Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

quarta-feira, 28 de abril de 2010

PSB DEIXA CIRO FORA DA DISPUTA

O Partido Socialista Brasileiro, PSB, decidiu que não terá candidatura própria à presidência da República. Os socialistas resolveram, por maioria de votos, se aliar ao PT e apoiar Dilma Roussef à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apenas sete estados da federação preferiam a candidatura própria, enquanto 20 unidades estaduais escolheram a aliança com os petistas. Com esta decisão, o ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (foto), está fora da disputa. Nos últimos dias, já consciente de que o partido não lhe daria apoio, o socialista falou mal dos próprios companheiros, criticou Dilma e de leve o próprio presidente Lula, além de ter batido na direção do Ibope, segundo ele um instituto capaz de "vender a própria mãe" visando atender seus interesses. Na Rede Social Twitter, ontem à noite, um internauta chegou a definir Ciro como um menino cheio de birra, que ao ficar sem a sua bola de jogar futebol parte para o confronto com os coleguinhas. Apesar do desejo de ser candidato, o socialista tinha apenas de 8 a 10% nas pesquisas de intenção de votos, empatado tecnicamente com a pré-candidata do PV, Marina Silva.

Um comentário:

  1. Simao Silva
    Estava na cara que Lula não ia cair na besteira de deixar Ciro Gomes ser candidato a Presdidente da República, enfraquecendo seu poste (Dilma) em estados importantes como o Rio Grande Sul, Minas Gerais, Ceará entre outros, alem de rachar a aliança PSB/PT em várias regiões especialmente no Nordeste, unica regão do país que Dilna(poste) Rouseff vence Serra. A saida de Ciro Gomes da disputa favorece a candidata governista visto que os votos do ex-governador cearense estão entre os eleitores da aliança governista e não na oposição. Sendo assim fica mais dificil Serra vencer no primeiro turno e indo disputa para o segundo fica quase impossivel do tucano se eleger visto que num eventual segundo turno a junção dos candidatos governistas, inclusive a senadora Marina Silva e os partidos que se dizem de esquerda ajudam a Lula eleger sua candidata.
    Para Lula é indiferente se Serra, Dilma ou Marina seja eleito porque daqui a quatro anos ele será candidato a Presidente passando por cima, inclusive de Dilma, caso ela seja eleita.
    Abraço
    Simao Silva

    ResponderExcluir