SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 23 de agosto de 2011

GOVERNO PODERÁ TER MAIS DE UM CANDIDATO EM GARANHUNS

Esse foi o palanque de 2010. Será o mesmo em 2012?

Assim como as oposições não estão conseguindo se unir, dificilmente o Governo terá apenas um candidato para disputar a Prefeitura de Garanhuns. Esta semana, conversando com uma pessoa próxima a Zé da Luz, ele me garantia que dificilmente o ex de Caetés deixará de disputar a eleição de 2012 na Suíça Pernambucana. "Ele tem um capital político no município que não pode desperdiçar", argumentou. Assim, tudo indica que o representante do PHS entrará outra vez na disputa e até os cabos eleitorais já se organizam para a campanha futura. O deputado estadual Izaías Régis (PTB), que sempre sonhou em comandar os destinos desta cidade, terá no próximo ano possivelmente a grande oportunidade. Está próximo do prefeito Luiz Carlos e é ligadíssimo ao senador Armando Monteiro, um dos pré-candidatos ao Governo de Pernambuco em 2014. Izaías poderá entrar no páreo até mesmo para fortalecer a base do líder petebista no interior. Outro que nos últimos meses se movimenta de olho na política é o professor Pedro Falcão, diretor da UPE. Já transferiu seu domicílio eleitoral para cá, se filiou ao PSB e conta com a simpatia e a mão amiga do governador Eduardo Campos. Caso o Partido Socialista decida por uma candidatura própria na terrinha, o nome mais cotado hoje é mesmo o do professor, natural de São João. E o prefeito Luiz Carlos, vai assistir tudo de camarote? Provavelmente não. Outro dia recebeu seu colega José Queiroz e ficou satisfeito por continuar no comando do PDT para coordenar sua própria sucessão. O vereador Dimas Carvalho, os secretários Júlio César e Carlos Eugênio podem estar nos planos do atual prefeito. Podem encabeçar uma chapa, dependendo das circunstâncias, como também podem receber a missão de compor como vice. Difícil é você imaginar que Zé da Luz, Izaías Régis, Pedro Falcão e uma pessoa ligada a Luiz Carlos vão estar todos no mesmo palanque em 2012. Dois ou três devem sair em faixa própria e ninguém espere afagos, beijinhos, uma campanha muito civilizada. Na base governista mesmo, como do outro lado, vai ser quase uma "briga de foice". A sede e a fome pelo Palácio Celso Galvão vão fazer o sangue ferver.

4 comentários:

  1. Político pra mim,caro Roberto,não tem um pingo de noção de ética nem de civilidade!!!!!

    ResponderExcluir
  2. é bom que se divida mesmo pra ficar mais fácil pra Aurora.

    ResponderExcluir
  3. eitaaaaa.... ficha suja teimoso sera possivel esse ze nao sei das quantas sabe que ele nao assumi.

    ResponderExcluir
  4. Zé da luz é popular, perguntam ao povo da periferia.

    ResponderExcluir