Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

sexta-feira, 28 de junho de 2013

ACADEMIA DE LETRAS ESCOLHE OS 10 FATOS MAIS IMPORTANTES DA HISTÓRIA DE GARANHUNS

A criação dos colégios Diocesano, XV de Novembro e Santa
 Sofia estão entre os principais acontecimentos da cidade

Numa de suas últimas reuniões a Academia de Letras de Garanhuns (ALG) promoveu sessão de debate acerca dos 10 acontecimentos considerados mais importantes na História da cidade. Estiveram à frente das discussões o presidente desta agremiação literária, João Marques e o professor e escritor José Cláudio Gonçalves de Lima.

Na ocasião, após a exposição dos dois debatedores, o público presente e os acadêmicos puderam votar, secretamente. Durante a semana passada, a Diretoria da se reuniu para proceder com a apuração, que teve, por ordem de preferência,a sequência que segue:

A inauguração da Ferrovia, em 1887; a doação das terras à Confraria das Almas por Simoa Gomes, em 1756; a Hecatombe de Garanhuns, em 1917; Projeto nº 1 de 1878, dando a Garanhuns à categoria de cidade; criação do Colégio XV de Novembro, em 1900, e depois do Colégio Santa Sofia e do Diocesano; a instalação do Banco do Brasil, em 1923; criação do Festival de Inverno de Garanhuns, em 1990; a construção do bairro de Heliópolis, em 1925; a instalação da Rádio Difusora, em 1952; Capitão Luís Burgo e o início da Produção do Café, em 1877. 

Um comentário:

  1. Não sei quais foram os critérios para selecionar cada fato histórico aqui elencado. Dentre tantos outros que são também muito importantes na História do Município, podem se somar aos fatos já citados a criação da diocese de Garanhuns em 1918 pelo papa Bento XV.

    Tal evento deu novo impulso à Igreja nesta região, uma vez que a nova Diocese foi desmembrada da Arquidiocese de Olinda e Recife e teve dom João Moura enquanto seu Primeiro bispo.

    Outro momento não menos importante foi a chegada da Universidade de Pernambuco, antiga Faculdade de Formação de Professores de Garanhuns - FFPG., que possibilitou aos inúmeros filhos do Agreste Meridional que não tinham condição financeira melhor, fazerem alguma licenciatura nos cursos oferecidos, então.

    José Luciano
    Águas Belas/PE

    ResponderExcluir