ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

FILHOS ILUSTRES

Capoeiras, apesar de ser um município de pequeno porte, tem muitos filhos ilustres, como o juiz do trabalho Eduardo Sérgio, o engenheiro agrônomo Aurélio Jorge, a médica Rejane Tenório, a farmacêutica e perita da Polícia Federal Ângela Bezerra, o advogado e delegado Jorge Cordeiro, o também advogado Carlos Rodrigues, os odontólogos Fernando Caldas e Cristiane Rodrigues, o jornalista Albérico Bezerra, a fisioterapeuta Solange Siqueira, o ex-deputado federal e veterinário Carlos Batata (nasceu em Garanhuns, mas viveu sua infância e parte da adolescência em Capoeiras, onde começou a carreira política), o padre Edson Viana, a engenheira elétrica Rejane Siqueira (reside na Alemanha), a professora e psicanalista Maria Almeida , o economista e empresário Carlos Siqueira de Almeida e o religioso Cleílton Cavalcante, filho de Elisabeth Silva, a "Dona Betinha", que morreu o mês passado, com 81 anos. (Na foto com Bento XVI, Cleílton, hoje chamado na Igreja de Roma como Dom Hugo da Silva Cavalcante, OSB ,é Doutorando em Direito Canônico pela Lateranense em Roma, Presidente da Sociedade Brasileira de Canonistas, Sócio Correspondente da Sociedade Portuguesa de Canonistas, e Consultor Canônico da Revista Paróquias&Casas Religiosas.)

3 comentários:

  1. Não podemos nos esquecer da carreira e do talento do nosso querido Jornalista Roberto Almeida , com sua impacialidade e coerência, meu parabens para esse filho ilustre de nossa cidade.
    De seu fã Edgel Ferreira

    ResponderExcluir
  2. Muito bem lembrado! Meu querido amigo Cleilton (hoje Dom Hugo) é quase um desconhecido em Capoeiras e uma referência dentro da Igreja Católica Brasileira. Eu o acompanho desde os 13 anos e sei bem de sua inteligência e luta! Passou há pouco tempo por uma experiência de ver a morte de perto (como você). Vale à pena mostrar seu exemplo aos Capoeirenses! Que tal uma entrevista com ele no Jornal Sete Colinas?

    ResponderExcluir
  3. Prezado Roberto,

    Sou-lhe imenso grato pela gentil referência feita a mim em seu blog; ainda me recordo do seu certificado de primeiro lugar para o vestibular, então unificado, de jornalismo, salvo engano, exposto em casa de seus pais, meus padrinhos de batismo. Sua dedicação à comunicação é evidente e edifica, avante!
    Estou a dar início a uma produção no campo do direito da Igreja com alguns escritos, o primeiro livro: Introdução ao Estudo do Código de Cânones das Igrejas Orientais foi lançado em agosto passado e dois outros já estão no prelo.
    Boa saúde é o que lhe desejo, levando o nome de nossa terra (que os italianos dizem 'il mio paese') primando pela boa informação, pela verdadeira comunicação que educa e que faz consciente o cidadão!
    A Igreja, através do Pontifício Conselho para as Comunicações tem demonstrado a importância de tais meios, não é a toa que o Romano Pontífice se encontra nas redes sociais.
    Com gratidão e estima,
    Cleílton (D. Hugo, OSB) Cavalcante
    presidente@infosbc.org.br

    ResponderExcluir