quarta-feira, 18 de abril de 2012

LARISSA E KITTY TRAÇAM PERFIL DE MÁRCIO BASTOS

A Revista Classe A evoluiu visivelmente, nos últimos tempos, e está fazendo um jornalismo de qualidade. Não é só colunismo social e matéria sobre os ricos, como alguns críticos que não leem nada tem apontado através deste blog. No último número, uma das matérias que merece ser lida é uma entrevista com o perfil do juiz Márcio Bastos (foto), diretor da Faculdade de Direito de Garanhuns, que em pouco tempo ganhou credibilidade em Pernambuco, superando instituições antigas como as de Caruaru e Olinda.

Dr. Márcio informa que se formou na Universidade Federal da Bahia, 23 anos atrás, tendo se tornado juiz em 1995. Confessa que já sofreu ameaças em sua profissão e admite que isso faz parte do cotidiano da vida de um magistrado. Segundo ele, os casos mais difíceis de julgar são aqueles referentes a erros médicos. O que mais teme em sua profissão? "Não ser justo em um julgamento", responde Márcio Bastos.

A maior emoção deste magistrado radicado em Garanhuns foi o nascimento dos seus três filhos, a maior dor foi a perda do seu pai e o que lhe dá mais prazer é estar com sua família. Sua esposa é Cristina Alfaya Sa Barreto, que trabalha na AESGA.

A música da viga do magistrado é "Pais e Filhos", do Legião Urbana, seu filme preferido é "Carruagens de Fogo" e o livro que mais gostou até hoje foi "Gerra do Fim do Mundo", do peruano Mário Vargas Llosa, uma narrativa sobre a vida do beato Antônio Conselheiro.l

Dr. Márcio Bastos é católico e gostaria de realizar três coisas em sua vida: O caminho de Santiago de Compostela, voltar a Paris acompanhado da esposa e participar da Corrida de São Silvestre, em São Paulo.

Pra terminar a síntese da entrevista feita por Kitty e Larissa, um pensamento que o juiz deixou para os leitores: "Sem sacrifício não existe conquista".

10 comentários:

  1. Dr. Márcio é o melhor professor da Faculdade de Direito de Garanhuns, Parabéns pela homenagem ao juiz e ao cidadão.

    ResponderExcluir
  2. O juiz tem bom gosto; Legião Urbana, Carruagens de Fogo e Mário Vargas Llosa não é para qualquer um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. Marcio é um excelente pessoa. espero que também não esteja pensando em ser o candidato do prefeito Luis Carlos.

      Excluir
  3. TELMA esquece o juiz, baba só o roberto mesmo.

    ResponderExcluir
  4. QUE BOM NESTE BLOG SE COMENTAR ALGO QUE NÃO SEJA POLÍTICA.

    ResponderExcluir
  5. Conheço excelente Magistrados assim como Dr. Marcio e Dr Rinaldo(este ultimo é meu amigo). É uma pena que o poder judiciário seja tão lento. Eu mesmo faço parte de um processo como reclamante já há doze anos. Só no STF já faz sete anos, sem esperança de ser julgado. E é porque é uma verba alimentar, imagine se não fosse. Em função deste mesmo processo (RMS 25.841), meu salário está congelado há dezessete anos. Só não estou passando fome, porque Deus é grande. Tenho outro processo na Vara de Dr. Marcio mesmo já alguns anos, cujo mérito ainda não foi julgado em primeira Instância. Assim, aqui nestes casos, se aplica aquela celebre expressão do grande jurista que este Pais já teve (Rui Barbosa) Justiça tardia passa ser uma grande injustiça!"
    JOSÉ SALES DA SILVA
    CPF 005.906.303-34

    ResponderExcluir
  6. Uma revista intitulade de CLASSE A, deveria ter um revisor da Língua Portuguesa classe A também. A revista é cheia de erros de Português, erros grosseiros que chega até dar vergonha, ver um jornalista escrever certas coisas. Erros de gramática, de concordância, de acentuaçao etc., são gritantes. Uma revista com uma proposta interessante, mas precisa ser revisada com mais carinho.

    Professora Vânia Lúcia

    ResponderExcluir
  7. "Sem sacrifício não existe conquista". A vida já é um sacrifício, Doutor. Já pensou a pessoa estar sempre no sacrifício e conquistar sempre sofirmento e dificuldades. Ser juiz foi difícil, é difícil, mas ser cidadão, e assalariado... Bem que ops magistrados poderiam dar uma força para mudar isso e combater um monte de coisa errada que atrapalha as pessoas de bem que querem viver. Parabéns pela entrevista, Dr. Márcio. Não se esqueça de nós aqui em baixo. Junior Isidoro

    ResponderExcluir
  8. Independente de questões gramaticais e erros comuns na imprensa em geral - que devem ser evitados é claro a Revista de Kitty tem melhorado e está indo além do colunismo social; a entrevista do Dr. Márcio Bastos com muita felicidade citada no blog é um exemplo de bom jornalismo infelizmente não alcançado pelos analfabetos funcionais que em vez de Legião Urbana conhecem Saia Rodada nunca ouviram falar no filme Carruageens de Fogo e não sabem quem foi Antônio Conselheiro imagina o escritor Mário Vargas Llosa.

    ResponderExcluir
  9. Os ataques contra o juiz Márcio Bastos, assim como os dirigidos a outras autoridades serão publicados, desde que os autores se identifiquem devidamente.

    R.A.

    ResponderExcluir