ALEPE

ALEPE
ALEPE

sábado, 20 de agosto de 2011

MUDARAM O CONCEITO DE PREFERENCIAL

A Rua Orlando Wanderley, que começa nas proximidades da Dom José até cortar a Severiano Peixoto, onde recebe outro nome, durante muito tempo foi a via preferencial dos motoristas. É o certo, já que é muito mais movimentada do que todas as ruas que a cortam. Mas um dia desses alguém da Autarquia de Trânsito resolveu alterar o correto e todas as preferenciais na área agora são ruas com movimento mínimo. O resultado é que as pessoas guiando seus veículos sempre estão na dúvida, outros não obedecem a sinalização e qualquer dia desses um acidente vai acontecer. A coisa é tão esdrúxula que uma ruazinha que sobe em direção à Rua da Madeira (perto do antigo Cabaré de Maria Gorda), toda atravancada de carros estacionados, com uma lombada mesmo na entrada, é também "via preferencial". Um negócio surrealista. Basta ter tirado carteira de motorista e ter feito aquele testezinho do Detran para saber o que é rua preferencial. Mas a direção da Autarquia Municipal esqueceu de consultar o manual. Por essas e outras é que os radialistas Pereira Filho e Luiz Andrade esta semana desceram o pau na AMTT, durante o programa Combate, na 87 FM. O presidente Enos Maciel (foto) podia rever essa questão.

5 comentários:

  1. Logo quem............. Pereira Filho, troque a pilha, mestre!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. essa tal rua tornou se muito perigosa depois do recapeamento asfaltico,carros e principalmente motos trafegam em alta velocidade acidentes e atropelamentos ja aconteceram por sorte sem vitimas fatais.É preciso redutores de velocidade urgente.

    ResponderExcluir
  3. O presidente Enos Maciel não sabe nem o que é mão e contra-mão aqui nessa cidade !!!

    ResponderExcluir
  4. O correto seria o prefeito Luiz Carlos abandonar seu gabinete, colocar o quépe e ir lá dar uma mãozinha como guarda de trânsito.
    Ih!Ih!Ih!Ih!Ih!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. O transito de Garanhuns está sendo o causador de um dos maiores aborrecimentos que o cidadão em garanhuns esta sendo submetido. Tudo bem que existem inumeros fatores que dificultam como o crescimentos do quantitativo de carros e a falta de planejamento na expansao da cidade (ruas estreitas) mas com certeza existem paliativos que ajudariam o motorista e os pedestres nesta cidade. Nunca vi tanta lotação, moto taxi, taxi e onibus concentrados em um mesmo local como na avenida santo antonio. Essa região voltada para a economia deveria servir apenas para embarque e desembarque de passageiros, nao há necessidade de ficar todo mundo estacionado,amontoado o dia todo na avenida. Solução: Facil. Execução: Dificil.

    ResponderExcluir