SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

domingo, 25 de abril de 2010

A GUERRA SANTA ENTRE GLOBO E IGREJA UNIVERSAL


De início quero salientar para a quem possa interessar que sou católico não praticante.

Releva registrar no dia 21/04/10 foi realizado nas principais cidades do Brasil o evento denominado dia “D” promovido pela Igreja Universal.

Segundo os organizadores do evento, o público presente em todos as cidades que ocorreu o evento é estimado entre 7 e 8 milhões de pessoas.

No dia 22, ou seja, na quinta-feira o jornal O Globo das Organizações Globo fez uma reportagem de capa sobre o evento com o seguinte título: “Caos universal e autorizado”, ocorre que o jornal abriu as suas caixas de ferramentas, digo, notícias e no intuito de denegrir o mega evento idealizado pela Igreja Universal, chegou a comparar o evento ecumênico com o caos vivido pelo Rio de Janeiro com a desgraça provocada pelas chuvas.

É o mais deprimente exemplo de como não se deve fazer jornalismo, espero que este blog não se furte a sua responsabilidade de discutir o fato sob a égide do racionalismo apontando as duas versões da história.

Não obstante, sobrou até para o Candidato José Serra que segundo o Bispo Clodomir é candidato da Rede Globo, também sobrou para o Prefeito Eduardo Paes, que foi acusado pelo representante da Igreja Universal de se acovardar diante da reportagem da do jornal O Globo, disse mais o Bispo Clodomir: “quem causa caos no país é a Rede Globo que colocou e tirou presidente e agora vem com uma campanha vergonhosa a favor de José Serra”.

O representante da Igreja Universal – Bispo Clodomir desabafa chamando O Glogo de jornaleco, que dentre outras coisas tem mania de perseguir o Senador Marcelo Crivela. (Artigo de Adilson Nassif).

3 comentários:

  1. VENHO A ME PERGUNTAR,O QUE SERIA UM CATOLICO NAO PRATICANTE? SERIA TIPO UM VENDEDOR QUE NAO VENDE?UM MEDICO QUE NAO CONSULTA?...BEM CREIO QUE OU SE TEM RELIGIAO OU NAO .ESSA ONDA DE NAO PRATICANTE,BEM ENTAO EU SOU UM UNIVERSITARIO NAO PRATICANTE KKKKKKKK É CADA UMA.

    ResponderExcluir
  2. me converti na iurd a mais ou menos 15 anos atras
    mas me entristeceu o coração quando meu filho saiu da mesma de pastor e como eles jogam no abismo os que saem porque se julgam Deus eu e minha familia ajudamos ele depois de um mes ele foi para outra denominação ,que falam que é do diabo e no entanto tem milhões de pessoas sendo curadas libertas ,eu não sabia que odiabo era bom na biblia dis que ele veio para matar roubar e destruir mas as imagens contam tudo por fim meu filho sofreu um acidente de carro com a esposa emais outra esposa de pastor foram quatro sósobrou um e sabe o que eles comentavam que tinham ido para o inferno na ora da minha dor quem me acolheu foi o senhor Jesus é claro mas a mao amiga que eu encontrei foi na mundial então voce que está dedepé cuide para que não caiaeu era assim hoje eu só defendo o nome de Jesu para ele toda honra e toda gloria.

    ResponderExcluir
  3. Oi Roberto Almeida.
    Como sei que você é uma pessoa muito educada e não vai perder tempo explicando certos comentários que fazem no seu blog, tomo a liberdade de faze-lo, pois fico pensando: será falta de informação ou intolerância mesmo?
    Explico: Quando alguém se diz católico não praticante eu entendo ser aquele que foi batizado e educado nos princípios da igreja católica, mas por não viver dentro da igreja, participando dos sacramentos da sua religião não se senti muitas vezes a vontade de dizer ser católico.
    Você vai a missa todos os dias? Ou ao menos aos domingos?
    Porque a missa ou eucaristia é a principal celebração religiosa da Igreja Católica e da Igreja Ortodoxa, ela pode ser celebrada todos os dias, excepto na sexta-feira da Paixão, os fiéis católicos tradicionalmente participam da Missa aos Domingos e festas de guarda, que são os dias de participação obrigatórios.
    Eu sou espirita, e o que é ser espirita? Praticante? Não praticante? Não sei. Não importa. O que interessa é que sou.
    Porque, se perguntarmos a quem não é espírita, uns ironizam (dizendo por exemplo que os espíritas "mexem" com os mortos), outros temem, outros permanecem indiferentes. Se indagarmos aos próprios espíritas, uns dirão que é ir ao Centro, tomar passe, ouvir ou fazer palestras, ler livros. Outros dirão que é fazer caridade. As respostas serão várias, mas todas incompletas. O melhor então é buscarmos nos livros da própria Codificação, a partir de O Livro dos Espíritos.
    Em O Livro dos Espíritos, na conclusão (item VII), o Codificador apresenta uma classificação dos adeptos: Os que acreditam; Os que acreditam e admiram a moral espírita; e Os que crêem, admiram e praticam.
    Esses últimos são os verdadeiros espíritas, ou os espíritas cristãos.
    Agora, também há uma grande diferença entre professar e praticar. Muita gente professa uma Doutrina, mas não pratica.
    Professar significa reconhecer publicamente, declarar-se adepto, dizer de si mesmo, fazer propaganda da idéia.
    Pois bem, aí está a chave da questão, se você declarar-se, reconhecer-se , faz propaganda da idéia, então você professa, seja católico ou espírita.
    Afinal, sejamos católicos, evangélicos, budistas, espíritas... Mas sejamos tolerantes com a crença do outro, pois como disse esta semana um padre amigo: “Tudo converge para Deus”.
    Mariza Marques

    ResponderExcluir