SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

domingo, 18 de outubro de 2009

DIA DO PROFESSOR


O Dia do Professor passou, porém ainda há tempo de fazer um breve comentário sobre essa classe, tão importante na formação da criança, do jovem e do cidadão. A situação desses profissionais já melhorou um pouco, no entanto está longe do ideal. Nenhum profissional de ensino, na minha opinião, devia receber menos de R$ 1.500,00 (em torno de três salários mínimos por mês). Como se preparar, dar boas aulas, lê, se atualizar, ganhando tão pouco, recebendo o necessário apenas para a sobrevivência? É preciso que todos os municípios instituam o Piso Nacional aprovado pelo Governo Federal e se valorize cada vez mais a professora da zona rural, da pequena, média ou grande cidade. Quando o professor ganha mais, o investimento está sendo feito também na escola como um todo, em cada aluno, nos pais, na comunidade, no município, no estado, no país. Governantes, parlamentares, jornalistas, formadores de opinião deviam se juntar nesta luta e defender melhores condições de vida e de trabalho para os profissionais de ensino.
---------------------------
CONCURSO E SALÁRIOS
O município de Caruaru abriu Concurso Público para Professor do Ensino Infantil e Fundamental I e II. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de novembro. Seiscentas vagas estão sendo disponibilizadas. Maiores informações no site da Prefeitura da Capital do Agreste.
---------------------------
O salário médio dos professores brasileiros subiu de pouco mais de R$ 900 em 2003 para R$ 1.524,00 em 2008. Brasília é quem melhor paga, São Paulo tem uma média de R$1.800,00 e Pernambuco está na parte mais baixa da tabela: a média aqui é de apenas R$ 992. Estamos falando dos Estados, porque nos municípios a situação é pior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário