quinta-feira, 12 de novembro de 2009

COMISSÃO APROVA EXIGÊNCIA DO DIPLOMA

Está no blog de Inaldo Sampaio de hoje:

"Passou hoje de manhã na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal o projeto de emenda constitucional que torna obrigatório o diploma de Jornalismo para o exercício da profissão.

Essa exigência foi abolida recentemente por uma interpretação da Constituição feita pelos ministros do STF, à exceção de Marco Aurélio Mello.

Por maioria de votos, eles entenderam que essa profissão pode ser exercida por quem não tem curso superior de Jornalismo.

O relator da PEC na CCJ foi o deputado pernambucano Maurício Rands (PT), para quem a maioria da Casa é amplamente favorável à obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão. O projeto vai agora a plenário e, caso seja aprovado, seguirá para o Senado."

Já abordamos esse assunto aqui anteriormente, quando mostramos que o deputado Roberto Magalhães (DEM), também defende a exigência do diploma para jornalistas. Pelo andar da carruagem, o Congresso irá desfazer a decisão equivocada do Supremo Tribunal Federal

IZAÍAS

No mesmo blog, Inaldo classifica os discursos do deputado Izaías Régis na Assembleia Legislativa como prolixos. E revela que ontem na Tribuna um parlamentar disse "tá bom", para o petebista garanhuense parar com sua fala. Este fato teria irritado Izaías. (Na foto acima, o deputado federal Maurício Rands, relator da Comissão de Constituição e Justiça, que deu parecer favorável aos jornalistas formados).

Nenhum comentário:

Postar um comentário