SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

ANALFABETOS POLÍTICOS E FUNCIONAIS

Bertolt Brecht (foto), o genial dramaturgo e poeta alemão, escreveu essa preciosidade, conhecida por tantos:

"O pior analfabeto é o analfabeto político.

Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política.

Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais".

Existem muitos que se encaixam nesses versos. Pessoas que não sabem de nada, mas se julgam o máximo. Gente que nunca leu um livro, não conhece nem ao menos uma parte da gramática chamada "figura de linguagem", no entanto está tão convencida dos seus conhecimentos que sai por aí a arrotar os saberes que não têm. Existem os analfabetos políticos, os analfabetos funcionais, incapazes de compreender um texto curto, os recursos técnicos que a Língua Portuguesa oferece. Mas felizmente existe um remédio: estudar e ler mais. Todo mundo pode faz isso, nem que seja frequentando uma biblioteca pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário