sábado, 19 de janeiro de 2013

ROBERTO FREIRE ATACA O BOLSA FAMÍLIA

Anunciado há dez anos como principal programa do governo Lula para o combate à pobreza no Brasil, o Fome Zero não decolou e acabou sucedido pelo Bolsa Família.

Uma década depois, enquanto as autoridades e os militantes do PT cantam em prosa e verso o sucesso do "maior programa de transferência de renda do mundo", o que se vê em algumas das cidades mais miseráveis do país é que, apesar de as condições de vida terem melhorado, a população pobre não consegue sobreviver dignamente por meio de sua própria renda.

Em Guaribas, no Piauí, onde uma comitiva de ministros de Lula esteve em fevereiro de 2003 prometendo aos moradores que em breve viveriam uma nova realidade, 87% dos 4.401 habitantes são beneficiários do Bolsa Família e não têm outro tipo de renda para o próprio sustento.

Em dez anos, o município avançou nos indicadores sociais, é verdade, mas as condições objetivas de vida da população permanecem precárias. Em Itinga, no norte de Minas Gerais, outra cidade visitada por Lula e seus ministros no início da década passada, a situação atual é igualmente desoladora.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, 2.194 das 3.457 famílias registradas no cadastro do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome recebem o Bolsa Família, mas 31% da população do município não sabe ler nem escrever, enquanto 73% das pessoas com 10 anos ou mais não têm nenhuma instrução ou cursou apenas parte do ensino fundamental. A renda per capita, que em 2000 era de R$ 328,52, hoje não passa de R$ 314,81.

Anunciado pelo governo do PT como suprassumo das políticas sociais, o Bolsa Família nada tem de progressista ou verdadeiramente transformador.

Ao contrário: o programa reforça o coronelismo tradicionalmente arraigado em várias regiões do Brasil mais profundo, além de funcionar como escandaloso instrumento eleitoral. Basta constatar que o maior índice dos votos governistas nas últimas eleições esteve concentrado nas regiões mais atendidas.

No pleito de 2010, Dilma Rousseff teve votos suficientes para que fosse eleita já no primeiro turno em nove dos dez estados onde o programa atinge sua maior cobertura.

Ao contrário do que querem fazer crer os áulicos do governo, as críticas à face conservadora do Bolsa Família não partem de uma fantasiosa "mídia golpista" ou da "direita reacionária" - até porque os coronéis estão todos ao lado do governo Dilma, como estiveram com Lula, agora vestidos sob a roupagem de neossocialistas.

Na verdade, é a própria população brasileira que já percebe os problemas estruturais do programa. Segundo dados de estudo recente da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), 58,9% da população discorda, total ou parcialmente, da afirmação de que o Bolsa Família "tira muita gente da pobreza". Seja em Guaribas, Itinga ou em centenas de outras paupérrimas cidades espalhadas pelo país, o cenário é o mesmo.

Centenas de famílias deixaram a miséria absoluta, mas hoje, sem alternativas concretas, estão condenadas à pobreza inescapável, sustentada pela funcionalidade conservadora de um programa que melhora o presente para, no fundo, deixar tudo rigorosamente igual, comprometendo o futuro.

*Este artigo de Roberto Freire foi publicado no Portal Brasil 247. Até hoje 36 comentários já haviam sido feitos, a maioria criticando o parlamentar. Transcrevemos apenas o primeiro deles assinado por Luiz Freitas:

Esse estrupício me faz lembrar de uma música dos Secos & Molhados, um refrão que dizia assim: "O verme passeia, na Lua cheia..." Esse crápula deveria ser multado a cada vez que abrisse a sua boca com hálito de bueiro. Um cafajeste que mudou de domicílio eleitoral só por que não enganava mais seus eleitores da terra natal e, depois, arranjou uma boquinha na prefeitura de São Paulo para não ficar sem renda... Só conseguiu se eleger novamente graças aos estado de São Paulo ser o berço da direita brasileira. Há um ditado popular que diz "Um homem troca de mulher, mas não troca de time". E um cara que troca de ideologia? É o quê? No mínimo, um rato!!!

30 comentários:

  1. MUITA LUCIDEZ DE UM DOS MELHORES POLÍTICOS QUE ESSA PÁTRIA JÁ PARIU QUE É O ÓTIMO DEPUTADO PAULISTA ROBERTO FREIRE, AO CONSTATAR, COMO AS PESSOAS DE BOM SENSO TAMBÉM, QUE O BOLSA ESMOLA TRANSFORMOU-SE NO "MAIOR PROGRAMA DE TRANSFERÊNCIA DE VOTO DO MUNDO". A CORJA DO PT QUANDO TENTA DIMINUIR EM VÃO O NOBRE DEPUTADO PERCEBE-SE QUE A TAL CORJA SABE FAZER UMA COISA COM UMA PERÍCIA E DESTREZA INIGUALÁVEL: MANCHAR REPUTAÇÕES, JOGANDO-AS NA LATA DO LIXO. POR ÓBVIO, MANCHA AS QUE ESTÃO LIMPAS, LIMPA AS QUE ESTÃO SUJAS. ESSA INVERSÃO MORAL SINTETIZA UM JEITO DE FAZER POLÍTICA DESSES CANALHAS INVETERADOS... QUANDO O PT ASSUMIU O GOVERNO EM JANEIRO DE 2003, ABRIRAM-SE PORTAS AINDA MAIS LARGAS PARA FORTALECER A MÁQUINA PARTIDÁRIA, ORGANIZAÇÕES E MOVIMENTOS LIGADOS AO PARTIDO. ALÉM DISSO, CRIARAM-SE PERSPECTIVAS DE ASCENSÃO SOCIAL SEM PRECEDENTES PARA QUADROS E MILITANTES PARTIDÁRIOS DESSA VAGABUNDAGEM BARBUDA. POR MEIOS FORMALMENTE ILEGAIS OU INTEIRAMENTE ILÍCITOS, O GOVERNO LULA ATUOU COM DESENVOLTURA, EM TODAS AS FRENTES, PARA CONTEMPLAR O CONJUNTO DOS APETITES. O PRESIDENTE FOI PRÓDIGO, PELO MENOS NA COMPLACÊNCIA COM O MALFEITO, PRINCIPALMENTE COM OS MENSALÕES DA VIDA E A ROUBALHEIRA DESENFREADA. COMO HOUVE MAIOR REDUÇÃO DA DESIGUALDADE E DA POBREZA EM SEU GOVERNO, ATRAVÉS DO BOLSA-ESMOLA, QUALQUER CRÍTICA PASSOU A SER "UDENISMO GOLPISTA"; MÍDIA GOLPISTA; ELITE GOLPISTA. SE POR UM LADO OS PETISTAS TÊM UMA INCONTESTÁVEL VOCAÇÃO PARA O BANDITISMO POLÍTICO, POR OUTRO NÃO SABEM LIDAR COM O CONTRADITÓRIO. FORA ISSO, SÓ ELES TÊM RAZÃO E PODEM COMETER CRIMES SEM SEREM MOLESTADOS. O PETISMO TRANSFORMOU-SE NUMA BADERNA OFICIAL. HOJE, A FUNÇÃO DO PT É OCUPAR-SE EM OFENDER O JUDICIÁRIO, A OPOSIÇÃO E A IMPRENSA INDEPENDENTE. NA VERDADE, ELES NÃO SÃO LADRÕES COMUNS. SÃO PICARETAS, TROMBADINHAS, TRAPACEIROS, MALANDROS, BANDIDOS, ARREBATADORES, BATEDORES DE CARTEIRA, VIGARISTAS, LARÁPIOS, GATUNOS, VAGABUNDOS, PIXOTES, GOLPISTAS, TAPEADORES, EMBUSTEIROS, PIVETES, TRAPACEIROS...”


    ResponderExcluir
  2. O único programa (que, de fato, não existe) que pode transformar a realidade social brasileira é o Controle de Natalidade.

    P.S.: Não foi do aborto que me referi.

    ERICK VASCONCELOS

    ResponderExcluir
  3. José Fernandes Costa19 de janeiro de 2013 14:36

    Eu assino embaixo do comentário feito pelo Luiz Freitas. - Roberto Freire é um verme babão que passeia na escuridão. - Ele, o Roberto Freire, tem esse mau hálito, porque vive babando o saco do Alckmin e do Kassab, que lhe deram emprego, depois de ser ele derrotado em Pernambuco. Aqui ele não se elege nem prá vereador. - Roberto Freire é um rato-de-paiol. - É um crápula. E São Paulo o elegeu, porque São Paulo elege qualquer pulha que seja novidade para eles lá./.

    ResponderExcluir
  4. EX-PT, NUNCA MAIS PT19 de janeiro de 2013 15:24

    Caos total: O país não vai bem e o partido está muito pior.

    ResponderExcluir
  5. Independende de qualquer partido ou ideologia, a sociedade tem que aprofundar os debates em politicas públicas.

    ResponderExcluir
  6. Realmente o Bolsa Família ainda tem seus inimigos

    Se colocar dois conservadores para conversar, mais cedo ou mais tarde, acabam falando mal do programa.

    Quem discutiria, atualmente, a necessidade da Previdência Social, da ação do Estado na saúde pública, na assistência médica e na educação continuada?

    Mas todas já foram consideradas áreas interditas ao Estado. Que melhor funcionariam se permanecessem regidas, exclusivamente, pela “dinâmica do mercado”. Tem quem pode, paga quem consegue. O axioma do pensamento conservador é simples: a cada vez que se “ajuda” um pobre, fabricam-se mais pobres. ao mesmo tempo que criticam os programas de larga escala, dizem-se seus mentores. Da versão “correta”.

    Veja-se a polêmica a respeito de quem inventou o Bolsa Família: irrelevante para a opinião pública, mas central para as oposições. À medida que o programa avançou e se expandiu ao longo do primeiro governo Lula, tornando-se sua marca mais conhecida e aprovada, sua paternidade começou a ser reivindicada pelo PSDB. Argumentavam que sua origem era um programa instituído pelo prefeito tucano de Campinas, José Roberto Magalhães Teixeira, em 1994.

    Ele criou de fato o Programa de Renda Mínima, que complementava a receita de pessoas em situação de miséria. Por razões evidentes, limitava-se à cidade e beneficiava apenas 2,5 mil famílias, com uma administração tão complexa que era impossível expandi-lo com os recursos da prefeitura.

    Tem sentido dizer que o Bolsa Família nasceu assim? Que esse pequeno experimento local é a matriz do que temos hoje? O maior e mais bem avaliado programa do gênero existente no mundo e que serve de modelo para países ricos e pobres?

    O que a discussão sobre o Renda Mínima de Campinas levanta é uma pergunta: se o PSDB estava convencido da necessidade de elaborar um programa nacional baseado nele, por que não o fez?

    Não foi Fernando Henrique Cardoso quem venceu a eleição de 1994? O novo presidente não era amigo e correligionário do prefeito? Ou será que FHC não levou o programa do companheiro para o nível federal por ignorá-lo?

    Goste-se ou não de Lula, o fato é que o Bolsa Família só nasceu quando ele chegou à Presidência. E é muito provável que não existisse se José Serra tivesse vencido aquela eleição.

    Só crítica do Bolsa Família quem não sabe o que é passar fome ou quem não recebe o benefício.

    ResponderExcluir
  7. Estamos vivendo um momento muito confuso na política brasileira, com o PT e outros partidos, más, conheço o Roberto Freire de perto e de longas datas,concordo integralmente com o comentário de Luiz Freitas. Ele está a serviço da direita brasileira mesmo, no passado apenas se aproveitava dos espaços que lhe deram na esquerda, é um traidor. Qual alternativa ele apresenta para o Bolsa Família? Nenhuma.
    Manoel S. Lima

    ResponderExcluir
  8. Concordo com o comentário do Sr. Roberto Freire. Enquanto se agarram ao Bolsa Família, as famílias se afastam mais ainda do trabalho e da responsabilidade do sustento dos filhos. Onde ficou a parte do programa que previa capacitação para o trabalho? Quantas famílias já solicitaram o cancelamento do benefício porque seus chefes estão empregados após participarem dos cursos de habilitação profissional oferecidos pelo Governo Federal para seu ingresso no mercado de trabalho? Um município com quarenta mil habitantes, como Águas Belas, por exemplo, que tem oito mil famílias inscritas no Programa Bolsa Família nos mostra como, na realidade, não houve melhoria da situação, apenas um "tapa buraco"; retirem o benefício dessas famílias e veremos em que melhorou suas vidas em relação ao poder aquisitivo real, à independência financeira, à estabilidade econômica e social. Jaqueline Dantas

    ResponderExcluir
  9. O Lula é o Emérito professor e doutor de pilantragens, maracutaiagens, desviagens, mentiragens, enganagens, engodagens, quadrilhagens, mensalonagens, dominagens, encabrestagens, encurralagens, kumpanheragens, e por aí vaaaaaaaaaaai.

    ResponderExcluir
  10. Houve um tempo, quando milhões de desavisados levaram a sério uma brincadeira do então recém-eleito presidente americano Barack Obama com seu colega brasileiro, que o Planalto curtia adoidado levar vermelhidão econômica para exibir na civilização. Lula saracoteava em tudo que é evento mundial, catapultado pelo apelido dado por Obama e pela popularidade construída com ESMOLAS SOCIAIS e uma bem planejada política de pesquisas de opinião alimentando publicitariamente as manchetes nacionais. Como um bobo da corte dos tempos hodiernos, o petista vivia sua porção Cinderela nos bailes fiscais da ONU e nos banquetes dos estadistas de países ricos. No meio da crise global, ele gozava numa economia feita pelo mercado, mas adotada pelo governo. Vendeu a fantasia do pré-sal, como se a ainda inalcançável produção fosse um filme, em que se paga antes de ver. Aliás, tudo no governo do PT tem similaridades com cinema, ou, para não queimar o filme da sétima arte, com mentiras e retóricas bem roteirizadas. Pobre PT, pobre Lula, pobre Dilma, pobre país........

    ResponderExcluir
  11. Roberto Freire é um dos maiores parlamentares do país de todos os tempos. As críticas ao programa bolsa família, são os mesmos de Lula no passado. Cadê a memória dos petelhos? Política social mesmo,são investimentos produtivos, sobretudo da iniciativa privada, e educação de qualidade ´para o povo. O resto é penduricalho. Já pensaram a direita no governo e o PT na oposição? O que diriam os petelhos? Ô gente ruim e mentirosa!

    ResponderExcluir
  12. Claro que o bolsa familia é o maior golpe leitoral da história. E parem com esta conversas de DIREITA E ESQUERDA,ISTO NÃO EXISTE MAIS,O QUE EXISTE MESMO É UMA CAMBADA DE FACISTA.

    ResponderExcluir
  13. Existem no Brasil eleitores para "tudo" e ainda sobra. Quem viu a atuação deste cidadão na Constituinte, e até hoje ainda continua em evidencia eleitoral! Ainda há quem diga que ele é melhor Parlamentar do Brasil! Não questiono as bolsas do governo (são muitas), pois quem deve avaliar é o povo, até porque mesmo sendo "míope", e ele (o povo) é quem decide.
    “Está na Constituição brasileira(Cidadã:) “O poder emana do povo, e em seu nome tem que ser exercida”.
    Sales/Garanhuns

    ResponderExcluir
  14. QUE PAPO MAIS RETRÓGRADO E SEM VISÃO FUTURISTA QUEM DIZ OU ASSEGURA: “Só critica o Bolsa Esmola quem não sabe o que é passar fome ou quem não recebe o benefício”. GENTE ASSIM, TEM EM MENTE QUE, NESTE PAÍS O “BOM MESMO É SER POBRE”...

    ResponderExcluir
  15. Caro Roberto Almeida, este senhor, Freire, nunca foi um Comunista, ele sempre foi um oportunista, aproveitador, infiltrado pelo Governo da Ditadura Militar para liquidar o Partido Comunista Brasileiro (PCB). Funcionário federal nunca foi preso, numa época em que vários membros do Partidão foram assassinados. "Inexplicávelmente" este senhor sempre escapou do cárcere. Um bandido que hoje vive graças à cargos em conselho do corrupto e parasita desgoverno de São Paulo.
    Este oportunista tem a popularidade de um asno (desculpa aos asnos pela comparação!). Defender alguém como Roberto Freire só mostra o quanto existem canalhas, apátridas como este senhor agente dos militares. Ser agente infiltrado, traindo companheiros, entregando muitos ao cárcere, é o que tem de mais odioso num ser (que não sei nem se é humano). Fico pensando onde quer chegar um senhor que sempre vive aqui batendo na esquerda e anda travestido nas ruas de Garanhuns com camisetas de Che e bonés ridículos. Onde quer chegar este senhor com tamanha imbecilidade?
    Admiro os liberais de fato, os homens de direita quando não precisam de máscaras, quando sabem criticar a esquerda com argumentos inteligentes, mas gente que vive criticando a esquerda com argumentos rasteiros, sem conhecer nada de economia, da ciância política, considero apenas razos vomitadores de um péssimo português, reles escrivinhadores à serviço de uma elite brasileira idiota, burra, sem cultura, que vive a aplaudir figuras "intelectuais" como Reinaldo Azevedo e outros párias da sociedade que em nada contribuem com o Brasil.
    Por favor, quem tiver algo contra a esquerda que fale, mas que fale com argumentos, com inteligência, não suporto a ignorância, a burrice de alguns que "escrevem" aqui neste blog tão bem escrito por um Jornalista de verdade.
    Abraços!

    Clóvis Manfrini, radialista, historiador e - com muito orgulho - comunista.

    ResponderExcluir
  16. José Fernandes Costa20 de janeiro de 2013 15:07

    Se acabarem com o Bolsa Família, sobram duas opções para os pobres: - Exercer trabalho escravo ou morrer de fome. Poderia eu acrescentar: ou pedir esmolas nas ruas de algumas cidades. - E quantos iriam encontrar trabalho, mesmo em regime de escravidão, em Águas Belas ou noutro município nordestino? - No mais, CONCORDO com o comentário do Manoel S. Lima (21h34 de ontem). - Conheço Roberto Freire há 35 anos. Vi a sua desfaçatez, pousando de comunista, esquerdista e outros "istas" de mentira. - E, de pouco em pouco, ele passou a ser um escroque ADESISTA. É pura e simples um MISTIFICADOR. - Ele quer enganar a todos nós? - Impossível, pelo perfil que ele sempre teve. E só muda para pior. - Tanto que correu de Pernambuco e foi se eleger em São Paulo, onde o povo é o mais despolitizado do Brasil. - Mas antes disso, ele procurou abrigo debaixo do sovaco de Jarbas Vasconcelos. -Foi suplente de senador. - E, para não ficar sem a boca, agarrou-se ao Geraldo Alckmin. - Mas, para encontrar emprego com o Alckmin, Freire teria de reforçar as críticas contra os governos petistas. - Assim como faz seu patrão Jarbas Vasconcelos. Este, Jarbas, NÃO elegeu, sequer, o babaca do filho prá ser vereador de Recife. - Quando Jarbas veio se escorar na popularidade e na eficiência do nosso governador Eduardo Campos, foi para tentar eleger o babacão do filho dele, Jarbas. - E Jarbas sempre foi inimigo irado de Eduardo Campos e do doutor Miguel Arraes. - Mesmo assim, veio se arrastando procurar a boa sombra de Eduardo Campos. - Aos defensores de Jarbas: - Que FALEM sobre as relações torpes de Jarbas Vasconcelos com o dono da Nordeste, empresa de vigilância e "segurança" de valores!?/.

    ResponderExcluir
  17. SÓ UM IMBECIL QUE É CONTRA O BOLSA ESMOLA. EU ATÉ ACHO QUE OS VALORES DAS ESMOLAS DEVERIAM SER MAIORES ATÉ ATINGIREM UM SALÁRIO MÍNIMO. AGORA, O QUE SE COMBATE É "A ESMOLA PELA ESMOLA". NÃO SE ATRELAR ESSE PROGRAMA EM NADA E O GOVERNO PETISTA NÃO PEDIR NADA EM CONTRAPARTIDA. QUAL O PORQUÊ DOS PICARETAS PETISTAS NÃO PEDIREM NADA EM TROCA: CLARO QUE É MANTER O CURRAL ELEITORAL. A PROVA É TANTA QUE, A DILMA, MESMO TENDO UM ADVERSÁRIO FRACASSADO COMO O SERRA, AINDA SUBMETEU-SE A UM SEGUNDO TURNO E SÓ GANHOU EM RAZÃO DOS VOTOS DOS "PIDÃO" NORDESTINOS.

    ResponderExcluir
  18. EU GOSTARIA DE AFIRMAR COM TODAS AS LETRAS A ESSE PILANTRA DO CLÓVIS MANFRINI QUE DEFENDE A CATERVA COMUNISTA QUE EU SOU ADMIRADOR DO CHE NÃO PORQUE ELE FEZ UMA REVOLUÇÃO COMUNISTA, MAS PELO SEU CARÁTER, QUE ERA UM HOMEM ÍNTEGRO, SEM FALHAS, UM CARÁTER EXEMPLAR. COISA QUE EU TENHO CERTEZA QUE UM ZÉ BOSTINHA COMO VOCÊ NÃO TEM INTEGRIDADE NENHUMA. INDEPENDENTE DA IDEOLOGIA POLÍTICA DE GUEVARA, NA SUA BIOGRAFIA, CONSTA QUE ELE ERA UM HOMEM DE VIDA ESPARTANA, ENQUANTO VOCÊ, PERCEBE-SE CLARAMENTE, PELOS SEUS ESCRITOS QUE NÃO PASSA DE UM MALOQUEIRINHO DE PONTA DE RUA DE CIDADE DE INTERIOR QUE DEFENDE UMA QUADRILHA DE MENSALEIROS. GOSTARIA DE ALERTÁ-LO AINDA QUE, O BRASIL PETISTA É UM PARAISO DE PATIFES, GOVERNADO POR UM COVIL DE BANDIDOS E QUE É CONTROLADO POR UM SINDICATO DE LADRÕES. QUEM SABE VOCÊ NÃO SE ENQUADRA MUITO BEM NESSA BANDALHEIRA TODA...


    ResponderExcluir
  19. Hoje eu entendo a posição do bom politico que sempre foi ao honrar todos seus mandato. Concordo plenamente com o Altamir Pinheiro quando afirma das qualidades de Roberto Freire que lamentavelmente Pernambuco perdeu. Ele foi um politico que se reciclou e desde 1989 com a caida do muro de Berlim e não se juntou com a caterva comunista e petista(como diz o Altamir). Hoje, o que envergonha não é você ser de direita, mais ser ou defender um partido que não soube honrar as calças que veste: O PT.

    ResponderExcluir
  20. Eu costumo sempre ler todas as críticas e os elogios ao PROGRAMA "BOLSA FAMÍLIA" criado pelo PSDB e ampliado pelo PT.

    Na era do PSDB eu fiz um comentário sobre o Bolsa Família no Jornal do Comércio de Recife.Um leitor me chamou de "Zeca Babão".E eu respondi: "somente critica o bolsa família quem realmente nunca passou fome e necessidade".

    Eu presenciei um senhor raivoso que queria matar a mulher.Ao tomar conhecimento do sofrimento dessa pobre mulher fui a delegacia e os policiais disseram que não iria na casa dela porque quando eles os levaram o esposo preso para Garanhuns, no outro dia ela foi lá e retirou a queixa.

    Um certo dia o marido chegou no Colégio e me chamou e disse assim: PROFESSOR, o senhor foi na minha casa.Eu disse fui.Meu caro, não mate aquela pobre mulher,pois você estará matando os seus dois filhinhos de 4 e 5 anos.

    No outro dia fui a casa dela e constatei que a mulher não tinha nenhum emprego e muito menos trabalho algum,a energia estava cortada e a água também,ela não tinha identidade e nem CPF.A mesma estava catando feijão para comer. Eu tirei a identidade,o CPF e pedi a Secretária do Trabalho e Ação Social, Vanderlea Simão do Nascimento, que colocasse no Programa Bolsa Família.

    Um certo dia ela chegou para mim e disse assim: "eu estou muito feliz porque consegui receber a minha primeira bolsa família e agora não vou mais passar fome".

    Criticar o Bolsa Família diante de milhões de pessoas famintas, pobres,desempregadas, sem nenhuma perspectiva de arranjar um trabalho para se ganhar R$ 10,00 ou R$ 20,00 por mês, é no mínimo,uma incoerência fora do comum.

    Ora, se o Brasil tem condições financeiras e econômicas de pagar aos nossos ilustres Deputados Federais e Senadores R$ 26.735,13 e a um Deputado Estadual R$ 20.070,00, a um Governador e Prefeito R$ 25.000,00;a um vereador de R$ 6.000,00 a R$ 15.000,00 fora as mordomias, o porquê não tem condições de pagar uma BOLSA FAMÍLIA que varia de R$ 70,00 a R$ 150,00 mensal,cujo dinheiro vem do próprio povo via impostos e taxas?

    A culpa de tudo isto são dos nossos partidos políticos: PMDB,PSDB,PT,PSB,PP,PTB,PDT,etc que nunca foram capazes de fazer uma verdadeira REFORMA POLÍTICA GERAL, AMPLA E IRRESTRITA com voto Distrital puro ou misto e evitar a SANGRIA praticada por todos com o "LEGISLAR EM CAUSA PRÓPRIA" cujos resultados dos aumentos de SALÁRIOS é uma vergonha e totalmente desigual e desumano, CONFORME SEMPRE DISSE E DIZ O REPÓRTER, "BORYS CASOY".

    O resto é apenas balela e conversa fiada.Agora, muitos prefeitos não estão sabendo tirar proveito disto e não estão sabendo incentivar A GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA EM SEUS MUNICÍPIOS.

    ResponderExcluir
  21. Quanta pobresa de espressão desse comentarista amostrado ao dizer que "Se acabarem com o Bolsa Família, sobram duas opções para os pobres: - Exercer trabalho escravo ou morrer de fome.". O cerebo desse rapaz deve ser de crustácio ao escrever uma babaquisse dessa sem pé nem cabessa.

    ResponderExcluir
  22. O carangueijo escreve o apelido errado, cérebro sem acento e faltando um R e termina com cabeça com dois SS, dá uma bolsa alfabetização para ele por nossa senhora.

    ResponderExcluir
  23. Quem sabe o Zé Caranguejo não tenha sido colega do Lula lá no grupo escolar de Caetés!

    ResponderExcluir
  24. Ingraçado, interessante, para os defensores do PT o deputado Roberto Freire é um crápula. Já o Maluf, o Collor, o Renan, o Sarnei........................

    ResponderExcluir
  25. Conheci uma senhora com cinco filhos que revelou estar tirando 430 reais do bolsa família no somatório total. Eu acho isto uma falta de respeito para com o trabalhador que rala um mês inteiro para ganhar suados 620 reais. Não tenho nada contra o bolsa família , mas sou totalmente contra o seu uso como ferramenta para legalizar a compra de votos. Concordo totalmente com o deputado Roberto Freire , pois é uma voz que tem a coragem de se levantar contra a demagogia populista que tomou contado nosso país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, anÔnimo 11:11 de 21 de janeiro de 2013

      "Não tenho nada contra o bolsa família,mas sou totalmente contra o seu uso como ferramenta para legalizar a compra de votos".

      Talvez você nunca tenha disputado uma eleição para vereador.Se toda compra de votos fossem os governos municipais,estaduais e federal darem "BOLSA FAMÍLIA" ao pessoal pobre antes 3 dias de uma eleição,afirmo a você com toda certeza,não existiria compra de voto patavina nenhuma.

      A compra de voto meu caro é um Prefeito,um vereador,um Deputado Federal e Estadual gastarem uma furtuna para serem eleitos e quando depois do resultado das eleições se sentam numa mesa quadrada,retangular ou redonda e dentro de um passo de mágica aprovam um salário de R$ 26.735,13 COM EFEITO CASCATA EM TODO O PAÍS para cobrir parte de R$ 10.000.000,00 (dez milhões ) que ele gastou comprando os cabos eleitorais.Isto sim,chama-se compra de votos.

      Compra de votos são os grandes empresários envolvidos com todo tipo de superfaturamentos das obras para tamparem o rombo daqueles milhões que eles doaram aos partidos sabendo que o que ganhar ele terá certeza que o dinheiro retornará via EMENDAS DOS PARLAMENTARES e SUPERFATURAMENTOS DE PREÇOS.

      O resto é balela e conversa fiada!.

      Excluir
  26. Já dizia Luiz Ganzaga,que essas esmolas ou vicia o cidadão ou mata de vergonha.

    ResponderExcluir
  27. José Fernandes Costa21 de janeiro de 2013 21:52

    Além do que disse o Mané Sardinha (20h32 do dia 20), o infeliz do caranguejo ainda escreveu pobreza e expressão com S. - Achando pouco botou I no caranguejo. - Vai ser analfabeto assim no raio que o parta. - Como é que um miserável desse, com tal (des) nível pode discutir algum assunto!?/.

    ResponderExcluir
  28. Caro professor Zeca Barbosa.

    Concordo com as suas colocações e compartilho com o seu raciocínio. Acho que em casos extremos o bolsa família é importante para minimizar a fome e certas condições de miséria. Porém mantenho a minha opinião e afirmo que a erradicação real e auto sustentada da miséria só é possível com a qualificação profissional envolvendo a educação básica e cursos técnicos profissionalizantes , além de um programa sério e gratuito de planejamento familiar que atinja todos os bolsões de miséria do país. Sem estas ferramentas estaremos dando o peixe para saciar a fome imediata , mas jamais daremos a vara com o anzol para que o miserável consiga a sua independência efetiva e não dependa mais de favores de políticos inescrupolosos que torcem pela perpetuação da miséria do povo para mantê-lo submisso e eternamente preso aos seus currais eleitorais.

    ResponderExcluir
  29. Concordo com o Luiz Freitas.
    Roberto Freire escreveu corretamente em relação as suas críticas ao governo, porém onde está sua prática política?
    Largou o socialismo pra se aliar à burguesia, fundando um partido de crápulas. Isso é o partido dele. Esse partido eu conheço mto bem. Pessoas desqualificadas que se aliaram a ele. Nada mais precisa ser dito.

    ResponderExcluir