SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

O NATAL DO RECIFE



A Rafaela Aguiar, da Secretaria de Comunicação do prefeito João Costa (PT), sempre manda uns e-mails com notícias da capital pernambucana. Mandou um release eletrônico sobre o Natal e solicitei umas fotos, porque achei que só texto não ia ter muita graça. Ela me atendeu e hoje, nestas fotos, de presente para o leitor, uma pequena mostra da decoração das praças do Recife, uma das cidades mais bonitas deste país-continente chamado Brasil. De quebra, ainda ofereço a quem acompanha o nosso trabalho, a letra de "Recife, Cidade Lendária", do imortal Lourenço Barbosa, Capiba:

Eu ando pelo recife, noites sem fim
Percorro bairros distantes sempre a escutar
Luanda, luanda, onde está?
É alma de preto a penar
Recife, cidade lendária
De pretas de engenho cheirando a banguê
Recife de velhos sobrados, compridos, escuros
Faz gosto se ver
Recife teus lindos jardins
Recebem a brisa que vem do alto mar
Recife teu céu tão bonito
Tem noites de lua pra gente cantar
Recife de cantadores
Vivendo da glória, em pleno terreiro
Recife dos maracatus
Dos tempos distantes de pedro primeiro
Responde ao que eu vou perguntar:
Que é feito dos teus lampiões?
Onde outrora os boêmios cantavam
Suas lindas canções


(Essa música integra uma seleção de músicas compostas por Capiba incluídas no CD "Mestre Capiba por Raphael Rabello e convidados". Entre outras feras, participam do disco Paulinho da Viola, Caetano Veloso, Maria Betânia, Gal Costa, Alceu Valença, João Bosco e Ney Matogrosso. A canção em homenagem ao Recife é interpretada imagine por quem? Um certo Chico Buarque de Holanda).

Nenhum comentário:

Postar um comentário