Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

MAIS UMA DA ERA LULA

O presidente Lula democratizou o uso de verbas públicas na mídia do país. Tanto o petista quanto Fernando Henrique Cardoso gastaram em média R$ 2.310 bilhões por ano com propaganda. A grande diferença é que o tucano com o mesmo dinheiro chegava apenas a 182 municípios, enquanto o petista atingiu 2.733 cidades. FHC atendia com verba publicitária 499 veículos de comunicação. O ex-sindicalista nascido em Garanhuns, com a mesma grana, contemplou 8.094 órgãos de imprensa do país. Antes só quem via os reais do Governo  eram jornais, revistas, emissoras de rádio e TV importantes, como Folha de São Paulo, Veja, Estadão, TV Globo, SBT, Record, Jornal do Commercio, O Globo, O Povo, A Tarde, Época, IstoÉ e outros do mesmo nível. Nos últimos oito anos, sem gastar mais, as verbas chegaram a jornais, rádios e recentemente até os blogs de municípios como Caruaru, Petrolina, Arapiraca, Belo Jardim e outras cidades que nunca tinham visto a cor do dinheiro Federal.

Lula levou tão a sério a questão da valorização dos pequenos veículos de imprensa, que depois da eleição deu uma entrevista para blogueiros. Segundo ele, existem “blogs progressistas" que precisam ser valorizados. José Serra, que perdeu a eleição, não gosta dessa mídia alternativa e rotulou os novos espaços que nasceram na internet de “blogs sujos”. Nunca, antes, na história desse país se viu tanta gente participando do processo de informar. Com isso, a Grande Imprensa deixou de ter tanto poder e não tem mais força para eleger o político que atende os seus interesses, como fez com Fernando Collor em 1989. É mais uma herança positiva da Era Lula, quer gostem ou não os que têm horror ao peão de Caetés.

7 comentários:

  1. O impressionante sobre as informações que chegam a todas as pessoas, é que, está cada vez mais fácil chegar a elas. De qualquer lugar do mundo, com as tecnologias de hoje, pode-se acessar a internet. Uso um celular como modem em meu computador, e através dele, leio diariamente os blog de Capoeiras, Roberto Almeida e Rafael Brasil. Com as informações cada vez mais rápida e barata e com baixa poluição da natureza, teremos no futuro, cidadãos cada vez mais conscientes.
    DOM QUIXOTE(Prof. Zezinho)

    ResponderExcluir
  2. Para quem não se lembra: as relações fraudulentas do governo Fernando Henrique, incluía PAULO Henrique Cardoso, filho do ex-presidente FHC. Paulo Henirque, unido a Rubens Medina, deputado do PFL-RJ, mantinham ligações criminosas com a família de Jorge Bornhausen, senador e presidente nacional do PFL. Essa quadrilha, usando uma empresa de nome Artplan Prime, fazia a "publicidade" do governo federal. Apropriaram-se de 14 bilhões de reais, sob o pretexto de promover a Expo 2000, na feira de Hannover. E nada foi feito, porque o FMI mandou que o governo FHC contivesse gastos. - O escabroso dessa história é que o dinheiro DESAPARECEU. O ministro do Esporte e Turismo da época, Rafael Greca era afilhado político de Jorge Bornhausen. E o dinheiro seria para as comemorações dos 500 anos do Brasil! - Cadê a festa e cadê os 14 bilhões de reais?

    ResponderExcluir
  3. OTTO OLIVEIRA DO BAIRRO DA BRASÍLIA29 de dezembro de 2010 22:18

    LULA TORROU 10 BILHÕES DE REAIS EM OITO ANOS FAZENDO PROPAGANDA PARA SE PROMOVER E MENTIR. É MUITA OUSADIA DESSE BLOGUEIRO AFIRMAR QUE LULA DEMOCRATIZOU O USO DE VERBAS PÚBLICAS.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com o que diz o leitor José Fernandes a respeito da roubalheira do safadão do Fernando Henrique. Porém, o Lula também foi um ladrão discarado e chefe do mensalão, só qie ele não sabia de nada.

    ResponderExcluir
  5. Pôxa pessoal, um post desses, é para leitura, reflexão e um comentário, no máximo, concordando ou não com esses investimentos do Governo, com Mídia.
    Deixem Lula e FHC de fora, pois o tempo já os julga.
    A história registrou a Era LULA e FHC, resta-nos, decretarmos, nas eleições, o que serão Eles.
    Agora pessoal, é Dilma.
    Eu concordo plenamente que ela invista em Mídia, e acho que é a hora dos blogueiros.
    Com todo respeito pessoal...pensem antes de escrever...

    Antonio Ivo - Garanhuns/PE

    ResponderExcluir
  6. Se é para falar em "mensalão", NÃO vamos esquecer do Zé Roberto Arruda (PFL-DF) e sua quadrilha com o mensalão do DEMO (Brasília)! E o mensalão do Eduardo Azeredo (PSDB-MG)?
    E o Zé Roberto Arruda seria o vice do Zé Serra, se não houvessem descoberto logo aquele montão de dinheio que saía pelo ladrão. Ou melhor, que entrava nos bolsos dos ladrões de Brasília.

    COMO DIZ O "filósofo" Macaco Simão (Zé Simão): "Não há virgens na zona."

    ResponderExcluir
  7. Esse tal de Zé Fernandes deve ser da filosofia de que "se meu vizinho rouba eu também vou roubar". Não adianta, Lula foi um ladrão discarado tanto quanto o FHC o Arruda e o Azeredo. E o pior: atraves do MENNSALÃO o Lula foi chefe de uma quadrilha que tinha 41 menbros. o que diferencia dos outros É QUE ELE NÃO SABIA DE NADA.............................

    ResponderExcluir