ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

terça-feira, 20 de novembro de 2012

EMOCIONANTE HOMENAGEM A THIAGO CORREIA

Via Anhanguera, São Paulo. Ligo o rádio no carro e ouço uma música que há muito tempo não ouvia. Uma “Canção da América”, que nos faz refletir sobre o conceito de uma amizade verdadeira. Ouvindo essa música, só me lembro de uma pessoa. Um cara que conheci no Colégio Meridional, que foi meu amigo, que sonhava junto comigo e que lutou a mesma luta que eu lutei e ainda luto.

Subiu comigo a ladeira do pirulito várias vezes nas manhãs frias de minha Garanhuns, até chegarmos a Rádio Sete Colinas. De lá, encarou o desafio de ser repórter na rádio Marano, junto com o nosso professor Roberto Almeida. Um sujeito que, extrovertido, colecionava amizades por onde passava.

Lembro-me como hoje o dia em que combinávamos ir até Caetés, acompanhar a visita de um ministro, se não me falha a memória. Insisti várias vezes para que ele fosse comigo e ele por outro lado, insistia para que eu fosse com ele. Mas eu acabei ficando. O meu amigo foi embora pra Caetés e depois pra mais longe...

Thiago Correia da Silva é o nome dele. Um acidente naquela tarde lhe fez ficar em coma por um bom tempo e depois de tanto resistir, ele se foi. Os seus amigos se uniram naqueles dias, em oração, em campanhas pra tentar salva-lo. Mas não deu.

Escrevo essas palavras, apenas pra fazer jus a uma pessoa que esteve entre nós e praticou sempre o bem. O tempo passou. Já estamos há quase cinco anos sem Thiago, que completaria aniversário neste mês de novembro, praticamente na mesma semana que eu.

É triste ver que o tempo muitas vezes faz as pessoas esquecerem de gente que passou pelas nossas vidas e foi embora como num passe de mágica.  O pior é saber que depois dele, sua mãe também partiu. Thiago era a única companhia de Ione, que sozinha, não agüentou muito e foi encontrar-se com o filho. Penso que a missão dela aqui na Terra foi dar à luz a um cara que nos ensinou que amizade vai muito além do que se pode imaginar.

Aí é quando a música entra na alma e nos faz dizer: amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves. Salve Thiago Correia! (Texto: Jornalista Fernando Rodolfo).

15 comentários:

  1. Saudade desse menino,que se tornaria um grande talento.

    ResponderExcluir
  2. Realmente Roberto Almeida, emocionante o texto do Fernando Rodolfo sobre esse talentoso menino que se foi tão cedo! José Mario Corrêa.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela justa homenagem ao querido amigo e grande profissional, Thiago.

    ResponderExcluir
  4. Eita!!!tó de olhos marejados!!!!saudades deste "moleque" era assim que o chamava!!!inúmeras vezes dei entrevistas pra ele!!lembro que a última ele encontrou-me na rua da areia!!!criei uma comunidade pra ele no Orkut, mas poucas pessoas participam!!!Foi uma pena, um grande talento que partiu antes do "combinado" como diria Rolando Boldrin.

    ResponderExcluir
  5. Mariquinha Nogueira20 de novembro de 2012 13:25

    bom texto..

    ResponderExcluir
  6. Muitas saudades do inesquecível e grande amigo Thiago Correia. Belíssimas palavras, Fernando Rodolfo.

    ResponderExcluir
  7. Fui apresentado ao Tiago pelo Fernado Rodolfo e logo o batizei de Salsicha, lembrei-me do personagem do desenho do Scooby doo,torcedor do Naútico como eu, um ¨moleque¨ousado que tinha o felling da noticia através dos furos que conseguia com sua intrépida ousadia.Se continuasse trilhando o caminho do chamado bom jornalismo, naum tenho dúvidas trilharia o caminho do seu mentor fernano Rodolfo.Bom trer conhecido esse jovem que veio a esse mundo repentinamente nos deixou...

    ResponderExcluir
  8. saudades do tempo em que ficavamos horas esperando O Djavam para entrevista....!!

    ResponderExcluir
  9. Volta e meia chegava ,Thiago querendo uma entrevista,Eu pensava que um dia poderia virá político(triste ilusão).

    Entre estas idas e vindas foi nascendo uma amizade e em especial,quando o mesmo me chamava de Pai, e dizia vamos a
    Recife vê nosso NAUTICO, e estas viagens foram muitas,tive o prazer de sua companhia,tomando umas cervejas,certa vez em uma das voltas a Garanhuns, entreguei o carro ao mesmo e tentei dar um cochilo e não consegui,pois ele não dirigia bem,realmente ele não tinha experiência no volante, tanto é que partiu em trágico acidente.

    O Amigo Thiago fez parte de um ciclo da minha vida em especial,que marcou muito,só agora fiquei sabendo que Dona Ione,também se foi, ao amigo Rodolfo parabéns pela lembrança de nosso amigo.

    A todos um até breve

    Alexandre Guilherme

    ResponderExcluir
  10. THIAGO CORREIA ERA DAQUELE TIPO DE PESSOA DE BEM COM A VIDA E UM TIPO DE JOVEM QUE TODO MUNDO GOSTARIA DE TÊ-LO COMO AMIGO. TIVE A HONRA DE CONVIVER COM A CORAGEM JORNALÍSTICA DESSE RAPAZ QUE ENCARNAVA MUITO BEM A VALENTIA RADIOFÔNICA DO SEU GURU E AMIGO FERNANDO RODOLFO. PARECIAM DUAS ALMAS GÊMEAS PRESTANDO SEUS RELEVANTES E DESTEMIDOS SERVIÇOS NOS MICROFONES DAS EMISSORAS DE RÁDIOS DE GARANHUNS. EVIDENTEMENTE, QUE CICERONEADOS POR MONSTROS SAGRADOS DE NOSSA RADIOFONIA DO PORTE DE MARCO CARDOSO, ALUÍZIO ALVES, ROBERTO ALMEIDA E TANTOS OUTROS... PRESTEI-LHE MUITAS ENTREVISTAS BOMBÁSTICAS(MUITAS CENSURADAS), EM RAZÃO DO MEU VOCABULÁRIO AMUNDIÇADO E UMA VERBORRAGIA RALÉ. DIZIA-ME ELE: “RASGUE À VONTADE. APENAS GOSTARIA DE LHE DIZER QUE NÃO SOU EU QUE O CENSURO, OK, ALTA!!! “. TUDO ISSO, É COMO SE FOSSE HOJE... QUE DEUS LÁ NO CÉU SE APIEDE DA ALMA DE THIAGO, QUE AQUI NA TERRA FOI MUITO BONDOSA... PELA PRECOCIDADE DE SUA IDA PARA O ALÉM, TRANSCREVO UM HINO DITO E CANTANDO PELO POETA EM VERSO E PROSA DESSA MALDITA E INTRUSA QUE TEIMA EM VIVER ENTRE NÓS, MESMO SEM SER BEM QUISTA E AO MENOS CHAMADA PARA CONOSCO CONVIVER:

    Eu sei que determinada rua que eu já passei
    Não tornará a ouvir o som dos meus passos.
    Tem uma revista que eu guardo há muitos anos
    E que nunca mais eu vou abrir.
    Cada vez que eu me despeço de uma pessoa
    Pode ser que essa pessoa esteja me vendo pela última vez
    A morte, surda, caminha ao meu lado
    E eu não sei em que esquina ela vai me beijar

    Com que rosto ela virá?
    Será que ela vai deixar eu acabar o que eu tenho que fazer?
    Ou será que ela vai me pegar no meio do copo de uísque?
    Na música que eu deixei para compor amanhã?
    Será que ela vai esperar eu apagar o cigarro no cinzeiro?
    Virá antes de eu encontrar a mulher, a mulher que me foi destinada,
    E que está em algum lugar me esperando
    Embora eu ainda não a conheça?

    Vou te encontrar vestida de cetim,
    Pois em qualquer lugar esperas só por mim
    E no teu beijo provar o gosto estranho
    Que eu quero e não desejo,mas tenho que encontrar
    Vem, mas demore a chegar.
    Eu te detesto e amo morte, morte, morte
    Que talvez seja o segredo desta vida
    Morte, morte, morte que talvez seja o segredo desta vida

    Qual será a forma da minha morte?
    Uma das tantas coisas que eu não escolhi na vida.
    Existem tantas... UM ACIDENTE DE CARRO.
    O coração que se recusa abater no próximo minuto,
    A anestesia mal aplicada,
    A vida mal vivida, a ferida mal curada, a dor já envelhecida
    O câncer já espalhado e ainda escondido, ou até, quem sabe,
    Um escorregão idiota, num dia de sol, a cabeça no meio-fio...

    Oh morte, tu que és tão forte,
    Que matas o gato, o rato e o homem.
    Vista-se com a tua mais bela roupa quando vieres me buscar
    Que meu corpo seja cremado e que minhas cinzas alimentem a erva
    E que a erva alimente outro homem como eu
    Porque eu continuarei neste homem,
    Nos meus filhos, na palavra rude
    Que eu disse para alguém que não gostava
    E até no uísque que eu não terminei de beber aquela noite...

    Vou te encontrar vestida de cetim,
    Pois em qualquer lugar esperas só por mim
    E no teu beijo provar o gosto estranho que eu quero e não desejo, mas tenho que encontrar
    Vem, mas demore a chegar.
    Eu te detesto e amo morte, morte, morte
    Que talvez seja o segredo desta vida
    Morte, morte, morte que talvez seja o segredo desta vida...







    ResponderExcluir
  11. Sábias são as palavras de alguém que pode-se considerar amigo. A tristeza é tamanha pela partida, mas a certeza de um novo encontro no futuro, torna-se inevitável e acalma os corações... Que Deus, que o acolheu em seu reino possa fazer com que, um dia possamos nos reencontrar no reino onde já não existe mais dor, agonia, tristeza, separação que é o reino dos "céus". Saudades eternas e parabéns pelo lindo trabalho que desempenhou aqui na terra e com certeza, está intercedendo a Deus por cada um de seus amigos, os quais ainda estão nesse plano.

    ResponderExcluir
  12. Rafael Lima Itabuna BA21 de novembro de 2012 21:23

    Thiago um cara versatil, lembro como se fosse hoje eu mais uns amigos faziamos produção de eventos na Aga no Ginasio do Sesc e Thiago sempre nos dando força apoiando divulgando,lembro tambem nas corbertura do festival de inverno com suas entrevista com perguntas que todo mundo queria fazer e ele sempre buscando a exclusividade, o ceu esta iluminado com sua presença, cinco anos se passaram porem seu sorriso sua sinceridade vão ficar sempre em nossa memoria.

    ResponderExcluir
  13. A vida nos prega essas peças... Lembro do Tiago assistindo jogo do Nautico na casa de Adolfo eu secando, sou rubro negro, lembro do cara sempre interessado em furar a noticia e um jovem extremamente comprometido com sua profissão... Parabéns Fernando Rodolfo, bela homenagem e me deixou com os olhos cheios de lágrimas e o coração repleto de saudade... Fica com DEUS Tiago

    ResponderExcluir
  14. José Antonio Taveira Belo23 de novembro de 2012 15:09

    Carissimo Rodolfo! Paz e Bem! É com alegria que sabemos o que representava o Thiago para toda Garanhuns e todo Estado. A sua dedicação, a sua maneira de formar amizades, a sua vida familiar como filho exemplar que era, tudo isto nos consola pela sua falta fisica em nosso meio. Todos os dias nos lembramos dele, das suas travessuras e maluquices, pois era torcedor do Nautico, sua paixão. Eu que sou torcedor do Sport brincava muito com ele. Mas com certeza esta em lugar muito bom no céu a chamado de Deus, não digo prematuramente, mas sim a vontade daquele que nos concede a Vida. Neste momento, estamos emocionados com as mensagens dirigidas ao Thiago por muitos dos seus amigos, sabendo valorizar o seu perfil profissional. Que Deus te abençoe. Um abraço fraterno, José Antonio Taveira Belo, Maria José da Silva TAveira (tia) e os seus primos Junior, Gustavo, Marcos e Rafael.

    ResponderExcluir
  15. No dia 06/11/84, nascia Thiago Correia,mesma data que eu, é muita coincidencia e muita alegria p/ um tio coruja como eu, fui um dos primeiros a ve-lo, era muito mirradinho, depois de alguns dias, fui visitar a minha irmã e levei um conjunto de camisa e calção do NÁUTICO, essas cores ele amou como poucos, falar de THIAGO, me emociona, falar do seu carisma é chover no molhado, expressar o que seus amigos(as), familiares e toda a comunidade de Garanhuns, fizeram em pró dele é algo singular,podem ter certeza, nós da familia CORREIA, somos muito gratos a todos. Suas palavras, Roberto Almeida, nos servem de alento, pois eu acredito que a morte é apenas uma passagem, mais saber que meu sobrinho foi querido e muito amado por todos que o conheceram, prá mim é algo indescritivél, um grande homem, nunca morre!!! Faz uns 30 dias que estavámos num churrasco na casa da minha irmã em Olinda, quando toquei no nome de Thiago, veio logo a saudade marvada e choramos, lembrando das bagunças, do riso solto, da pressa de viver que ele tinha, é complicado p/ mim, estar digitando essas linhas, meus olhos estão mareados, mais de uma coisa eu tenho certeza, um dia vamos nos encontrarmos e vamos nos abraçar-mos e matar as saudades e comentarmos sobre o nosso TIMBA!!! Obg Deus, por colocar no mundo, Thiago Correia e eu ter sido privilegiado de ser seu tio e ter convivido com ele, nunca disse para ele, mais eu era seu fã de carteirinha!!! Saudades, saudades, saudades!!! Ricardo Correia da Silva

    ResponderExcluir