SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sábado, 27 de agosto de 2011

12% DOS INTERNAUTAS PREFEREM UMA DITADURA MILITAR

Apesar da Democracia ter seus valores  tão proclamados pela imprensa, intelectuais, professores e sociedade organizada, há quem ainda prefira um regime autoritário, ou uma ditadura, como o Brasil viveu entre 1937 e 1945, com Getúlio Vargas, e entre 1964 e 1984, com os militares. Na última enquete realizada neste blog perguntamos ao leitor o que seria melhor para o Brasil na atual situação vivida pelo País. E 12% optaram pela opção “Estabelecer uma Ditadura Militar”. Outros 5% acham que é melhor a mídia governar o País, enquanto a maioria, ou 32%,  considera melhor surgir uma 3ª via, “que nos livre do PT e do PSDB”. Quanto ao Partido dos Trabalhadores no poder, 17% opinam que se deve exigir mais ética e transparência dos que estão no poder a nível nacional. O medo de uma ditadura foi expresso por 9%, que recomendaram “cuidado para não dar asa aos golpistas”. Enfim, 18% defenderam que o Brasil devia voltar às mãos do PSDB.

8 comentários:

  1. SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO COME!

    Desde que seja à guisa de renovação, e, diante das ofertas e a leseira dos seguidores, poderá ser mais próspera, a indicação pelo líder maior, que bota quem quer, deixa quem quer e está vendo a fragilidade reinante na onda das pretensões. É pena que falta muito tempo!...; mas, agueta coração!!!

    ResponderExcluir
  2. A sua pergunta foi capciosa, quem disse que um governo militar tem que ser ditadura?
    A esquerda chega lá é não quer mais sair e é ditadura também!
    Mesmo em uma democraia não se pode prescindir dos militares = lei, senão vira anarquia.

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia!
    Como pensar em DITADURA. Jamais.
    Vamos renovar a "galera" que hoje administra o Bem Público.
    Uma nova geração, um novo pensamento.
    Preparemos as crianças, os adolescentes.
    Tá chegando o tempo d'eles.

    Vento Ventania - NOSSO LAR

    ResponderExcluir
  4. Se os militares tivessem pessoas preparadas em todos os municipios do Brasil para governar as prefeituras, eu concordaria que retornássemos ao regime de exceção.

    Os Militares comeram o pão que o diabo amassou quando o regime governou o País.

    Eu vi muitos militares ficarem calados, outros passaram privazões das mais diversas, outros não tinham sequer onde morar dignamente e ninguém dava bola e os civis travestidos de militar usavam e abusavam das forças para mostrar autoridades, isto é, prendia-se um ali e acolá e eles mandavam a polícia soltar.

    Tomava-se uma arma e aparecia o civil para conseguí-la de volta.

    É precisos aprimorar a democracia, é preciso que as autoridades judiciais entre mais afundo nas questões políticas e começem a fazer uma varredura nos erros cometidos pelos vários civis e, certamente, as coisas começam a melhorar.

    O resto é dar EDUCAÇÃO de qualidade ao povo que eles vão aprendendo com o exercício do processo democrático.

    Da-lhes Brasil!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Concordo com o anônimo de 28 de agosto das 11:17. Se o poder judiciário cumprir fielmente as leis e não se vender a esses politico aproveitadores, fiscalizar a administração pública (porque é ai que está o foco da roubalheira), fazer cumprir as normas para educação, não precisa de ditador, civil ou militar, só precisa de um judiciário atuante e uma polícia federal ligada ao judiciário, e quem pular fora do caco a caneta vadia.

    ResponderExcluir
  6. Chega a beira da ignorância a inocência burra daqueles que preferem entregar a sua vida ao controle de outros. Onde se fundou a ideia de que os militares são seres puros e que não há corrupção e todas as mazelas que conhecemos muito bem da sociedade brasileira. Quem vive dentro da caserna, pode até não comentar, mas sabe exatamente que acontece lá tudo que acontece aqui fora. Nada mais certo que a velha frase: "A democracia tem defeitos mas ainda é o melhor regime que conhecemos".

    ResponderExcluir
  7. prefiro a ditadura que moderava a midia, censura, hoje com essa democracia o brasil virou um prostibulo, sexo toda hora na televisao, sao umas piranhas e uns bandidos vagabundos dançando com movimentos simulando uma cena de sexo, musicas com letras depravadas, palavroes que somos obrigados a ouvir com nossos filhos, se agente sai na rua com nossos filhos, hora e outra encontramos casal de namorados heteros e homo trocando caricias nas partes intimas, o crime tomou uma proporçao fora da conta, nao temos mais segurança, assaltos, e ta tudo normal, a nosso fantastico orgao de segurança nos aconselha como reagir num assalto, nao fazer movimentos bruscos, entregar tudo, bla,bla,bla, nos ensina como dialogar com o senhor bandido e bandido ainda tem a constituiçao, direitos humanos, etc... , na epoca da ditadura eu era criança mas me lembro, depois das dez horas policia parava e se fosse vagabundo, vadio, desocupado, ia preso mesmo, nao tinha bagunça, bandido bom era bandido morto
    entao prefiro a ditadura do que essa zona que ta hoje

    ResponderExcluir
  8. Ditadura Militar de quê?
    Esquerda?
    Tipo Comunista.

    Porque os idiotas que preferem isto devem pensar igual aos evangélicos que gostariam de uma Teocracia Pentelhocostal.

    Mas será que estão preparados para uam Teocracia Umbandista?

    ResponderExcluir