SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

BOMBARDEIO CONTRA DOURADO É LÁ E CÁ

Pré-candidatos a prefeito de Lajedo e Garanhuns, e mesmo moradores das duas cidades alimentam os blogs com notícias negativas envolvendo Antônio João Dourado. O socialista sofre um bombardeio lá e cá e muitas vezes nem sabe de onde partiu o ataque.

Hoje mesmo, em plena quarta-feira de cinzas, está na minha caixa de e-mails uma mensagem com as considerações da promotora pública de Lajedo, Danielly da Silva Lopes, sobre as condições do Matadouro Público do município vizinho.

Segundo os oposicionistas, “esta é a verdade sobre o matadouro de Lajedo e com a revelação do documento do Ministério Público mais uma vez caiu a máscara de Antônio João”.

“Você foi comunicado das condições precárias do matadouro e nada fez. Agora quer culpar a oposição pelo fechamento do mesmo?”, indaga o lajendense.

Abaixo o texto da Promotora de Justiça:

PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO Nº 001/2012 CONSIDERANDO o teor do relatório de vistoria realizado pela ADAGRO no Abatedouro de Lajedo-PE, dando conta do não atendimento de diversas exigências para seu funcionamento; CONSIDERANDO que as exigências apontadas pela ADAGRO buscam salvaguardar a saúde pública e a segurança dos funcionários, dos consumidores e dos produtos; CONSIDERANDO que na inspeção realizada no Matadouro Público do Município de Lajedo ficou constatado que seu funcionamento está fora dos padrões técnicos, não se enquadrando na legislação vigente, conforme o relatório e as fotos tiradas durante a inspeção; CONSIDERANDO a inadequação e precariedade de funcionamento do Matadouro, no que se refere à precariedade e inadequação das instalações; falta de tratamento dos efluentes; o processo de matança dos animais, de esfola e evisceração; falta de higiene, limpeza e desinfecção nos procedimentos e instalações, conforme detalhadamente descrito no relatório da ADAGRO, em anexo; CONSIDERANDO a falta de higiene nas operações de abate dos animais, o desrespeito a lei de crimes ambientais no que se refere ao destino dos resíduos líquidos e sólidos oriundos do processo de abate, os quais são jogados diretamente no meio ambiente sem passar por nenhum tipo de tratamento, conforme determina a legislação vigente; CONSIDERANDO, ademais, a possibilidade iminente de transmissão de zoonoses, infecções tóxicas alimentares e outras doenças do gênero que constituem grave risco à saúde das pessoas ainda comprometendo o meio ambiente; CONSIDERANDO, afinal, ser atribuição do Ministério Público a defesa dos interesses difusos, entre os quais avultam os relativos ao meio ambiente e ao consumidor, com a finalidade de prevenir e reparar danos; CONSIDERANDO a necessidade de atendimentos às exigências da fiscalização agropecuária, a fim de garantir a regularidade no funcionamento do Abatedouro Municipal de Lajedo-PE e sua adequação às normas pertinentes; RESOLVE, por tais razões instaurar o presente Procedimento Preparatório com o objetivo de apurar a ocorrência de danos ambientais e consumeristas, bem como a necessidade de configurar, na área em referência, as irregularidades apontadas, promovendo diligências para posterior realização de termo de compromisso de ajustamento de conduta, instauração de ação civil pública ou outras medidas judiciais ou, ainda, o arquivamento das peças de informação, nos termos da lei, determinando, de logo, o que se segue: 2) que, registrado e autuado o presente procedimento, sejam notificados o Sr. Prefeito de Lajedo-PE e o Administrador do Abatedouro, dando-se-lhes ciência dos termos da vistoria da ADAGRO, a fim de que se pronunciem sobre as pendências ali relatadas, no prazo de 15 (quinze) dias; 3)que seja oficiado o Sr. Prefeito Municipal convidando-o a comparecer a reunião pública a ser realizada no dia 16 de janeiro de 2012, às 14:00 horas, no Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Consumidor do MPPE; 4) Acaso permaneçam não atendidas as exigências, requisite-se à Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária - APEVISA a realização de vistoria no Abatedouro Municipal e a consequente elaboração de laudo pericial, para que se atestem as condições de operação daquele serviço; 5) que seja encaminhada cópia desta Portaria, por ofício, ao Conselho Superior e à Corregedoria-Geral do Ministério Público, e por meio eletrônico, ao Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Consumidor, para fins de conhecimento. 6) Registre-se eletronicamente. Autuem-se os documentos já coletados. Lajedo, 04 de janeiro de 2012. DANIELLY DA SILVA LOPES Promotora de Justiça (LAUDO COMPLETO EM: www.mp.pe.gov.br/uploads/MsbY.../Portaria_de_PP_Lajedo.doc).

19 comentários:

  1. Muito bonito tudo isso, mas até agora a oposição não respondeu a pergunta que não quer calar. Quem colocou aquela vaca morta nas imediações do matadouro? Aquele vídeo nas redes sociais nos respondem muita voisa.Portanto, conta fatos não há argumentos.

    ResponderExcluir
  2. Oposição, só queria saber quem colocou aquele animal morto no matadouro?

    ResponderExcluir
  3. A OPOSIÇÃO DE LAJEDO VIVIA BATENDO NO HOSPITAL, COMO RESOLVERAM AQUELE PROBLEMA ELES FICARAM SEM TER O QUE FALAR. AGORAM PARTEM PARA O MERCADO MUNICIPAL E O MATADOURO. MUITAS FAMÍLIAS ESTÃO SENDO PREJUDICADAS POR VOCÊS, AÍ DEPOIS QUEREM QUE O PREFEITO CORRA ATRÁS DE LOCAIS ALTERNATIVOS.
    VÃO PROCURAR O QUE FAZER QUE É MELHOR.

    ResponderExcluir
  4. CONTRA VACAS MORTAS NÃO HÁ ARGUMENTOS.
    FICA A DICA OPOSIÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  5. Na situação do matadouro de Lajedo, o MP agiu mediante representação. "Não sei quem fez essa representação" mas aquela vaca morta no matadouro prejudicou a imagem de Lajedo, só que vocês da oposição querem ir contra as imagens.

    ResponderExcluir
  6. A oposição é bem organizada. eles tem vários meios
    para tentar denegrir a imagem do prefeito, mas nenhum pra explicar a história da vaca morta.

    ResponderExcluir
  7. Eles se explicam, fazem de tudo, só não explicam
    aquela vaca morta.

    ResponderExcluir
  8. É DR. RÔMULO NELES!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Já querem fechar o mercado municipal é?
    Já tá de mais essa inveja de vocês por Antônio João.

    ResponderExcluir
  10. Vocês não são os dono de Lajedo pq não atacam a promotora? Tão com medo?

    ResponderExcluir
  11. Vocês mesmo se contradizem. Dizem que o matadouro foi fechado por não terem as mínimas condições de higiene e que a oposição não teve nada hever. Então, qual o motivo daquela vaca morta no matadouro municipal?

    ResponderExcluir
  12. ACREDITO QUE ATÉ O FIM DE SEMANA AJD CONSIGA REABRIR O MATADOURO.

    ResponderExcluir
  13. quem deve dar conta de uma vaca encontrada morta no matadouro municipal sao os gestores da cidade e não a oposição.

    Júlio César

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. coidadeo de vc Julio ainda não viu o video? ai saberas quem colocou a vaca lá. kkkkk fica a dica olhe no Faceboock de eraldo nogueira? só não sei pq ainda não coilocaram no blog e a foto que a aposisão colocou anteriormente não era do matadouro

      Excluir
    2. Júlio Cesar, você tem toda razão. Tanto que os gestores da cidade já descobriram quem foi. O vídeo feito mostra claramente isso.

      Excluir
  14. José Fernandes Costa22 de fevereiro de 2012 14:55

    Isso nem é rolo, nem rolinho. - É ROLÃO mesmo. - E a promotora não deve entrar nessa. - Ela, a promotora, já fez a sua parte. - Agora, deixem as PARTES se engalfinharem./.

    ResponderExcluir
  15. OH GENTE BURRA O CASO NÃO É A VACA MORTA NAS IMEDIAÇÕES DO MATADOURO ,E SIM AS CONDIÇÕES DO MESMO. ALÉM DE BABÃO SÃO BURROS, O COITADOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. babo sim e vc quer babar e não tem vaga. asa condições estao boas o problema e que esta na zona urbana. calma anonimo relaxe

      Excluir
  16. Será que esse ze fernando já transferiu seu titulo para votar em lagedo?

    ResponderExcluir