Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Festival de Inverno

Alepe

Alepe
Alepe

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

VISITA A SÃO BENTO DO UNA

 Casarão Alceu Valença - um dos orgulhos da cidade

Cada vez que vou a São Bento do Una, desde que padre Aldo Mariano assumiu a Prefeitura, fico um pouco surpreso com a transformação da cidade.  Talvez os moradores de lá não se deem conta de como o município mudou, porque vivem o dia a dia local e às vezes é preciso um distanciamento para enxergar melhor as coisas. A terra natal do cantor Alceu Valença e do escritor Gilvan Lemos, até a gestão de Paulo Afonso Cintra, parecia parada no tempo e no espaço. Tinha aspecto de casa abandonada. Nos últimos oito anos, as ruas e avenidas ganharam asfalto, as praças e os prédios públicos foram recuperados e revitalizados. Se construíram escolas, quadras esportivas, se equipou o Hospital Municipal, o funcionalismo passou a receber outro tratamento. O "choque de gestão" dado pelo Pe. Aldo aqueceu o comércio e toda economia local. Hoje, ao lado dos prédios antigos, alguns com mais de 120 anos, temos algumas lojas de cara moderna, empreendimentos de grande porte e todo um visual muito diferente daquele de alguns anos atrás. O governantes, pelo que percebo, se preocupou com a infraestrutura, a educação, a saúde, a assistência social, a melhoria de condições de vida do povo de modo geral e ainda com a preservação da memória e do patrimônio cultural de São Bento, que não é pequeno. Da visita que fiz esta sexta-feira ao município, sem ter nenhum contato com o seu atual líder político, recolhi informações sobre as ações mais significativas do Governo, no momento. Deu para perceber que apesar de um relativo desgaste após quase uma década no poder, mesmo com a cobrança implacável da oposição, representada principalmente pelo vereador Washigton Cadete, o prefeito continua realizando algumas obras de vulto. Quando sair do Palácio Municipal, em 2012, vai entregar uma cidade bem melhor do que encontrou. Voltarei a dar notícias da "Terra do Bom Jesus do Pobres Aflitos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário