ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

terça-feira, 20 de novembro de 2012

ARTIGO DE RODOLFO SENSIBILIZA JORNALISTA

O artigo de Fernando Rodolfo, publicado neste blog, tocou o coração de muita gente nesta Garanhuns querida. E sensibilizou gente que mora fora também. O jornalista Ruy Sarinho, que vive entre Recife e Olinda, exercendo com dignidade a sua profissão, só hoje, pela internet, tomou conhecimento da morte prematura do repórter Thiago Correia.

Ruy não se conteve e escreveu um longo texto, dando seu depoimento que envolve Thiago, Rodolfo, Roberto, Givaldo Calado, Andrea Amorim e outras pessoas da cidade. O jornalista enviou como comentário, mas seria injusto um depoimento deste não ser publicado na página principal do blog. Espero que gostem como eu.


Thiago, um brilho entre as estrelas!

Somente hoje, cinco anos depois, ao ler este artigo de Fernando Rodolfo em homenagem a Thiago Correia, tomei conhecimento de sua morte, prematura, prematuríssima.

A tristeza não tem data, nem tempo, para tomar conta da gente, nos inundando de saudades daquelas pessoas que conhecemos um dia e que se foram, mesmo que passados anos, por terem marcado nas nossas vidas.

Tive o prazer de conhecer e trabalhar com Thiago Correia na última campanha de Givaldo Callado a prefeito de Garanhuns, se não me engano, em 2004.
Foi um período curto, apenas pelos vinte primeiros dias de campanha, quando dirigi o guia de rádio do candidato, que tinha como vice Jorginho Branco.
Mas, um período de trabalho intenso, de dia e de noite.
Estúdio e redação funcionavam no casarão de Jorginho Branco, no meio da praça.

Já na primeira reunião, na casa de Givaldo, antes de começar o trabalho e a campanha, Thiago Correia era um dos presentes.
Naquele dia, já me chamou a atenção por sentir que ele tinha a alma de repórter, tinha gosto e amor pelo que fazia.

E, sobretudo, pureza e decência de sentimentos.

Thiago possuía um grande futuro pela frente como repórter de rádio.
Além disso, era dono de talento e inteligência, aliados à inquietude da juventude que pensa e que quer mais, por um mundo melhor.

Sabia o que dizer com o microfone na mão.

Hoje, estou triste, muito triste, por saber dessa partida, que, apesar de não ser tão recente, machuca por dentro.

Thiago Correia, ao lado de Andréa Amorim, Tony Duran, Carlão e mais umas duas pessoas de quem não consigo lembrar os nomes, agora, atuavam como um time holandês de futebol, cada um fazendo de tudo, atuando em várias funções, o que deixava o grupo com mais vontade de agir.

Mas, Thiago e Andréa se destacavam por quererem ir mais além do que fosse possível representar esse além.

Eles se doavam, vibravam com cada matéria que faziam, cada ideia que bolavam, juntos com a equipe, e comigo.

Saí, algumas vezes, para tomar minha cervejinha nos finais de um dia trabalho, na carona de Andréa Amorim, com sua cinquentinha, ou era monareta, não sei, e com Thiago.

Não lembro se ele era chegado a uma lourinha suada, mas sei que estivemos juntos nessas horas de descanso ou nos eventos de campanha, nos bairros de Garanhuns para realizarmos as coberturas que iriam para o guia de rádio.

Meses após esse trabalho político de rádio, Thiago sempre se comunicava comigo quando eu ligava para a emissora em que ele trabalhava, nas minhas atividades profissionais no rádio e em campanhas de outros candidatos no Estado, como na pré-campanha de 2006 ao Governo de Pernambuco.

Também ouvi inúmeros flashes comandados por Thiago, direto de Garanhuns, para emissoras do Recife.

Competente trabalho profissional, com vigor.

Aprendeu, muito bem, os ensinamentos do seu professor, Roberto Almeida.
O consolo para esta morte injusta, se é que podemos falar assim, é que ela não terminou com a história de vida breve de Thiago Correia.

O seu trabalho e sua história continuam vivos, nos pensamentos de seus amigos, como nos de Fernando Rodolfo, talvez o amigo-companheiro mais íntimo de Thiago.

O Amigo dos "mesmos sonhos", como disse Fernando Rodolfo.
Não há nada mais belo, mais humano e mais puro do que essa vivência, do que esse sentimento, desses sonhos compartilhados que emocionam a tantos tenham a sensibilidade no seu interior.

Thiago tinha a idade dos meus filhos homens.

A minha alegria, apesar da tristeza, é saber que Thiago Correia está lá em cima, neste encantado céu luminoso das noites de Garanhuns, como uma estrela especial, ao lado de Ione, a guiar os jovens como ele para viverem intensamente as suas vidas, com a mesma garra, com a mesma alegria e como o mesmo amor com os quais passou os seus breves anos entre nós.
Brilho próprio para isto, Thiago Correia sempre teve.
Um grande Abraço, Thiago Correia.

Olinda, 20 de novembro de 2012

Ruy Sarinho

2 comentários:

  1. Ruy Sarinho, excelente homenagem ao nosso amigo Thiago. Traduziu o sentimento de saudade que é peculiar em muitos garanhuenses. Um forte abraço e espero um dia conhecê-lo pessoalmente! Fernando Rodolfo

    ResponderExcluir
  2. Fernando Rodolfo, já tivemos contatos por telefone, quando você atuava junto com o amigo Roberto Almeida, na Rádio Sete Colinas FM, na qual tenho boas amizades. Obrigado, por sua citação ao artigo que escrevi sobre o bom menino Thiago Correia. Também terei muito prazer em conhecê-lo pessoalmente, pois quem tem o aval de um Roberto Almeida merece o meu respeito e minha admiração. Sucesso no seu trabalho profissional, no SBT, de que tomei conhecimento pelo Blog de Roberto Almeida, que sempre destacava seu trabalho quando vocês atuavam juntos, como o seu braço direito. Um abraço,
    Ruy Sarinho.

    ResponderExcluir