ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 31 de maio de 2013

VAI COMEÇAR A MAIOR OBRA HÍDRICA DO AGRESTE

O governador Eduardo Campos assina na próxima terça-feira, dia 4 de junho, a ordem de serviço para início das obras da Adutora do Agreste. O ato será realizado em Pesqueira, às 15h, no Hotel Estação Cruzeiro, com a presença de prefeitos, secretários, vereadores e outras autoridades.

A construção dessa Adutora é um sonho que começou a ser idealizado ainda no século XIX. Começa a virar realidade agora graças a determinação do governador Eduardo Campos, que tem o apoio do Governo Federal e recursos do PAC para concretizar o projeto.

A obra irá beneficiar mais de 60 municípios do Agreste, que irão receber água do Rio São Francisco através de um sistema de tubos, canais e túneis numa extensão de mais de 700 km. Na Adutora do Agreste será investido mais de R$ 1 bilhão. Só na primeira etapa ou lote, que será iniciado nos próximos dias, após a ordem de serviços, serão cerca de R$ 360 milhões.

Dentre as cidades beneficiadas pela obra estão Caruaru, Pesqueira, Belo Jardim, Bezerros, Angelim, Capoeiras,  Correntes, Brejão, Terezinha, Bom Conselho, Caetés, Canhotinho, Arcoverde,  Gravatá, Garanhuns, Lajedo,  Lagoa do Ouro, Paranatama, Santa Cruz do Capibaribe, Venturosa, Águas Belas, Jupi e São Bento do Una.

9 comentários:

  1. Chegou a ora da gente votar no Dudu para presidente e marina vice.

    ResponderExcluir
  2. Essa solução já era apontada pelo Plano de Desenvolvimento de São Bento do Una, feito em 2011, com a assessoria do Centro Josué de Castro. Não há outra forma de resolver o problema do abastecimento d'água em nossa região. O desenvolvimento econômico passa necessariamente por esta obra.
    Sandra Cordeiro

    ResponderExcluir
  3. Essa obra tem dinheiro federal e o ódio que a Dilma tem do nosso governador so no século 22 essa obra vai ta pronta. É a mesma coisa da duplicação Garanhuns/são Caitano. Enquanto Dilma for presidenta e intrigada de Dudu jamais sairá.

    ResponderExcluir
  4. Faltou colocar a cidade de Palmeirina, que tambem esta no projeto e não foi citada.

    ResponderExcluir
  5. Caro amigo,nao faltou palmeirina,estar faltado colocar as cidades de frexeiras,iratama e outras,porque quando essa obra for concluida,todos esses lugares serao cidades

    ResponderExcluir
  6. Acho que seria melhor criar grandes barragens, ao invés de gastar bilhões sangrando o "Velho Chico". Passamos por uma grande seca, como esta que estamos passando, a cada 5 ou 4 anos, mas nossa região, graças ao bom Deus, sempre teve uma boa quantidade de chuvas, precipitação anual dentro da media. Seria melhor captar esse recurso ao invés de retirar água do rio. Esse projeto só vai beneficiar o grande proprietário. Se formos ao "Velho Chico" na região de Petrolina, conseguimos observar que alguns produtores produzem para exportação, já outros próximos do rio não tem se quer água para dar de beber a suas criações. Então para quem vai mesmos melhorar????

    GUSTAVO - BOA VISTA

    ResponderExcluir
  7. Tem gente em Garanhuns que não acredita em nada a não ser na própria estupidez

    ResponderExcluir
  8. quem é pobe não bebe um caneco dessa agua. todo esse mundao de agua é para irrigar capim e cana para os ricao

    ResponderExcluir
  9. Em Lagoa do Ouro quatro obras foram e continuam sendo FUNDAMENTAIS para a salvação da lavoura e do rebanho(bovino, suino,caprino,equideo,ovino, aves,etc) e animal incluindo aí o homem e a mulher.

    A primeira foi a construção da Barragem de Igapó em 1949 construída pelo Coronel José Alves,pai do tabelião Dimas Souto Pedrosa e da Professora Betânia Pedrosa Queiroz Monteiro.

    A segunda obra foi a tubulação d!agua da compesa construída pelo ex-governador Moura Cavalcante na gestão dos ex-prefeitos José Josy Duarte e Natanael Alves da Silva entre 1984 e 1987.



    A terceira obra foi a construção da ADUTORA DA COVA TRISTE numa distância de aproximadamente 15 km da cidade em 1996 na gestão de Fernando Henrique Cardoso via Deputado Federal Dr. Inocêncio de Oliveira e na administração do ex-prefeito Marquidoves Vieira Marques.Esta foi e está sendo a salvação de praticamente toda a população de Lagoa do Ouro e grande parte do nosso rebanho bovino.

    A quarta obra foi a construção da barragem do sitio Riacho da Palha em 2007 pelo Governador Dr. Eduardo Campos na administração do ex-prefeito Aldemar Júnior Monteiro Marques.

    Esta adutora do Governo do Estado de Pernambuco tem um caráter extraordinário.Não adianta mais investir bilhões em barragens pequenas e médias que não resolvem o problema de uma grande seca como esta que estamos vivendo.

    A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO, é uma OBRA grandiosa e que já deveria ter sido feita desde a época do Reinado de D. Pedro II do segundo Império.

    Foi o assunto que mais eu li nas Bibliotecas das Universidades Federal Rural de Pernambuco e Universidade Católica de Pernambuco nos anos 80.

    O Professor, Jornalista,Advogado Fernando Gonçalves de Recife escreveu vários Artigos sobre o assunto e chegou a dizer o seguinte: "o Lula será um covarde se não iniciar as Transposições do Velho Chico".

    A Obra poderia estar pronta se não fosse a Greve de Fome feita pelo Padre Cáppio e se o Fernando Henrique Cardoso tivesse iniciado.

    As ÁGUAS que sairão para encher as bacias do Rio São Francisco sairá do final da Barragem de Sobrinho e essas águas desembocam para o mar e o mar não precisa de tanta água e quem está precisando é o Sertão Nordestino. As águas captadas serão apenas 3% e 97% seguem o destino final que é o mar.

    Se um dia Lagoa do Ouro e Correntes conseguirem indenizar a propriedade aonde fica a pequena barragem e construir uma GRANDE BARRAGEM teremos água para atender toda a população com água em abundância vinda da maior RESERVA BIOLÓGICA DE PEDRA TALHADA com sua Fauna e Flora e seus mais de 4.069 hectares e com mais de 100 mananciais d!agua cristalina e potável.

    ResponderExcluir