE PERNAMBUCO COM SEUS SINDICATOS RURAIS E ASSOCIAÇÕES COMUNITÁRIAS EM 2006 E 2010 VOTARAM MACIÇAMENTE EM DR. EDUARDO CAMPOS PARA GOVERNADOR.

    NAQUELE ANO EU VOTEI EM MENDONÇA FILHO.MAS A CAMPANHA CONTRA O EX-GOVERNADOR ERA MUITO FORTE. AS PALAVRAS DE REI DOS PRECATÓRIOS E INDICIADO PELA POLÍCIA FEDERAL ERAM USADAS EXAUSTIVAMENTE PELOS EX-PREFEITOS E AS CARTILHAS ERAM ESPALHADAS NA ZONA RURAL.

    A MINHA POSIÇÃO FOI DE CAUTELA. FIQUEI CALADO E DEIXEI OS PRESIDENTES DE ASSOCIAÇÕES COMUNITÁRIAS VOTAREM LIVREMENTE.

    ESTE ANO ESTÁ HAVENDO UMA GRANDE INVERSÃO DE VALORES NO SEIO DESSE POVO E DESSA SOCIEDADE ORGANIZADA.

    ELES NEM QUEREM O EX-GOVERNADOR COMO PRESIDENTE E NEM QUEREM O CANDIDATO DELE COMO GOVERNADOR.
    ALÉM DO MAIS O PSB DE PERNAMBUCO DESTRUIU OS PALANQUES ÉTICOS E FIÉIS AO EX-GOVERNADOR DR. MIGUEL DE ARRAES DE ALENCAR.

    MUITAS DESSAS LIDERANÇAS ESTÃO SE ABRAÇANDO COM O SENADOR DR. ARMANDO MONTEIRO DE FORMA NATURAL.

    ResponderExcluir
  4. Dilma vence de acordo com todos os institutos pq essa é a vontade da maioria dos brasileiros passou a ter vez com o PT no governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passou a ter vez de que? E qual é o brasileiro que você fala? O que trabalha para sustentar quem não faz nada, ou o que não faz nada por que é sustentado por quem trabalha?

      Excluir
  5. Daqui a pouco não haverá nem eleição.

    ResponderExcluir
  6. Na eleição para Governador " EDUARDO CAMPOS era o 3º colocado nas pesquisas mas, Foi ele ELEITO Governador. Esqueceram? O presidente do Brasil que será eleito em 2014 para a FELICIDADE da Nação será "EDUARDO CAMPOS" .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FOI.PORQUE NAS BASES DA ZONA RURAL EXISTIAM O AMOR PELO PASSADO E PELA LUTA DO VELHO GUERREIRO QUE LEVOU A LUZ PARA O HOMEM DO CAMPO CLAREAR SEUS LARES E DISTRIBUIU A VAQUINHA PARA O POBRE TIRAR O LEITINHO DA VACA PARA SUSTENTAR A FAMÍLIA.

      HOJE QUEM FEZ E ESTÁ FAZENDO FOI O LULA E A DILMA AJUDANDO O NORDESTINO A DIMINUIR O SOFRIMENTO COM A SECA BRABA QUE VEM ATINGINDO O NORDESTE DO BRASIL.

      A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO ERA UM SONHO E QUE SOMENTE TORNAR-SE-Á REALIDADE GRAÇAS A CORAGEM E A OUSADIA DO LULA EM TOPAR FAZÊ-LA.

      OS OUTROS FORAM FRACOS E NÃO TIVERAM A CORAGEM: JOSÉ SARNEY, FERNANDO COLLOR DE MELO E FERNANDO HENRIQUE CARDOSO.

      A REFINARIA DE PETRÓLEO ABREU E LIMA SOMENTE VEIO PARA PERNAMBUCO GRAÇAS A CORAGEM DO LULA. ASSIM QUE A MESMA TIVER PRONTA E FUNCIONANDO SERÁ MAIS DE 700 MILHÕES DE REAIS QUE ENTRARÃO NO ESTADO DE ICMS ANUALMENTE.

      EM 2006 O EX-GOVERNADOR DR. JARBAS VASCONCELOS E JOSÉ MENDONÇA AO INVÉS DE VISITAREM O INTERIOR PARA APOIAREM AS BASES LHE DANDO APOIO PARA CONSEGUIREM VOTOS FORAM ATACAR A VIDA PREGRESSA DO EX-GOVERNADOR.

      COMO AGORA AS COISAS SE INVERTERAM HOJE QUEM BATE EM LULA E DILMA É JUSTAMENTE DR EDUARDO CAMPOS. ESTE É O PERIGO IMINENTE DAS DERROTAS.

      Excluir
  7. Dilma Rousseff está em queda sistemática nas pesquisas desde o começo do ano, mas nenhum outro postulante se beneficia disso. É o que mostra pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira. Os dados apontados na pesquisa devem aumentar a preocupação do governo e do PT porque revelam que é crescente o desejo de mudança no país (30% querem mudança total e 38% muita mudança) e que o descontentamento já começa a afetar a imagem da presidente Dilma Rousseff, que até aqui estava preservada. Agora, a desaprovação (48%) é maior do que a aprovação (47%), e a maioria já não confia (51%) na presidente, contra 44% que confiam.

    O desgaste da presidente Dilma Rousseff é maior nas regiões Sul e Sudeste, mas já começa a atingir áreas onde o PT reinou nos últimos dez anos, como o Nordeste. Lá, Dilma tem a maioria das intenções de voto (51%), mas tanto ela quanto Lula tiveram desempenho melhor em campanhas anteriores. Ajuda no desgaste o fato de sair do Nordeste um outro postulante, Eduardo Campos (PSB), que alcança na região, conforme a pesquisa, 10% das intenções de voto. E em todas as eleições anteriores ele esteve aliado ao PT.

    A preocupação dos estrategistas da campanha de Dilma é maior agora porque, além das classes de maior renda e de maior escolaridade, a rejeição ao governo começa a atingir o eleitorado médio que é beneficiário de muitos programas do governo, como o Pronatec e Dilma vem perdendo pontos, por exemplo, entre o eleitorado jovem com idade entre 16 e 24 anos e entre 25 e 34 anos, contingente que, segundo a pesquisa, tem mostrado maior simpatia por Marina Silva – e que o PSB busca transferir para o candidato do partido, Eduardo Campos.

    Se Dilma perde pontos entre eleitores de maior renda e escolaridade, Aécio Neves e Eduardo Campos têm como desafio conquistar o eleitor de mais baixa renda, os beneficiários dos programas sociais do governo, em particular o de transferência de renda, o Bolsa Família, hoje eleitores fieis do PT em todas as regiões do país. Mas, até nesse contingente de eleitores, há os que querem mudança no governo sem Dilma Rousseff – dado que deve preocupar o PT.

    O principal desafio dos candidatos – e aí de todos os partidos e idelogias – é levar o eleitor até as urnas em outubro. É também crescente o número de brasileiros que, segundo a pesquisa Ibope, informam que não pretendem votar ou votar em branco ou anular o voto. Um terço dos eleitores, segundo o Ibope, dizem hoje que votariam em branco ou anulariam o voto. Nenhum candidato está atraindo esse eleitor a esta altura.
    Einstein,Recife/PE

    ResponderExcluir
  8. A pesquisa Ibope divulgada no início da noite trouxe um sentimento ambíguo ao Palácio do Planalto: se de um lado mostra que a presidente Dilma Rousseff mantém a trajetória gradativa de queda na aprovação e na corrida eleitoral, nenhum candidato da oposição conseguiu capitalizar o momento negativo do governo.

    Apesar de ainda ganhar no primeiro turno, Dilma caiu de 40% para 37% na disputa presidencial. Mas o tucano Aécio Neves, com 14%, e o socialista Eduardo Campos, com 6%, ainda não conseguem superar a barreira do desconhecimento.

    "Apesar do forte noticiário negativo das últimas semanas, a oposição não conseguiu crescer. Essa pesquisa traz um sentimento de preocupação e alívio", observou um ministro petista.

    A rejeição aos políticos também chamou a atenção do governo: brancos e nulos representam 24%, e outros 13% aparecem na coluna "não sabe/não respondeu". Outro sinal de alerta para o governo foi o forte sentimento de mudança presente nesta pesquisa.

    Outros números também preocupam o Planalto. Segundo interlocutores da presidente, o item que mostra desaprovação (48%) maior que a aprovação (47%) do governo é um indicador que também acende a luz amarela no núcleo palaciano. "Estamos atravessando uma barreira psicológica perigosa", reconheceu esse ministro.

    Também assustou integrantes do governo o fato de que a avaliação segue tendência decrescente e se aproxima do índice de meados do ano passado, no auge da onda de protestos que tomou conta do país. A avaliação negativa subiu de 27% para 30%, que demonstra um crescimento da rejeição ao governo. Em julho de 2013, esse índice foi de 31%.

    "O governo precisa mudar a agenda rapidamente. É preciso fazer correções de rumo. Ainda há tempo para recuperar a popularidade. Mas, agora, o esforço será maior", reconhece um parlamentar petista ouvido pelo Blog. "De todo jeito, com esses números, o movimento 'Volta, Lula' continuará ativo em setores do PT", completou.
    Einstein,Recife/PE

    ResponderExcluir
  9. Não acredito nunca na vitória da direita, sugaram por mais de quatrocentos anos nossas riquezas, a escravidão foi uma barbárie, ditaduras,assassinatos,corpos desaparecidos,país quebrado por duas vêzes, sem emprego, sem renda, nossos filhos desenpregados e sem perspectivas, fome e miséria, filho de pobres e negros em Universidades, era piada, ir ao exterior para estudar nunca. Respeito todas as opiniões, somos um país democrático, tivemos da década de 70/80 mais de 20% de desemprego, o país era um caos, quem viveu e viu o sofrimento que ví e vivì, não esquece dessa época. Faltava leite para as crianças, uma vez um grande amigo dividiu uma lata comigo, chama-se Gilvandro, é empresário do ramo de transportes. Se ficasse dempregado, tinha que rezar todos os dias, pedindo para Deus, nova oportunidade. Com todas essas dificuldades com apenas duas Faculdades de Direito, uma em Caruaru outra em Recife, á noite íamos para biblioteca estudar, e assim conseguimos sobreviver e criar nossos queridos e amados filhos. Desculpem meu desbafo, foi muito duro. Aquela época nunca mais.

    ResponderExcluir
  10. O avô do ex-Governador Eduardo Campos Dr. Miguel Arraes de Alencar, Governador à época, hoje já falecido, chamou Jarbas Vasconcelos e lhe disse: quero Eduardo Campos na sua chapa para vice-prefeito. O candidato a prefeito do Recife Jarbas Vasconcelos, lhe respondeu, não posso Excia, já convidei o ex-deputado Raul Henri, para ser meu vice, infelizmente não posso ajudá-lo, e mudar minha chapa.O Governador Miguel Arraes retrucou em tom menos ameno, assistido esse episódio por uma pessoa íntegra, garanhuense, meu amigo de quase 50 anos, mora em Recife e eu jamais declinarei seu nome, foi o que ele me pediu. Ele que se quiser que narre esses fatos, eu jamais direi seu nome. Miguel Arraes disse alto e seco ao candidato líder das pesquisas em Recife, Dr. Jarbas Vasconcelos. Lançarei Eduardo Campos para prefeito e ganharei as eleições, nessa época Eduardo tinha apenas 4% nas pesquisas, se não me engano era o último, tirando-se aqueles, que são um por cento sempre, não sai disso nunca. Iniciam-se as eleições, contam-se os votos e Eduardo Campos teve os mesmos 4% das pesquisas. Foi na época, um dos últimos. Resumindo, o brasileiro, o Pernambucano, temos todos alguns defeitos, perfeito só aquele que deu sua vida por nós às 3 horas de hoje há 1831 anos. Contudo a antipatia, a soberba, a presunção, a arrogância, a empáfia, fizeram dele um candidato hoje quase insuportável, no seio desse povo que o elegeu Governador e que tinha grandes esperanças no seu Governo. O povo do qual tenho a honra de fazer parte, e me enobrece, não suportou a traição a Lula e Dilma depois de inúmeros discursos elogiando os dois, Presidente e ex-Presidente e afirmando categoricamente que não era candidato a Presidente.Eu, Edmar, que vos escreve, peço até desculpas por alguns erros, não sou candidato a nada, se fosse não votaria em mim, tem muita gente muito melhor do que eu. Para finalizar, digo: A altivez do espírito, precede a queda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EDMAR R. DIAS.

      A eleição de 2014 será diferente para todo mundo. Todos sem exceção estão pagando uma parte do preço daquilo que foi plantado. Cada um de nós colhemos aquilo que plantamos.

      Na política não é diferente. O povo também cansa das mesmas bravatas de sempre. Como a eleição de 2 em 2 anos e de 4 em 4 anos levaram todos os partidos a se misturarem feito sal e açúcar, água e açúcar e ficarem homogêneos, a grande maioria do povo está mesmo desiludido.

      O que o governou fez em Pernambuco não foi nada diferente do que Lula e FHC fizeram governando o País. Bateram forte demais nas oposições fragilizadas e formaram grandes grupos políticos e são esses mesmos grupos que se corromperam e auto destruíram a ponto de denunciarem uns aos outros.

      O maior erro do governador foi querer que o seu partido PSB fosse maioria absoluta em Pernambuco a ponto de tomar o partido a força dos correligionários e amigos do passado de 40 e 50 anos como se ele fosse o ÚNICO JOVEM E ADULTO e a juventude tivesse cacife para defendê-los pelo interior afora.

      Apostou somente na juventude esquecendo os mais velhos como se a POLÍTICA BRASILEIRA através dos partidos e da legislação eleitoral privilegiasse OS ESTUDANTES a entrarem na POLÍTICA com possibilidade de de se eleger a pelo menos VEREADOR.

      Em 2012 nas eleições para Prefeito foi que a coisa ficou feia. O Governador perdeu feio aqui no Agreste. Somente para dar um exemplo: em Ipojuca o governador se abraçou com um candidato do PSDB e menosprezou o candidato do Prefeito de lá que lhe deu apoio desde as eleições de Dr. Miguel Arraes de Alencar.

      Aqui no Agreste Meridional ele subiu no palanque dos inimigos monesprezando os seus militantes da esquerda que sofreram e foram perseguidos pelos coronéis de então que já faziam mais de 20 anos mandando nos municípios. Foi ou não foi traição?

      Excluir
  11. Dr. Edmar,
    Está claro e evidente sua antipatia por Eduardo, aliais esta sua antipatia é hereditária, pois sua rejeição era mesmo pelo o avô(Arraes). Não estava nos plano de Eduardo sair candidato neste pleito, e sim só em 2018, mas ele está atendendo o clamou do povo, pois está clamando por mudanças, ninguém suporta mais tantos escândalos f. "O PT foi com muita sede ao pote". É uma pena, pois o PT ralou muito para chegar onde chegou. lembro que no inicio da história do partido dos trabalhadores, os militantes vendendo brochinhos, camisas, bandeires e outros artefatos para fazer dinheiro para campanha. Hoje estão nadando em dinheiro! Será que estou equivocado Dr. Edmar? "O tempo é o Senhor da razão"!

    ResponderExcluir