ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

domingo, 26 de fevereiro de 2012

ASSASSINATO DE PROFESSORA ABALA GARANHUNS

Garanhuns foi abalada por um crime bárbaro, na noite deste sábado, quando a professora do tradicional Colégio Santa Sofia, Cláudia Cristina Monteiro Vilela, 43,  foi assassinada com vários tiros na cabeça. A notícia chegou primeiro às redes sociais, depois foi divulgada por Kleber Cisneiros e Wagner Marques, passando a ser comentada nos quatro cantos do município.

Segundo Kleber Cisneiros,  a professora conversava com sua mãe, uma irmã e algumas amigas, quando chegaram dois homens numa moto, encapuzados, e tentaram invadir a sua residência. A profissional da área de educação reagiu e eles atiraram mais de uma vez. Quando a polícia chegou ela já estava sem vida e seu corpo foi levado ao IML de Caruaru.

Os policiais trabalham com a hipótese de assalto. “A vítima havia recebido uma grande quantia em dinheiro recentemente, de indenização do seguro de vida deixado por uma de suas irmãs, que faleceu há pouco mais de três meses”, revelou Kleber em seu blog.

Muitas pessoas, principalmente mães que têm filhos no Colégio Santa Sofia, fizeram comentários através da internet lamentando o episódio e se revelando chocadas com o crime.

Transcrevemos abaixo, o registro do 9º Batalhão da Polícia Miltitar, sobre o assassinato, enviado, junto com outras informações, pelo responsável pelo blog Agreste Violento:


A vítima estava em sua residência, em São João,  quando bateram na porta e disseram que eram da seguradora e quando a referida vítima abriu a porta, dois (02) elementos não identificados e armados, um deles encapuzado, perguntaram pelo dinheiro, no valor de R$ 100.000,00 (cem mil) reais que a mesma estava para receber e que os marginais pensavam que ela já tinha recebido, como ela não estava com o dinheiro, os tais elementos efetuaram um disparo na cabeça da vítima, a qual faleceu no local. Os imputados logo após praticarem o homicídio fugiram em uma moto não identificada. As polícias militar e civil foram na localidade, onde foi feito o levantamento cadavérico. Foram feitas várias diligências, porém, sem êxito.


(A foto da professora Cláudia, que ilustra este post, foi publicado originalmente por Wagner Marques).

9 comentários:

  1. É lamentável a violência que destrói nossos lares, hoje a professora Claudia, amanhã quem será a próxima vitima. Que nossas leis sejam modificadas com penas pesadas, para coibir esta industria do crime. Assim como o uso do cinto de segurança, a lei seca, o porte ilegal de armas o criminoso tem que ter medo de ser preso. Acabar com a industria do prende e solta basta ter dinheiro. Meus sentimentos aos familiares e amigos.

    ResponderExcluir
  2. voçes sabem que o motivo nao foi esse,eles queriam mata outra que nao estava em casa,todo mmundo de sao joao sabe ate quem mandou matar e o motivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Palmas, e mais palmas ao partido dos trabalhadores e sua máfia que seinstalou no poder e parece que não sai mais. Nunca na história desse país a criminalidade aumentou tanto. Nunca se passou tanta a mão na bandidagem como no governo de luis inácio lula da silva... Aqui se mata mais do que numa guerra...e o país vai bem!!! vai uma merda!

      Excluir
  3. Querer culpar o ex-presidente por um crime cometido em São JOão é coisa sem pé e sem cabeça.

    ResponderExcluir
  4. NÃO É NÃO. A DESONESTIDADADE ANARQUIA FOI INPLANTADA NO PAÍS ATRAVES DO PT,MESMO.O VANDALISMO TATADA COMO COISA NORMAL.A IMPUNIDADE CHEGOU PRA FICAR.ACORDEM ENQUANTO É TEMPO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muita palhaçada envolver partidos politicos em uma coisa tão séria desta será quem com uma coisa tão barbara ~esse prefeito e sua coja não param de fazer politica respeitem os sentimentos dos familiares, em uma hora tão dificil. respeito é só isso que precisamos em São João

      Excluir
  5. Eitah que o PT tá incomodando em São João mesmo, tem nada não a eleição vem aí pra tirar esses incomodados do poder e organizar a zorra que virou o município.

    Joaquim do planalto.

    ResponderExcluir
  6. Falar em politica em uma hora tão dificil como essa é de mais não acham seus canalhas. meus sentimentos a familia.

    ResponderExcluir
  7. minha gente parem com isso, tenham vergonha e sensibilidade nessa hora, ficam metendo partido político em uma hora dessas. se enxerguem, respeitem a família. caro roberto, foi um tiro só, foi uma execução, pois ela não reagiu, a pergunta pelo dinheiro foi para tirar o foco, pois o bandido mandou ela sentar e abaixar a cabeça e depois atirou. ela não reagiu.isso foi uma execução planejada, agora por quem cabe a polícia dizer

    ResponderExcluir