SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

TV GLOBO SE RENDE AO PT


A TV Globo colocou no ar uma campanha dos 45 anos da emissora. Além de enfatizar o número, o mesmo do pré-candidato José Serra, que tentará se eleger presidente este ano, o jingle tinha umas frases muito parecidas com o slogan do tucano: "O Brasil pode mais". Um petista de carteirinha, no Blog da Dilma, denunciou a "propaganda subliminar" a favor do oposicionista. Nesses tempos de internet as notícias voam à velocidade da luz: em instantes o país inteiro estava sabendo da polêmica. A Globo, que não pode fazer mais (os tempos não permitem) o que fez na época dos governos militares e na campanha de Collor deu uma recuada e tirou o vídeo do ar. Na Folha de São Paulo, sempre mostrando sua aversão ao Partido dos Trabalhadores, o jornalista Josias de Souza disse que a emissora de TV foi vítima das "Patrulhas do PT". Uma colocação horrível, politicamente incorreta e preconceituosa. A Globo pode até estar inocente nessa história, mas por que um petista de carteirinha ia deixar de reclamar contra uma publicidade que só faltava dizer "O Brasil pode mais"? Da mesma maneira, se o canal de televisão amanhã colocar um jingle associando imagens e frases a senhora Dilma Roussef, os tucanos terão todo direito de esbravejar. Isso é política, é fase de pré-campanha, e essa atividade não se pratica tomando chá de folha de laranja. Para esgotar esse assunto, trascrevemos abaixo matéria do Portal Imprensa, um texto sério e equilibrado que não se balanceia por nenhuma das partes envolvidas.

REDE GLOBO SUSPENDE CAMPANHA

A veiculação da campanha institucional em comemoração aos 45 anos da TV Globo foi suspensa até segunda ordem, informa a Central Globo de Comunicação. A decisão foi tomada depois que Marcelo Branco, coordenador de campanha da petista Dilma Rousseff ao Planalto, levantou a hipótese de que tal campanha seria uma mensagem subliminar em favor de José Serra, pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB.

Em texto publicado no recém inaugurado blog da pré-candidata, Branco pontuou que a vinheta da emissora fora inspirada no lema de Serra, o "Brasil pode mais".

Desde o último domingo (18), a emissora veiculava a peça, em que atores, jornalistas e apresentadores comemoram os 45 anos da Globo. Em determinado momento, os atores falam "Todos queremos mais. Educação, saúde e, claro, amor e paz. Brasil? Muito mais."

Em sua defesa, a Globo argumentou que a campanha foi elaborada com antecedência e, em momento algum, esteve alinhada ao esquema de marketing de Serra, mas que suspende a veiculação da peça para evitar acusações de preterir um candidato ao outro.

"O texto do filme em comemoração aos 45 anos da Rede Globo foi criado - comprovadamente - em novembro do ano passado, quando não existiam nem candidaturas muito menos slogans. Qualquer profissional de comunicação sabe que uma campanha como esta demanda tempo para ser elaborada. Mas a Rede Globo não pretende dar pretexto para ser acusada de ser tendenciosa e está suspendendo a veiculação da campanha". (Eduardo Neco, da redação do Portal Imprensa).




Nenhum comentário:

Postar um comentário