ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

IBOPE NÃO BATE COM O DATAFOLHA

Nova pesquisa do IBOPE, concluída esta semana, mostra discrepância em relação aos números do Datafolha. Os números do tradicional instituto estão mais de acordo com o Vox Populi e sinalizam para uma vitória de Dilma Roussef (PT), ainda no primeiro turno. Abaixo transcrevemos um artigo do cientista político José Roberto de Toledo, publicado hoje no insuspeito blog do Noblat, do Jornal o Globo:


ENTRE O IBOPE E O DATAFOLHA
-  por José Roberto de Toledo

Pesquisa Ibope/CNI concluída na segunda não confirma tendência de queda de Dilma Rousseff (PT) e mostra a petista com 55% dos votos válidos, o que lhe daria a vitória ainda no primeiro turno. Segundo o instituto, desde o final da semana passada, Dilma permaneceu com 50% do total de votos, José Serra (PSDB) oscilou de 28% para 27%, e Marina Silva (PV) manteve a tendência de crescimento e foi de 12% para 13%.

O resultado contrasta com a queda de Dilma apontada pelo Datafolha na sua pesquisa feita integralmente na segunda-feira. Essa é uma das diferenças entre as duas sondagens: a coleta do Ibope foi dividida em três dias, de sábado a segunda (cerca de mil entrevistas foram feitas no último dia), enquanto no Datafolha toda a pesquisa de campo foi realizada na própria segunda.

Outra diferença é a metodologia: como a maioria dos institutos, o Ibope entrevista os eleitores em casa, enquanto o Datafolha faz as abordagens na rua. Isso pode produzir diferenças na amostra, pelo tipo de eleitor que cada um capta: um mais “rueiro” no Datafolha, e um mais “caseiro” no caso do Ibope. Eles podem ter comportamentos eleitorais diferentes.

Se, como aponta o Datafolha, houvesse uma tendência de queda, tanto a data de campo quanto o método de coleta poderiam, em tese, fazer alguma diferença. Os dados do Ibope, que apenas indicam que Marina segue crescendo, mostram consistência quando analisados pelas diferentes faixas de renda e escolaridade do eleitorado.

*Na foto Carlos Augusto Montenegro, diretor do IBOPE.



2 comentários:

  1. Amigo Roberto Almeida,

    A Data Falha faz parte da máfia em que virou a grande imprensa brasileira,capitaneada pela Globo, Veja, Estadão, Folha de São Paulo etc.
    São famílias, algumas já em decadência econômica,que ficaram milionárias penduradas nas tetas da publicidade oficial de governos federais, como os de FHC e os anteriores; e de governos estaduais como os de São Paulo, com o próprio José Serra. A estratégia, nesta reta final de campanha, é unificar as manchetes de jornais do País inteiro levantando a bola de um possível segundo turno, segundo dados dessa pesquisa mafiosa, que vai cair no descrédito em 03 de outubro próximo. Esse pessoal vai ficar des-mo-ra-li-za-do, mesmo sem ter vergonha na cara. Sem ter escrúpulos.
    Outra coisa que estão espalhando, para pessoas sem muita instrução e apegadas a religiões, é que Dilma disse que mesmo que Deus não queira, ela vai ganhar no primeiro turno. É a pregação de que ele vai perseguir as religiões, que é ateia e coisas do gênero. É bom que se faça uma corrente contra tudo isto que já fizeram nas eleições passadas com Lula. É a tática do terror e do medo.
    Esse pessoal é um bando de filhos da p..., que não quer nunca deixar de mamar nas tetas do poder.
    Vai dar Dilma 13! E de lavagem no insosso, arrogante, preconceituoso e imbecil, José Serra.

    Ruy Sarinho
    Olinda/PE

    ResponderExcluir
  2. ESTÃO AMUADOS!!! AMUADOS!!! AMUADOS....

    ---SERÁ QUE É DESESPERO?!?!?!
    ---CONTRARIEDADE?!?!?!
    ---IRRITAÇÃO?!?!?!
    ---MELANCOLIA?!?!?!
    ---AGASTAMENTO?!?!?!

    PORÉM, É DISSO QUE O POVO GOSTA. É ISSO QUE O POVO QUER: MARINA LÁ!!! MARINA NO SEGUNDO TURNO!!!

    ResponderExcluir