SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O MARCO DA CAMPANHA

Temos de reconhecer que o senador Marco Maciel (DEM) é muito forte. Numa eleição em que o candidato a governador do seu lado, Jarbas Vasconcelos, deve perder por uma diferença em torno de dois milhões de votos, o democrata continua na luta para renovar seu mandato. No momento, segundo os principais institutos de pesquisa, Maciel e Armando Monteiro (PTB) estão empatados tecnicamente, com ligeira vantagem do representante do DEM. Confesso que minha previsão era que o petebista virasse com duas semanas de Guia Eleitoral, o que não aconteceu. Armando realmente é um candidato pesadão e o Marco de Pernambuco está se revelando um tigre. Para completar, apesar de ser da direita e ter servido à ditadura militar, conseguiu na propaganda eleitoral da TV um depoimento a seu favor do arquiteto comunista Oscar Niemeyer. Certamente porque independente de ideologia nunca se meteu em nenhum ato de desonestidade na vida pública. Humildemente, embora não seja seu eleitor, tiro o chapéu para Marco Maciel.

8 comentários:

  1. Leitores,

    Até 3 (três) dias atrás, eu tinha o meu voto nos 2 Senadores Humberto e Armando, apoiados pelo Governador Eduardo Campos. MAis com a explosão de algumas notícias, passei a me questionar e estudar calado, o perfil desse Senador Marco Maciel.

    Político com 30 anos ou mais de vida pública, e pasmém, não envolvido em nenhum escandalo de nenhuma proporção nos últimos Governos do PSDB e PT. Mais ainda não tinha me convencido, e passei a estudar ainda mais, e, me lembrei o que o Senhor Jarbas Vasconcelos fez. Conseguiu emplacar o Senhor Sérgio Guerra, e conseguiu Tirar o nosso Carli (Carlos Wilson) ou não se lembram do também pedido de voto casado de Jarbas. E aí senhores depois de eleitpoes, que irá segurar estes 2 senhores como candidatos a Governadores em 2014?
    Ainda mais, vejam o discurso do senador Marco Maciel, quando atacado ferozmente pelo nosso Presidente, o qual sou fa e voto no mesmo. um discurso do equílibrio, sem atacar o mesmo de maneira erronea, sem atacar a honra e sim, mostrando o que fez em toda a sua vida.
    Honestidade, Trabalho, Tradição, e pricniaplemnete medo de errar por 2 vezes seguidas elegendo um rolo compressor que acho que não é interessante para todos os cidadãos. Aprendir que o Senado existe como casa de equílibrio, e assim acho que deva permancecer, aí de nós se não tivessemos um Senado, volataria a CPMF e muita mais coisas desagrádaveis.
    Voto no Governaor, mais felizmente voto em apenas 1 dos seus candidatos, e isto mudei a menos de 3 (três) não vou errar novamente e caí na conversa de se eleger 2 e esquecer de que uma pessoa com irretocável histórico político eleitoral faz jus sim ao voto dos Pernambucanos, votarei em um homem íntegro até hoje, e votarei com orgulho!

    Cleto Antônio

    ResponderExcluir
  2. Marco ZERO , seu tempo passou. A fila anda...

    ResponderExcluir
  3. o MARCO DE PERNAMBUCO esta bom de se aposentar o candidato ARMANDO MONTEIRO vai ser o mais votado porque que vota em HUMBERTO COSTA vota nele e quem vota em MARCO MACIEL também vota em ARMANDO MONTEIRO.

    ResponderExcluir
  4. Vôôôte!!! Meu amigo Roberto Almeida.

    ResponderExcluir
  5. Extinta empresa de Verônica Serra expôs os dados bancários de 60 milhões de brasileiros obtidos em acordo questionável com o governo FHC


    30 de janeiro de 2001, o peemedebista Michel Temer, então presidente da Câmara dos Deputados, enviou um ofício ao Banco Central, comandado à época pelo economista Armínio Fraga. Queria explicações sobre um caso escabroso. Naquele mesmo mês, por cerca de 20 dias, os dados de quase 60 milhões de correntistas brasileiros haviam ficado expostos à visitação pública na internet, no que é, provavelmente uma das maiores quebras de sigilo bancário da história do País. O site responsável pelo crime, filial brasileira de uma empresa argentina, se chamava Decidir.com e, curiosamente, tinha registro em Miami, nos Estados Unidos, em nome de seis sócios. Dois deles eram empresárias brasileiras: Verônica Allende Serra e Verônica Dantas Rodenburg.

    Ironia do destino, a advogada Verônica Serra, 41 anos, é hoje a principal estrela da campanha política do pai, José Serra, justamente por ser vítima de uma ainda mal explicada quebra de sigilo fiscal cometida por funcionários da Receita Federal. A violação dos dados de Verônica tem sido extensamente explorada na campanha eleitoral. Serra acusou diretamente Dilma Rousseff de responsabilidade pelo crime, embora tenha abrandado o discurso nos últimos dias.

    Naquele começo de 2001, ainda durante o segundo mandato do presidente FHC, Temer não haveria de receber uma reposta de Fraga. Esta, se enviada algum dia, nunca foi registrada no protocolo da presidência da Casa. O deputado deixou o cargo menos de um mês depois de enviar o ofício ao Banco Central e foi sucedido pelo tucano Aécio Neves, ex-governador de Minas Gerais, hoje candidato ao Senado. Passados nove anos, o hoje candidato a vice na chapa de Dilma Rousseff garante que nunca mais teve qualquer informação sobre o assunto, nem do Banco Central nem de autoridade federal alguma. Nem ele nem ninguém.

    Graças à leniência do governo FHC e à então boa vontade da mídia, que não enxergou, como agora, nenhum indício de um grave atentado contra os direitos dos cidadãos, a história ficou reduzida a um escândalo de emissão de cheques sem fundos por parte de deputados federais.

    Temer decidiu chamar o Banco Central às falas no mesmo dia em que uma matéria da Folha de São Paulo informava que, graças ao passe livre do Decidir.com, era possível a qualquer um acessar não só os dados bancários de todos os brasileiros com conta corrente ativa, mas também o Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos (CCF), a chamada “lista negra”do BC. Com base nessa facilidade, o jornal paulistano acessou os dados bancários de 692 autoridades brasileiras e se concentrou na existência de 18 deputados enrolados com cheques sem fundos, posteriormente constrangidos pela exposição pública de suas mazelas financeiras.

    ResponderExcluir
  6. É A FILHA DO PRESIDENCIÁVEL SERRA ENVOLVIDA EM MARACUTAIA É A AMIGA DA DILMA(SEU BRAÇO DIREITO) ENVOLVIDA EM MARACUTAIA. ENQUANTO ISSO, MARINA DIGNIDADE NADA DE BRAÇADA NO SEU COMPORTAMENTO EXEMPLAR. POR ISSO, SEJA + 1, TRAGA + 1. VAMOS LEVAR MAREINA AO SEGUNDO TURNO!!!

    ResponderExcluir
  7. Só falta mesmo canonizar Marco Maciel para garantir a sua reeleição ao senado, que está pendurada num frágil fio de cabelo e poderá chegar a definhar no dia 03 de outubro. Por isso mesmo só procuram mostrar o lado "bom" do denominado "Marco de Pernambuco", mas não mostram que ele também ajudou a quebrar o BANDEPE, que ele foi o filhote preferido da ditadura, que ajudou a implantar mecanismos do regime de exceção, como o AI-5, entre outros meios ditatoriais que atentavam contra o regime democrático, a liberdade dos cidadãos e prendiam e arrebentavam bravos brasileiros que se rebelaram contra os arbítrios praticados pela ditadura militar. Isso muita gente esconde do que foi realmente esse tal de "Marco de Pernambuco". Na verdade sem retoques, sempre procuram jogar o lado pobre por baixo do tapete e só mostrar mesmo o que interessa.

    Bruno Siebra
    Boa Vista

    ResponderExcluir
  8. PE precisa de dois novos senadores.
    É Armando e Humberto no senado!!!!

    ResponderExcluir